5.6.06

LINDT


Os chocolates LINDT são feitos com os mais puros grãos de cacau, combinados com os mais finos ingredientes como frutas, castanhas nobres e licores, além de cremes elaborados artesanalmente. O resultado final: barras de chocolates com texturas e sabores únicos, apreciadas por chocólatras no mundo inteiro. Para quem tem paixão por chocolate, encante-se com essa indescritível suavidade que derrete na boca, em uma atmosfera de sedução que se acentua a cada pedacinho degustado. 

A história 
Tudo começou no mês de março de 1845 quando David Sprüngli-Schwarz e seu filho, Rudolf Sprüngli-Ammann, abriram a Sprüngli & Son, uma pequena confeitaria na parte antiga da cidade suíça de Zurique. Eles começaram então a aperfeiçoar uma nova receita italiana de chocolate em forma sólida. O sucesso foi tanto que dois anos mais tarde a empresa se mudou para a localidade de Horgen à beira do belo lago Zurich, onde abriu uma pequena fábrica com um quadro de apenas 10 empregados. Em 1870 a produção de chocolate foi mudada para uma instalação maior em Werdmühle em virtude da alta demanda. Com a aposentadoria de Rudolf Sprüngli-Ammann em 1892, seu negócio foi dividido entre os dois filhos. O mais novo, David Robert, recebeu duas confeitarias, conhecidas até hoje com o nome de Confiserie Sprüngli. O irmão mais velho, Johann Rudolf herdou a fábrica de seu pai e ampliou-a, equipando-a com os equipamentos mais modernos da época. Uma nova fábrica foi construída em 1899.


Nesta mesma época ele comprou a pequena, mas extremamente famosa fábrica de chocolate de Rodolphe Lindt (fundada em 1879 na cidade de Berna), e com ela os segredos de fabricação dos chocolates mais cobiçados da época, formando assim a LINDT & SPRÜNGLI. Foi o mestre confeiteiro Rodolphe Lindt que com enorme dedicação, conseguiu transformar o gosto arenoso e ligeiramente azedo do delicado e cremoso chocolate que tanto apreciamos. A massa de chocolate era cremosa, refinada e homogênea. O pioneirismo de Lindt contribuiu para que os chocolates suíços se transformassem no mais famoso do mundo. Segundo a lenda, ele era um sujeito distraído que, certa vez, saiu para caçar e esqueceu as máquinas de sua fábrica de chocolate ligadas por três dias e três noites. A manteiga de cacau e a massa de chocolate ficaram girando em um misturador todo esse tempo. Quando voltou, seu erro tinha produzido um chocolate de textura lisa, aveludada, que, depois de resfriado e colocado em fôrmas, derretia milagrosamente na boca. Fruto do acaso ou não, o fato é que, em 1879, ele elevou o chocolate a um plano superior ao desenvolver um método para quebrar e misturar os componentes do chocolate já derretido. Desse modo, aprimorou o sabor e a textura da especialidade. Em 1905 a empresa abriu outra fábrica na cidade de Berna. Durante as duas décadas seguintes os chocolates suíços tiveram uma enorme explosão mundial, tanto que, em 1915, 3/4 da produção da empresa era exportada para mais de 20 países.


Mesmo com as duas Guerras Mundiais, a empresa conseguiu se reorganizar e sobreviver a esse período tão difícil. Mas não foi uma tarefa fácil. Por exemplo, a Segunda Guerra Mundial trouxe restrições de açúcar e cacau. Nesta época difícil a LINDT seguiu adiante porque sempre fez questão de manter a máxima qualidade na fabricação de seus chocolates. Logo após o término do conflito a demanda por chocolates suíços explodiu e a empresa soube aproveitar muito bem esse momento. Em 1947 abriu subsidiária na Itália, em 1950 na Alemanha e em 1954 na França. De 1961 a 1971 fez várias aquisições de pequenas fábricas locais expandindo sua capacidade de produção para atender a enorme demanda por seus produtos.


No ano de 1994 a empresa passou oficialmente a se chamar Chocoladefrabriken Lindt & Sprüngli. Nos anos seguintes a empresa fez duas importantes aquisições: a italiana Caffarel (1997) e a americana Ghirardelli (1998), responsável por solidificar a marca LINDT nos Estados Unidos. Neste período continuou seu ambicioso plano de expansão internacional inaugurando subsidiárias na Polônia, Austrália e Canadá. Foi nesta década, nos Estados Unidos, que a empresa começou a inaugurar pontos de venda próprios, batizados de LINDT BOUTIQUE. Em 2004 a marca inaugurou na cidade de Sidney, na Austrália, sua primeira loja própria utilizando o conceito de “café”, chamada LINDT CHOCOLAT CAFÉ, onde é possível encontrar uma clássica e deliciosa linha de sorvetes, além de bebidas quentes. Hoje em dia esse formato conta com lojas na Austrália, no Japão e alguns outros países.


No dia 21 de janeiro de 2008 morreu Rudolph R. Sprüengli aos 88 anos. O executivo trabalhou por toda sua vida na empresa e foi decisivo para transformar a marca LINDT em sinônimo de consumo de luxo no segmento de chocolates. Ele foi Chairman da empresa entre 1971 e 1994 e sob sua direção a marca se transformou em sinônimo de chocolate premium em todo mundo, arrastando consigo milhões de fiéis admiradores. A ele é creditado o fato da empresa ter resistido às investidas de multinacionais para comprá-la. Mais conhecido como “o rei do chocolate” ou “patriarca”, também ficou famoso por combater possíveis adversários no comando da Lindt & Sprüengli, incluindo seus dois filhos, Luzius e Rudolf. “A empresa é mais importante que a família”, costumava afirmar Sprüengli.


Em julho de 2014, a empresa comprou a Russell Stover, tradicional fabricante americana de chocolates e doces. A marca americana, fundada em 1923, ganhou enorme exposição no filme Forrest Gump, em 1994, quando o protagonista – interpretado por Tom Hanks – comia chocolates Russell Stover. O negócio deu à LINDT a terceira colocação entre os maiores fabricantes de chocolates dos Estados Unidos, atrás apenas da Hershey’s e da Mars. Enquanto isso no Brasil, nesse mesmo mês, a LINDT inaugurou sua primeira loja própria no país, localizada no shopping Pátio Higienópolis em São Paulo. Como tradição em todas as aberturas de suas lojas, a LINDT distribuiu bombons grátis durante os primeiros três dias de funcionamento para convencer os consumidores a experimentar as delícias da marca. O projeto arquitetônico segue o padrão global de sucesso da marca, com um layout moderno, fachada com espelhos na cor marrom, que remetem ao universo do chocolate. Estantes de vidro e madeira favorecem a exposição dos produtos. Uma das novidades para os consumidores brasileiros é a venda dos bombons LINDT por peso. Além de priorizar o autoatendimento, oferece um mix de produtos comercializado exclusivamente nas lojas próprias, como a linha Hello, em diferentes opções de formatos e sabores. A marca suíça já possui seis lojas em solo brasileiro (cinco em São Paulo e uma no Rio de Janeiro). Apesar da abertura de lojas próprias, desde 1969 a LINDT é representada no país através do seu parceiro de distribuição local Aurora que continua atendendo os atuais pontos de varejo.


Em sua sede em Kilchberg, uma pequena cidade de 7 mil habitantes nas cercanias de Zurique, a LINDT mantém um museu cujo convite parece ser irrecusável. No tour guiado o visitante pode conhecer a história do chocolate ao leite, uma invenção suíça, e outros detalhes de produção e fabricação dos produtos da marca. A melhor parte, no entanto, fica por último. A degustação. O museu também possui uma deliciosa loja que vende os maravilhosos chocolates tão conhecidos por seus preços nada baratos. Criar um chocolate de excelente qualidade é uma arte que requer habilidades especiais, dedicação e paixão. E os Maîtres Chocolatiers da Lindt são especialistas neste ofício. Há mais de 165 anos, vêm desenvolvendo e refinando suas receitas secretas e únicas com devoção absoluta, começando com uma criteriosa seleção das mais sofisticadas matérias-primas e ingredientes da mais alta qualidade.


As preciosidades 
Os chocolates LINDT se tornaram famosos não somente por sua qualidade suprema, mas também por produtos, que além dessa qualidade, se transformaram em enorme sucesso entre os consumidores como os famosos LINDOR (na Suíça conhecidos como “Lindor Kugeln”), pequenos bombons trufados, de consistência perfeita, com inigualáveis recheios cremosos que dissolvem na boca. Esse símbolo da marca foi introduzido em 1949 na Suíça primeiramente em tabletes, e somente em 1967 na forma de bolinhas redondas como edição especial de natal. O sucesso foi tanto que em 1969 LINDOR passou a fazer parte da linha de produtos da marca suíça. LINDOR evoluiu com o tempo para se tornar a linha de produto mais popular da marca, reconhecida por sua tradicional embalagem vermelha. No decorrer desses anos vários tipos foram introduzidos: chocolate meio amargo (1984), chocolate branco (1985), com recheio de avelã (1994). Cada sabor é embrulhado em uma cor de papel diferente: vermelho (chocolate ao leite), amarelo e branco (chocolate branco), azul (chocolate amargo), preto (60% de cacau), rosa (morango), verde (menta), laranja (laranja), marrom (avelã), marrom-escuro (café mocha), marrom-claro (manteiga de amendoim), dourado com azul (canela) e rosa claro (Irish Cream). Outro produto de sucesso dessa linha é o Lindor Maxi 550 gramas, que, quando aberto, torna-se um bowl com aproximadamente 44 trufas Lindor ao Leite. Anualmente são vendidas mais de 3 bilhões de bolinhas LINDOR no mundo.


Outro produto tradicional da marca suíça é o LINDT GOLD BUNNY (coelho dourado), pequenos coelhos de chocolate ao leite, identificados pelo papel dourado e uma fita vermelha no pescoço, lançados pela primeira vez em 1952, que se tornaram extremamente populares na época da Páscoa. A lenda conta que em uma manhã de primavera na Suíça, um dos Maitres chocolatiers da LINDT notou a presença de um coelho em seu jardim. Seu filho ficou tão feliz quando viu o animal que começou a chorar assim que ele desapareceu. Intrigado com a reação do filho, o pai teve a seguinte ideia: fazer um coelho de chocolate com um sino em volta do pescoço, para nunca ser perdido. O doce coelhinho feito de chocolate ao leite foi embalado com um material dourado e brilhante e com um selo especial de qualidade. Assim nascia o famoso GOLD BUNNY LINDT. Com o passar dos anos o coelhinho dourado ganhou novos tamanhos e apresentações e se tornou ainda mais conhecido como um símbolo do começo da primavera suíça e sinônimo de coelho de chocolate. Para muitos, a Páscoa tornou-se inimaginável sem o tradicional coelhinho dourado da LINDT. Anualmente são vendidas mais de 135 milhões de unidades do delicioso coelho de chocolate ao leite.


Além disso, a marca possui em sua linha de produtos as tradicionais SWISS LUXURY COLLECTION, luxuosas e sofisticadas caixas douradas de bombons (pralinés) sortidos feitos com ingredientes nobres como gianduia (chocolate com o creme de avelã), creme de amêndoas e macadâmia; os THINS, finíssimos quadradinhos de chocolate, ideais para serem consumidos após as refeições acompanhados de café ou licor, disponíveis em sabores como Milk (ao leite), Dark (meio amargo) e Orange (aromatizado com laranja); GOLD, famosas barras de 300g do mais puro chocolate ao leite, oferecida também com avelãs e amêndoas; e CREATION (lançada em 2012), uma linha de tabletes com texturas cremosas (recheio) e sabores fantásticos, que incluem de sobremesas famosas como Tarte au Chocolat, Crème Brulée, Tiramisu e Creme Caramel; além das barras tradicionais com recheios nos sabores morango, cereja, laranja, caramelo, pistache, amêndoa, chocolate branco, entre outros muitos.


Outro ícone da marca são as barras de chocolates com alto teor de cacau EXCELLENCE (introduzidas em 1989). Hoje em dia a linha, um verdadeiro sucesso de vendas, é oferecida em mais de 30 sabores diferentes, como por exemplo, Mint Intense (menta), Orange Intense (laranja com amêndoas), Extra Creamy (chocolate ao leite extra cremoso), Crunchy Caramel (chocolate ao leite com pedaços crocantes de caramelo), Chili (chocolate meio amargo com toques de pimenta vermelha), Sea Salt (chocolate com toque de sal marinho), White Cococnut (chocolate branco com raspas de coco), Dark Chocolate (disponível nas versões 50%, 60%, 70%, 85%, 90% e 99% de cacau), Madagascar (65% de cacau proveniente da ilha africana) e Ecuador (75% do cacau proveniente do país sul-americano). Anualmente são vendidas mais de 300 milhões de barras dessa linha.


A linha EXCELLENCE se tornou um ícone da LINDT e suas embalagens evoluíram ao longo dos anos (imagem abaixo).


Para as festas de final de ano, especialmente o Natal, a marca suíça criou outro verdadeiro ícone: LINDT TEDDY. Lançado em 2011, o tradicional ursinho de chocolate ao leite embalado em um papel dourado com um laço vermelho e um pingente de coração no pescoço se tornou um verdadeiro sucesso, vendendo mais de 60 milhões de unidades todos os anos. O ursinho de chocolate se tornou símbolo de carinho e amor.


Outras novidades lançadas pela marca suíça são: Truffes Marc de Champagne, deliciosas trufas de chocolate ao leite com recheio de champanhe; e Truffes Assorties, caixa com trufas sortidas, feitas de chocolate com recheio trufado sabor chocolate ao leite ou amargo. Uma de suas mais recentes inovações, lançada em 2012, é a linha HELLO com tabletes em sabores diferenciados como Caramel Brownie, Cookies & Cream, Strawberry & Cheesecake, Nougat Crunch e Sweet Popcorn. Na linha, com embalagens modernas que remetem ao público jovem e urbano, também estão disponíveis os Sticks, tabletes mais fininhos. Além dos chocolates, algumas embalagens também ajudaram a marca LINDT a alcançar o sucesso: GOLD CAN, a tradicional leiteira dourada, estampada com símbolos do folclore suíço e a LINDOR HEART, uma charmosa latinha com quatro bombons da celebrada linha Lindor, em forma de coração.


A identidade visual 
O tradicional logotipo da marca pode ser aplicado de duas maneiras: na tradicional cor dourada com fundo branco ou com o icônico fundo azul.


Já a identidade corporativa da empresa possui um logotipo próprio, como forma de diferenciar-se da marca LINDT.


Os slogans 
Chocolate Beyond Compare. (2012, Estados Unidos) 
Maître Chocolatier Suisse Depuis 1845. (2008) 
Master Chocolatier since 1845. (2008, inglês) 
Beautifully that there still the Special. Since 1845. (1986) 
It is you right to expect from Lindt Special. (1976)


Dados corporativos 
● Origem: Suíça 
● Fundação: 1845 
● Fundador: David Sprüngli-Schwarz, Rudolf Sprüngli e Rodolphe Lindt 
● Sede mundial: Kilchberg, Suíça 
● Proprietário da marca: Chocoladefabriken Lindt & Sprungli AG 
● Capital aberto: Sim (1986) 
● Chairman & CEO: Ernst Tanner 
● Faturamento: US$ 3.34 bilhões (2014) 
● Lucro: US$ 347 milhões (2014) 
● Valor de mercado: US$ 15.6 bilhões (setembro/2015) 
● Lojas: 275 
● Presença global: 125 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Maiores mercados: Estados Unidos, Alemanha, Suíça, Itália e França 
● Funcionários: 12.000 
● Segmento: Chocolates premium 
● Principais produtos: Linhas de chocolates finos e bombons 
● Concorrentes diretos: Godiva, Valrhona, Neuhaus, Cailler, Pierre Marcolini, Toblerone e Ferrero 
● Ícones: A linha Lindor e o Gold Bunny 
● Slogan: Maître Chocolatier Suisse Depuis 1845. 
● Website: www.lindt.com 

A marca no mundo 
Hoje a empresa possui 8 fábricas localizadas na Suíça, Alemanha, França, Itália, Estados Unidos e Áustria, além de subsidiárias em 17 países, como por exemplo, Inglaterra, Espanha, Polônia, Canadá e Austrália. A marca é líder de vendas na Europa (especialmente em países como Alemanha, França, Suíça e Itália) e apreciada em mais de 125 países ao redor do mundo. Possui ainda uma rede composta por mais de 275 lojas próprias em cidades como Nova York, Orlando, Atlanta, Filadélfia, Chicago, Miami, Toronto, Paris, Munique e São Paulo, que comercializam sua linha composta por mais de 400 diferentes tipos de chocolate e produtos derivados. A empresa ainda é proprietária da Ghirardelli (tradicional fabricante de chocolates premium fundada em 1852 na Califórnia), Caffarel (uma das mais tradicionais marcas de chocolate da Itália), Hofbauer (marca austríaca criada em 1882), Küfferle (fabricante austríaca de chocolates) e Russell Stover (fabricante americana de chocolate fundada em 1923). 

Você sabia? 
Um dos canais de vendas mais importantes para a marca suíça são os Dutty Free. A LINDT está presente em mais de 500 aeroportos no mundo. 
Desde 2009, o tenista Roger Federer é o embaixador global da marca LINDT no mundo. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Isto é Dinheiro, Época Negócios e Exame), jornais (Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (Interbrand e Mundo do Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 18/9/2015

3 comentários:

Anônimo disse...

Hoje fui communicado o falecimento do Chairman Honorário: Dr. Rudolph R. Sprüngli (21.1.2008), com a idade de 88 anos.
O Sr. Rudolph R.Sprüngli fui um grande empresario que liderou com muito successo este grupo dedicado ao mercado de chocolates de alta qualidade.

  Caroline L. disse...

Tudo muuito lindo e pá! haeiuheiauehu, mas AONDE posso encontrar chocolates Lindt no Brasil ? :S

Pegorim disse...

Na Americanas.com ora bolas!!