3.9.06

CVS PHARMACY


Em algumas gôndolas salgadinhos, sucos, chocolates e biscoitos. Em outras, remédios, com ou sem prescrição, e produtos para primeiros socorros. Em um canto câmeras fotográficas e filmadoras, além de inúmeros produtos eletrônicos. Perfumes, cosméticos e uma enorme variedade de produtos de maquiagem. Tudo isso em um ambiente moderno, espaçoso e com muitas conveniências. Isto tudo pode ser encontrado em qualquer loja da CVS PHARMACY, maior rede de farmácias dos Estados Unidos. 

A história 
A história da CVS PHARMACY começou no dia 8 de março de 1963, quando a primeira loja, que vendia cosméticos e uma grande variedade de produtos voltados para a saúde, foi inaugurada na pequena cidade de Lowell, estado americano de Massachusetts, pelos irmãos Stanley e Sidney Goldstein, e seu sócio Ralph Hoagland. Inicialmente a loja se chamava Consumer Value Stores. Em 1964, o logotipo original da rede, que já contava com 17 lojas, foi desenvolvido e apareceu nos exteriores das lojas pela primeira vez utilizando a abreviação CVS. Somente em 1967, a empresa começou a operar lojas que tinham o departamento de farmácias, vendendo remédios com prescrição médica, inaugurando unidades em Warwick e Cumberland, localizadas em Rhode Island.


Dois anos depois a rede foi vendida para a varejista Melville Corporation. No ano seguinte, a CVS PHARMACY já contava com mais de 100 lojas, rompendo a marca de US$ 100 milhões em vendas no ano de 1974, especialmente depois da compra das 84 unidades da rede Clinton Drug and Discount Stores. Em 1978 a rede deu início a inaugurações de pequenas lojas, com ênfase em produtos de beleza, cosméticos e saúde, localizados no interior de movimentados centros de compras. Tornou-se a décima quinta maior rede de farmácia dos Estados Unidos em 1980, quando possuía 408 lojas e vendas superiores a US$ 400 milhões.



As aquisições de outras redes de farmácias ganharam força na década de 1990, começando com a compra de 500 lojas da People’s Drug (todas convertidas em CVS PHARMACY em apenas quatro anos) permitindo o ingresso em importantes mercados como a capital Washington, Pensilvânia, Maryland e Virginia; prosseguindo com a aquisição, em 1997, das 2.500 lojas da rede Revco, maior negócio na história do setor farmacêutico de varejo nos Estados Unidos; com o ingresso na cidade de Chicago, dominada pela sua maior concorrente, a rede Walgreens; e culminando, em 2004, com a compra da rede Eckerd Stores e suas 1.260 lojas, que tornaram a CVS PHARMACY a maior rede americana de drogarias em quantidade de lojas.


Em 2007, fruto de uma fusão bilionária entre a CVS e a empresa de benefícios farmacêuticos Caremark, foi formada a principal fornecedora americana de serviços integrados na área de medicamentos: CVS CAREMARK. Entre os serviços de valor agregado, destacam-se: administração de Programas de Benefícios em Medicamentos (PBM), entregas via correio, atuação diferenciada para medicamentos de alta complexidade, farmácia online (CVS.com) e MinuteClinic (consultórios médicos em farmácias para atendimentos de menor gravidade). A nova empresa (renomeada em 2014 para CVS Health) responde, entre abastecimento e gestão, por aproximadamente 2 bilhões de prescrições por ano, superando as marcas de todos os demais concorrentes. No ano seguinte, a empresa adquiriu a rede Longs Drugs e suas 529 lojas, aumentando ainda mais sua atuação no mercado americano. Em 2009 a rede comemorou a inauguração de sua loja de número sete mil na cidade de Little Canada, estado de Minnesota. Em 2015, a CVS Health gastou US$ 14 bilhões comprando a Omnicare, fornecedora de serviços farmacêuticos (aumentando assim sua participação em comodidades voltados à terceira idade), e a rede de farmácias da varejista Target, com 1.600 lojas em 47 estados e 79 clínicas de diagnósticos de doenças simples. Essa aquisição levou a empresa a operar em novos mercados, como Seattle, Denver e Portland.


A CVS PHARMACY é considerada uma das marcas mais inovadoras do mercado americano. O que a diferencia de outras redes de farmácia em todo o mundo é o fato de ter o seu próprio laboratório de inovação digital, aonde cria dispositivos inteligentes e aplicativos que promovem e melhoram os cuidados com a saúde. Hoje em dia a CVS está reinventando o formato de farmácia para fornecer uma experiência de cuidados de saúde acessíveis, solidário e personalizado. Seus farmacêuticos estão completamente aptos a indicar medicamentos, aplicar vacinas e oferecer conselhos sobre prescrição de medicamentos e suplementos. Atualmente, os executivos da rede gostam de afirmar que a abreviação CVS significa “Convenience, Value, and Service” (“Conveniência, Valor e Serviço”, em português).



A linha do tempo 
1993 

Término da instalação de leitores óticos em todas as suas lojas. 
1994 

Lançamento do PharmaCare, um programa de gerenciamento de serviços farmacêuticos para empregados, organizações assistenciais, seguradoras e agências governamentais. 
1995 

Lançamento da GOLD EMBLEM, marca própria composta por biscoitos, amêndoas, amendoins e água mineral. 
1997 

Estabelecimento da CVS ProCare, uma farmácia especializada em pacientes com doenças de alto risco, oferecendo os mais avançados medicamentos, informações detalhadas, serviços especiais e atendimento superior. Atualmente, renomeada para CVS Specialty, existem 24 unidades atuando nesse conceito. 
1999 
Aquisição da Soma.com, primeira farmácia online, ingressando definitivamente no comércio eletrônico. Atualmente o site chama-se CVS.com
2000 
Lançamento da ESSENCE of BEAUTY, marca própria de produtos para o banho, mais tarde estendida para a área de cosméticos. 
2001 
Lançamento do cartão de fidelidade chamado ExtraCare, que atualmente possui mais de 70 milhões de membros, tornando-o o maior programa de fidelidade dos Estados Unidos no setor de varejo. 
2005 

● Instalação, em três de suas lojas, das primeiras MinuteClinic, clínicas para pequenos diagnósticos, aplicação de vacinas e tratamentos de pequenas enfermidades como dor de cabeça, dor de garganta, irritação dos olhos, infecção nos ouvidos e sinusite. Atualmente, mais de 1.130 lojas da CVS em 33 estados contam com esse atendimento, que já orientou mais de 28 milhões de pacientes. 
2008 

● Inauguração no dia 3 de novembro em Washington da primeira loja 360 BEAUTY, especializada em produtos para pele, cosméticos e fragrâncias de marcas famosas e luxuosas. Atualmente esta divisão da CVS possui mais de 30 lojas, especialmente no estado da Califórnia. 
2013 
Aquisição da rede Drogaria Onofre no Brasil. Atualmente a Drogaria Onofre conta com 48 lojas em 4 estados do país. 
2014 
Inauguração na cidade de Miami das doze primeiras lojas da CVS Pharmacy y más, drogarias especificamente voltadas para o público hispânico com produtos exclusivos, incluindo rótulos bilingue. 
Lançamento da Radiance® Platinum, uma completa linha de vitaminas e suplementos premium sem preservativos.



As marcas próprias 
A CVS PHARMACY possui inúmeras marcas próprias em vários segmentos vendidas exclusivamente em suas lojas, que representam 22% de seu faturamento anual: CVS Health (mais de 2.500 medicamentos que não precisam de prescrição médica), 360 Beauty (cosméticos e acessórios), Gold Emblem (bolachas, balas, chocolates, amêndoas e amendoins), Total Home (produtos para limpeza doméstica), Stars and Stripes (aparelhos para medição de diabetes) e Radiance® Platinum (linha de vitaminas e suplementos sem preservativos). Além dessas marcas próprias, a rede possui contratos de exclusividade para vender produtos de marcas como Nuprin (remédios e vitaminas), Skin+Pharmacy (medicamentos dermatológicos), Nuance Salma Hayek (linha de produtos de beleza desenvolvidos pela atriz Salma Hayek), PreVentin-AT (produtos anti-idade), Skin Effects (cosméticos) e Lumene (cosméticos).


A evolução visual 
A identidade visual da CVS PHARMACY passou por algumas mudanças ao longo dos anos. A identidade visual com sua inconfundível cor vermelha, ganhou em 2012 um fundo vermelho. Em 2016 a marca apresentou seu novo logotipo que ganhou um coração vermelho estilizado do lado esquerdo, alinhando sua comunicação com a empresa proprietária, a CVS Health.


Em 2014 a proprietária da CVS PHARMACY mudou seu nome para CVS HEALTH, cujo logotipo corporativo apresentou um coração vermelho estilizado.


Os slogans 
Health is everything. (corporativo) 
Health Is Everything. (2014) 
For All The Ways You Care. (2007) 
Expect something extra. (2005) 
Life to the fullest. (2002) 
Care that touches everyone, one at a time. (2000) 
Just what you’re looking for.



Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 8 de maio de 1963 
● Fundador: Stanley Goldstein, Sidney Goldstein e Ralph Hoagland 
● Sede mundial: Woonsocket, Rhode Island, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: CVS Health Corporation 
● Capital aberto: Não 
● Chairma: David Dorman 
● Presidente & CEO: Larry Merlo 
● Faturamento: US$ 120 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 9.681 
● Presença global: Não (presente somente nos Estados Unidos) 
● Funcionários: 243.000 
● Segmento: Varejo (farmácia e drogaria) 
● Principais produtos: Medicamentos, alimentos e cosméticos 
● Concorrentes diretos: Walgreens, Rite Aid, Walmart Pharmacy e Kroger Pharmacy 
● Slogan: Health Is Everything. 
● Website: www.cvs.com

A marca nos Estados Unidos 
A CVS PHARMACY, maior rede de drogarias do mercado americano com faturamento superior a US$ 120 bilhões, tem mais de 9.600 lojas em 49 estados do país, além de 16 centros de distribuição e 30 mil farmacêuticos, que prescrevem mais de 1.9 bilhões de receitas todos os anos. Diariamente a rede atende mais de 5 milhões de clientes. Uma das varejistas mais admiradas do mercado americano, a CVS tem como seu maior competidor a rede Walgreens. 


Você sabia? 
Aproximadamente 75% de suas lojas operam 24 horas por dia, 16% possuem o sistema de Drive-Thru e mais de 1.000 unidades contam com clínicas de diagnósticos de doenças simples. 
Aproximadamente 76% da população americana vive a 5 milhas de uma loja da rede CVS. 
Em 2014, a CVS foi a primeira rede de farmácias do mercado americano a parar de vender cigarros e produtos relacionados ao tabaco em todas as suas lojas. A decisão custou aproximadamente US$ 2 bilhões em vendas perdidas, mas fez a varejista do setor farmacêutico reforçar o posicionamento de marca. A marca também criou o seu próprio programa de incentivo à interrupção do hábito de fumar. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Exame), jornais (Valor Econômico, O Globo e Folha), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).  

Última atualização em 28/6/2016

Um comentário:

Xcorpiao Pirado disse...

Parece uma boa estratégia :) Veremos como corre...

Carlos Ribeiro,
Organic Pharmacy