25.9.12

BOOTS


A BOOTS alcançou o posto de maior rede de drogarias do Reino Unido e se transformou em um grande centro de compras, onde o consumidor pode encontrar quase tudo. Apesar de possuir vastas opções de medicamentos e cosméticos em suas prateleiras, a rede é uma das maiores vendedoras de sanduíches da Inglaterra. Afinal, cada vez mais o consumidor vê uma drogaria como centro de conveniência e a marca inglesa soube muito bem aproveitar essa nova visão, aliando a isso serviços diferenciados e um atendimento de alta qualidade.

A história
Tudo começou exatamente no dia 18 de abril de 1849 quando John Boot abriu uma pequena e familiar farmácia em Goose Gate na cidade inglesa de Nottingham, onde ele preparava medicamentos feitos com ervas naturais. Rapidamente seu negócio se tornou popular na cidade, especialmente pelas péssimas condições de trabalho das indústrias locais, que não ofereciam tratamento médico aos funcionários, que recorriam aos medicamentos de John. Com sua morte em 1860, a viúva, Mary, com a ajuda de seu filho, Jesse, continuou administrando a pequena farmácia. Em 1877, Jesse assumiu definitivamente o comando dos negócios, e logo mostrou seu espírito empreendedor ao expandir a linha de produtos com medicamentos tradicionais e itens de bem-estar e higiene pessoal. Além disso, ele implantou uma agressiva campanha de marketing, cujo slogan era “Health for a Shilling”, vendendo seus produtos a um preço bem popular e abaixo da concorrência. Com isso os lucros aumentaram muito, novas lojas foram inauguradas na cidade, e em 1884, a rede abria suas primeiras unidades fora de Nottingham, em Lincoln e Sheffield. Foi também neste ano que a empresa contratou seu primeiro farmacêutico qualificado, fazendo com que a rede ganhasse reputação e confiabilidade diante dos consumidores. Pouco depois, em 1888, a empresa foi rebatizada como Boots Pure Drug Company.


A ambição de Jesse em transformar a BOOTS em um gigante do varejo britânico ficou cada vez mais evidente nos anos seguintes. A rede cresceu rapidamente: se em 1890 eram apenas 10 lojas, em 1914 a rede já possuía mais de 550 unidades em funcionamento na Inglaterra, Escócia e País de Gales. Além disso, a linha de produtos acompanhou a expansão física da rede, que também passou a comercializar itens de papelaria, objetos em prata, porta-retratos, assim como a instalação, em suas maiores lojas, de serviços diferenciados, como, por exemplo, cafés e pequenas livrarias. Após a Primeira Guerra Mundial, Jesse resolveu se aposentar e vendeu a BOOTS para a empresa United Drug Company of America. Sob comando americano a rede BOOTS continuou crescendo nos próximos 13 anos, inaugurando sua milésima loja em 1933.


Porém, com a deterioração da economia americana, a BOOTS foi novamente vendida para um grupo de
investidores britânicos, liderados pelo neto do fundador da empresa, também chamado John. De volta ao controle familiar, a BOOTS iniciou sua expansão internacional em 1936 com a inauguração de lojas na Nova Zelândia, além de iniciar o lançamento de marcas próprias, como a linha de cosméticos No7, que se tornaria extremamente popular (hoje em dia, uma em cada três mulheres britânicas tem ao menos um produto dessa linha em sua bolsinha de maquiagem); e a linha de produtos solares SOLTAN (1939). Convencido de que a rede precisava oferecer serviços e atendimentos excepcionais, ele implantou iniciativas como as lojas com funcionamento 24 horas para melhor atender aos clientes. Após a Segunda Guerra Mundial, período no qual chegou a produzir penicilina para o governo, a empresa voltou a crescer e continuou introduzindo inovações em suas lojas, como o conceito self-service (o tradicional “sirva-se você mesmo”), adotado primeiramente em 1951 em uma unidade da rede localizada em Londres. Nos anos 60 a empresa teve um papel fundamental no desenvolvimento do ibuprofen, utilizado em todo o mundo para tratar dores de cabeça, criando a marca de analgésicos NEUROFEN, em 1983 e hoje de propriedade da Reckitt Benckinser.


Os anos 80 foram marcados por grandes novidades, como por exemplo, a instalação de óticas (BOOTS OPTICIANS) dentro de suas lojas, em 1983, fato que tornaria a BOOTS a segunda maior rede de óticas do Reino Unido, apenas poucos anos depois. Na década seguinte a BOOTS continuou crescendo, especialmente com a introdução de novas marcas próprias (como uma linha de cosméticos com ingredientes botânicos), a inauguração de sua primeira loja em Dublin (1996) e o lançamento de um cartão de fidelidade, batizado de BOOTS ADVANTAGE CARD, em 1997, que oferece inúmeros benefícios através do acúmulo de pontos. Essa década também foi marcada por mais uma onda de expansão internacional, com inauguração de lojas na Holanda, Tailândia, Taiwan e Japão. Apenas a operação da Tailândia e da Holanda sobreviveram.


Um novo capítulo na história da empresa começou a ser escrito no dia 31 de julho de 2006, quando ocorreu a fusão da BOOTS com a Alliance Unichem, formando assim a ALLIANCE BOOTS, um enorme grupo de varejo voltado para o bem-estar, beleza e saúde. A partir de 2008, mais de 700 lojas da UK Alliance Pharmacy, provenientes da fusão, foram transformadas em BOOTS e adaptadas ao conceito “Your Local Boots Pharmacy”, algo como a sua farmácia de bairro. Nos três anos seguintes a rede intensificou sua expansão na Ásia, especialmente Tailândia, e Oriente Médio, onde inaugurou lojas em Dubai, Bahrain e no Catar. Recentemente, em 2012, o gigante Walgreens, maior rede varejista de farmácias dos Estados Unidos, anunciou a aquisição de 45% da BOOTS por US$ 6.7 bilhões, com opção de assumir o comando total em três anos. Essa transação uniu duas grandes empresas, com aproximadamente 11 mil farmácias nos Estados Unidos e na Europa, formando assim a maior rede de distribuição farmacêutica global e o maior comprador de remédios sujeitos a receitas médicas do mundo.


Atualmente a nova proposta da rede é oferecer produtos e serviços que contribuam para que as pessoas se sintam cada vez melhor por dentro e por fora. Em suas modernas lojas é possível encontrar desde produtos de marcas famosas como também fabricados pela própria empresa, cobrindo diversas áreas incluindo maquiagem, cuidado com a pele, produtos e acessórios para cabelos, banho, praia, depilação, perfumes, produtos dentários, vitaminas, produtos para bebês, para homens, brinquedos, eletrônicos, e até serviços de revelação de fotos. Além disso, a rede oferece produtos/serviços de bem-estar (controle de peso, funções do coração, circulação) e remédios, disponíveis em um balcão designado para tal.


Dados corporativos
● Origem: Inglaterra
● Fundação: 18 de abril de 1849
● Fundador: John Boot
● Sede mundial: Londres, Inglaterra
● Proprietário da marca: Alliance Boots GmbH
● Capital aberto: Não
● Chairman: Stefano Pessina
● CEO: Alex Gourlay
● Faturamento: US$ 35.7 bilhões (2011)
● Lucro: US$ 2.23 bilhões (2011)
● Lojas: 3.330
● Presença global: 25 países
● Presença no Brasil: Não
● Funcionários: 116.000
● Segmento: Farmácias e drogarias
● Principais produtos: Medicamentos, cosméticos e itens de bem-estar
● Concorrentes diretos: Tesco,k Asda e The Body Shop 
● Ícones: A linha própria de cosméticos No 7
● Slogan: Feel Good.
● Website: www.boots-uk.com

A marca no mundo
Atualmente a rede BOOTS, subsidiária integral do Grupo Alliance Boots, tem sua operação de varejo presente em 11 países com mais de 3.330 lojas, em sua grande maioria instalada no Reino Unido. A rede detém uma das maiores áreas de vendas do varejo britânico, sendo também a terceira maior rede de farmácias da Europa, além de contar com 625 óticas. Em países como Estados Unidos, Suíça e Hong Kong, a BOOTS vende seus produtos de marcas próprias através de lojas de departamento, outras redes de drogarias e até comércio on-line.

Você sabia?
Todos os produtos cosméticos e de higiene pessoal de marcas próprias da BOOTS não são testados em animais. Até hoje seus produtos já foram testados em aproximadamente 200 mil homens e mulheres com diferentes tipos de peles.
Ao longo dos anos a BOOTS passou por aquisições e incorporações e chegou a apostar em investimentos curiosos em áreas inusitadas como bicicletas e móveis para decoração.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 25/9/2012

Um comentário:

Léo Silveira disse...

Como Sempre mais uma excelente matéria. Uma boa forma de informar seus leitores.

Abração e parabéns