27.4.07

MERCADO LIVRE


O MERCADO LIVRE é o site ideal para resolver todas as necessidades de compra e venda, encontrando de tudo o que se busca através de uma maneira fácil e rápida, desde produtos luxuosos como bolsas da Louis Vuitton, passando por livros usados, canetas, figurinhas, itens de colecionadores, até carros, barcos, imóveis e aviões.

A história
O plano de negócios para o lançamento do MERCADO LIVRE (conhecido como MERCADO LIBRE nos países de língua espanhola), primeiro site de comércio eletrônico da América Latina, foi iniciado no mês de março de 1999 nos Estados Unidos, enquanto o argentino Marcos Galperín terminava seu mestrado na tradicional Universidade de Stanford. Logo em seguida ele começou a formar uma equipe de profissionais para colocá-lo em execução. O objetivo era oferecer uma plataforma de negociação (marketplace) on-line totalmente automatizada e organizada por temas para que pessoas e empresas pudessem comprar e vender de forma fácil e segura. Foi lançado oficialmente no dia 2 de agosto, primeiro na Argentina, e depois de um aporte financeiro de investidores, que incluíram o banco J.P. Morgan e o fundo Hicks, Muse, Tate & Furst, no valor de US$ 7.6 milhões, foi colocado no ar também no Brasil em outubro e nos dois meses seguintes no México e no Uruguai. Em maio de 2000, o negócio recebeu o apoio de outros fundos de investimentos no valor de US$ 46.5 milhões, que permitiram a ampliação e o reforço das atividades do site com o lançamento de versões locais na Colômbia, Venezuela, Chile e Equador.


Ainda em junho deste ano a empresa criou o MercadoSócios com o objetivo de gerar tráfego para o MERCADO LIVRE a partir de diferentes sites da web, oferecendo aos afiliados a oportunidade de geração de renda e possibilitando financeiramente a criação e a manutenção de inúmeros sites. Porém, a mudança mais significativa veio no mês de setembro de 2001. Na ocasião, o MERCADO LIVRE fechou uma parceria estratégica de cinco anos com o eBay, então maior empresa de leilão virtual do mundo, que se tornou o principal acionista do empreendimento, iniciando um trabalho em conjunto para oferecer um melhor serviço a comunidade de usuários da América Latina, mediante o acesso a certos conhecimentos técnicos e experiência, que aceleraram alguns aspectos de desenvolvimento do MERCADO LIVRE. Como parte desta parceria estratégica, a empresa adquiriu a então subsidiária brasileira do eBay, o iBazar. No final de 2002, o MERCADO LIVRE fez novas aquisições estratégicas, como por exemplo, quando comprou a Lokau.com, uma plataforma brasileira de negócios concorrente, incorporando assim todos os usuários cadastrados deste site e expandindo sua base de clientes.


Em janeiro de 2003, a empresa lançou o MercadoPago (sistema de pagamento online desenvolvido com a tecnologia mais avançada em segurança disponível para os usuários do MERCADO LIVRE, que oferece a opção de realizar a transação por transferência bancária, cartão de crédito ou boleto bancário), uma solução integral que facilita os pagamentos e envios de dinheiro pela internet, além de introduzir a cobrança de tarifas para anúncios. Atualmente o sistema de pagamento MercadoPago está disponível em 6 países da América Latina (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Venezuela), e, em 2012, realizou aproximadamente 15 milhões de transações, o que movimentou um volume superior a US$ 1.76 bilhões. Em 2004 o Peru ganhou sua versão local do site. Outra grande aquisição que permitiu a empresa crescer mais rapidamente ocorreu no mês de novembro de 2005 quando o MERCADO LIVRE adquiriu as operações do site DeRemate.com (Arremate.com, no Brasil) em países como Colômbia, Equador, México, Peru, Porto Rico, Uruguai e Venezuela, consolidando sua posição de liderança na região. A partir desta data, a concorrência do setor de leilões on-line na região caiu consideravelmente. Com isso, em 2006, o MERCADO LIVRE lançou sites locais em países da América central, como por exemplo, Costa Rica, República Dominicana e Panamá.


No mês de agosto de 2007, a empresa finalmente realizou a sua oferta pública inicial de ações na Nasdaq, levantando capital para futuros investimentos, como ocorreu no dia 22 de fevereiro do ano seguinte, quando o MERCADO LIVRE adquiriu 100% do CMG Classified Media Group, empresa que opera como uma plataforma de classificados on-line dedicada principalmente à venda de automóveis por meio do site www.tucarro.com na Venezuela, Colômbia e Porto Rico; e de imóveis por meio do site www.tuinmueble.com, na Venezuela, Colômbia, Panamá, Estados Unidos, Costa Rica e Ilhas Canárias. Em 2010 o MERCADO LIVRE lançou seu site local em Portugal.


Atualmente o MERCADO LIVRE permite que tanto empresas como usuários publiquem itens e realizem suas vendas e compras a preço fixo ou em formato de arremate. O site também oferece outros serviços, como por exemplo, o MercadoAds (ferramenta de links patrocinados que oferece aos usuários, empresas e agências de publicidade uma forma de anunciar no maior site de comércio eletrônico da América Latina); MercadoShops (solução completa e acessível para ajudar os micro e pequenos empreendedores a ingressarem no comércio eletrônico); MercadoLivre Classificados (área exclusiva para que pessoas e empresas possam anunciar online veículos, imóveis e serviços dentro da plataforma do site); e MercadoSolidário (oferece a ONGs a oportunidade de comercializar produtos na plataforma sem pagamento de tarifas e comissão).


Campanhas que fizeram história
O MERCADO LIVRE nos últimos anos sempre primou por lançar campanhas publicitárias criativas e marcantes, mostrando de uma forma bem-humorada o conceito e posicionamento dos serviços prestados. Entre elas podemos destacar a campanha lançada em 2006, intitulada “Beso”, onde era mostrado como é fácil realizar compras e vendas on-line pela plataforma do MERCADO LIVRE e destacava a grande variedade de produtos ofertados ou oferecidos no site. “Alguém procura o que você tem. Alguém tem o que você procura”, expressava o conceito do comercial em que um garoto decide colocar a venda um “Beijo” no MERCADO LIVRE e uma bela garota ao ver o anúncio no site se interessa em comprá-lo. Para assistir ao comercial clique no ícone abaixo.

 

Em 2009 o MERCADO LIVRE lançou mais uma campanha publicitária inteligente para a América Latina, que incluía o comercial “Grego”, um filme onde o conceito criativo estava centrado no slogan “O que você procura, encontra no MercadoLivre.com”, como forma de descrever que qualquer pessoa pode encontrar no site todo tipo de produto novo que precise, de aparelhos high-tech até produtos para a sua casa. Para assisti-lo clique no ícone abaixo.

 

A evolução visual
A identidade visual da marca passou por algumas alterações ao longo dos anos, adquirindo uma imagem mais limpa e moderna. Recentemente, em maio de 2013, a identidade visual da marca foi completamente renovada, mas sem perder sua identidade original. O logotipo mantém as cores originais e suas linhas básicas, mas ganhou uma nova tipografia de letra. Além disso, ocorreu a eliminação da extensão “.com”, que servia no passado para explicar que a empresa era online, informação esta que agora os consumidores já sabem.


Os slogans
Pensou. Checou. Comprou. (2013)
Onde você compra e vende de tudo. (2008)
Donde compras y vendes de todo. (espanhol)
A comunidade dos negócios.


Dados corporativos
● Origem: Argentina
● Fundação: 2 de agosto de 1999
● Fundador: Marcos Galperín
● Sede mundial: Buenos Aires, Argentina
● Proprietário da marca: MercadoLibre, Inc.
● Capital aberto: Sim (2007)
● CEO: Marcos Galperín
● Faturamento: US$ 373.6 milhões (2012)
● Lucro: US$ 100.9 milhões (2012)
● Valor de mercado: US$ 5.3 bilhões (maio/2013)
● Usuários registrados: 81 milhões
● Presença global: 13 países
● Presença no Brasil: Sim
● Maiores mercados: Brasil, Argentina e Venezuela
● Funcionários: 1.892
● Segmento: Comércio on-line
● Principais produtos: Brinquedos, livros, cosméticos, acessórios de moda e eletrônicos
● Concorrentes diretos: Amazon, Ebay, OLX e PayPal
● Slogan: Pensou. Checou. Comprou.

A marca no mundo
Atualmente o MERCADO LIVRE, maior site de comércio eletrônico da América Latina e 8º mais acessado do mundo neste segmento, está presente em 13 países, que incluem Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Chile, Equador, México, Peru, Uruguai, Venezuela, República Dominicana, Panamá, além de Portugal, e possui mais de 81 milhões de usuários registrados (no Brasil são mais de 3 milhões). Mensalmente, são realizadas mais de 4.8 milhões de transações através de mais de 950.000 itens publicados em mais de duas mil categorias e subcategorias. Por segundo o MERCADO LIVRE realiza em média 1.000 buscas e concretiza 2 compras. Somente em 2012 foram aproximadamente 67.5 milhões de itens comercializados no valor de US$ 5.7 bilhões.

Você sabia?
Conhecido anteriormente pelo formato de vendas a leilão, o MERCADO LIVRE tem, atualmente, 97% de seus usuários vendendo a preço fixo (o famoso “compre já”). Além disso, 80% dos itens vendidos são novos. Os itens publicados mais populares são das categorias relacionadas à informática e eletrônica.
O MERCADO LIVRE é a fonte de renda para mais de 145 mil pessoas na América Latina. Ou seja, gera trabalho e renda.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 24/5/2013

Um comentário:

marly disse...

Na verdade quero saber quem importa o sabonete Fulton do fabricante argentino MELROSE. Agradeõ se puderem me dar essa informação. Marly