4.5.06

SOUTHWEST AIRLINES


Nada pode surpreender nas iniciativas da SOUTHWEST AIRLINES: os aviões foram pintados de “baleias assassinas” quando o parque aquático Sea World em San Antonio foi inaugurado; acreditam que o cliente vem em segundo lugar; publicam anúncios de emprego que dizem “trabalhe em um lugar onde usar calças é uma opção”; e onde as aeromoças vestiram-se de renas e duendes no Natal, enquanto o piloto entoava cânticos e balançava o avião. E o melhor de tudo, adora manter os preços mais baixos do mercado americano para que seus clientes tenham experiências incríveis mais acessíveis. Este é o verdadeiro espírito de uma das mais respeitadas e inovadoras companhias aéreas dos Estados Unidos. 

A história 
A ideia para a concepção da SOUTHWEST AIRLINES surgiu em 1966 em um simples guardanapo de papel, onde Rollin King, dono de uma pequena empresa de transporte aéreo na cidade de San Antonio, conversando com Herb Kelleher e o banqueiro John Parker, desenhou um triângulo que ligava as três maiores cidades do estado do Texas: Houston-San Antonio-Dallas. Todos eles estavam insatisfeitos de como era incômodo e caro viajar de avião no estado texano. Quando King perguntou a Kelleher: “Vamos montar uma companhia aérea?”, a resposta não poderia ser outra “Rollin, você é louco. Claro que vamos”. Estavam criadas as primeiras rotas da SOUTHWEST AIRLINES, cujos alvos seriam os passageiros frequentes, que optavam por preços mais baixos. A ideia era simples: voar sempre no horário, sem atrasos, pelo menor preço possível, fazendo o passageiro se divertir enquanto isso.


Apesar da empresa ter sido fundada oficialmente no dia 16 de março de 1967, somente após uma intensa batalha judicial, movida pelas companhias aéreas Braniff, Trans-Texas e Continental Airlines, a SOUTHWEST AIRLINES oficialmente decolou no dia 18 de junho de 1971. Contando com apenas três aeronaves Boeing 737-200 inaugurou seis voos de ida e volta entre as cidades de Dallas e San Antonio, e doze entre Dallas e o aeroporto internacional de Houston, com preço de US$ 20 a passagem. Um aeroporto, localizado a apenas 10 minutos do centro de Dallas, foi escolhido como base de operações da empresa. Era o início da companhia aérea mais diferenciada e inovadora das Américas.


Porém o começo não foi nada fácil. Os aviões, apesar dos preços baixos das passagens não decolavam totalmente lotados. Foi então que a empresa adotou o posicionamento de “Companhia do Amor”, construindo uma imagem irreverente e sensual. Seu aeroporto base era conhecido como Love Field (o Campo do Amor), utilizava a palavra amor em abundância nos seus anúncios publicitários, colocou um coração em seu logotipo, os aviões eram chamados “Pássaros do Amor”, as bebidas servidas de “Poções do Amor” e os amendoins de “Bocados do Amor”, as passagens emitidas pela máquina do amor e as aeromoças eram conhecidas como “Love Hostess” ou “Aeromoças do Amor” com uniformes extravagantes criados pela Lorch, uma loja de roupas elegante da cidade de Dallas. Imagine agora esta cena: três comissárias com belas pernas enfiadas em shorts curtos e vestindo longas botas de couro brancas com salto alto, servindo Blood Mary e sorrindo para um grupo de passageiros, formado principalmente, por homens, totalmente acordados, nos aviões da SOUTHWEST, mesmo às 8:00 horas da manhã. Este era o Voo do Amor, entre as cidades de Dallas e Houston. E o mais importante, toda essa estratégia diferenciava a SOUTHWEST AIRLINES das outras companhias aéreas, que tinham um estilo enfadonho e mal-humorado. Até suas campanhas publicitárias eram bem humoradas, utilizando slogans como “Agora há mais alguém lá em cima que gosta de você”.


A expansão da companhia aérea começou em 1975, após mais uma longa batalha jurídica, quando passou a servir cidades menores do estado do Texas, iniciando por Harlingen, situada no chamado “Vale do Rio Grande”, com quatro voos diários em dias úteis. Em 11 meses de serviços o volume de passageiros dessa região, que era de aproximadamente 123 mil, saltou para 325 mil passageiros. E um dos motivos era a tarifa permanentemente baixa da SOUTHWEST AIRLINES, permitindo assim que mais pessoas voassem. A iniciativa de voar para essa região abriu portas para outras pequenas cidades como Midland-Odessa, Austin, El Paso, Lubbock e Corpus Christi. Nesta época, em 1976, a empresa atingiu a marca de cinco milhões de passageiros transportados, colocou seu sexto Boeing 737 em serviço, enquanto alcançava a marca do um milhão e meio de clientes totalmente satisfeitos. Um fato importante a ser destacado: entre 1972 e 1978, a SOUTHWEST não aumentou o preço de suas passagens. Os primeiros voos para fora do estado do Texas somente começaram em 1979 para a cidade de Nova Orleans, estado da Louisiana.


A década seguinte começou com a inauguração de novas rotas em 1982 para as cidades de Las Vegas, Los Angeles, Phoenix, San Francisco e Kansas City, seguida em 1985 por Chicago e Detroit em 1987. Em 1990 a SOUTHWEST AIRLINES atingiu faturamento superior a US$ 1 bilhão, tornando-se assim uma das gigantes do setor aéreo americano. Pouco depois, em 1993, iniciou expansão para o leste do país, com a inauguração de voos para o Baltimore/Washington International Airport, e em 1996, invadiu a ensolarada Flórida, voando para as cidades de Tampa, Ft. Lauderdale e Orlando. No ano seguinte inaugurou serviço para sua 50ª cidade, Jacksonville na Flórida.


Deste momento em diante, os passageiros americanos já conheciam o estilo SOUTHWEST de voar. E um exemplo deste estilo ocorreu em 1995 quando em várias ocasiões, os funcionários que trabalhavam em diferentes estações na Califórnia e no centro de reservas de Albuquerque, apareceram com os rostos pintados, capacetes de guerra e roupas camufladas, para simbolizar sua participação na “guerra” contra a ponte aérea deflagrada pela gigante United Airlines. Outro exemplo que vale a pena ser relatado aconteceu em 2005 quando o último Boeing 737-200, integrante da frota desde a década de 1970, foi aposentado. Para celebrar este momento, intitulado “Putting the –200 to Bed” (algo como “colocando o 737-200 para dormir”), alguns funcionários foram escolhidos para trabalhar de pijama no último voo desta aeronave, realizado logo pela manhã, que refez a rota original entre Dallas-San Antonio-Houston. Mais recentemente, no ano de 2009, em mais uma prova de ousadia na sua linha de comunicação, a empresa colocou adesivos em alguns de seus aviões com fotos de sua mais bela aeromoça trajando um biquíni branco e em poses pra lá de sensuais, tornando-a celebridade, principalmente na internet. Outro fator que fez aumentar ainda mais sua popularidade foi permitir recentemente que animais de estimação (cães e gatos pequenos devidamente vacinados) pudessem viajar a bordo com seus donos, desde que estejam acondicionados de maneira correta e paguem um taxa adicional.


Os custos baixos deram à SOUTHWEST AIRLINES seu nicho de mercado e uma vantagem competitiva: o de possuir as tarifas mais baixas do mercado americano. E isso, por sua vez, criou um fenômeno conhecido no setor aéreo como o “efeito Southwest”. Os aeroportos servidos pela empresa têm as tarifas médias mais baixas do que os demais. Isto porque as outras companhias aéreas se sentem compelidas a reduzir suas tarifas para se tornar competitiva. Além disso, enquanto os gigantes do setor aéreo americano definham em intermináveis crises financeiras, uma das mais bem sucedidas e lucrativas companhias aéreas do mundo, utilizando estratégias diferenciadas, algumas das quais nunca vistas antes no setor, conseguiu florescer e prosperar no mundo pós-ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.


Na última década a SOUTHWEST AILINES cresceu consistentemente, não somente pelo número de passageiros transportados, como também pelo aumento de cidades servidas em território americano. Em meados de 2011, a empresa anunciou a aquisição da AirTran Airways, companhia aérea de baixo custo com uma pequena frota de aviões novos e eficientes, por aproximadamente US$ 1.4 bilhões em dinheiro e ações. A aquisição expandiu significativamente seus serviços de baixo custo com a criação de centenas de novos itinerários de tarifa reduzida aos viajantes no mercado americano. A total integração deve ser concluída até o final de 2014, quando a marca AirTran será definitivamente extinta. Com isso, a SOUTHWEST AIRLINES terá capacidade para atender mais de 100 milhões de passageiros em 100 importantes aeroportos americanos. Mais recentemente, no dia 11 de abril de 2012, a SOUTHWEST AIRLINES recebeu o primeiro Boeing 737-800 (capacidade para 175 passageiros), batizado de “Warrior One”, iniciando assim uma modernização em sua enorme frota. No ano seguinte, a companhia aérea deu um passo importante para o início de suas operações internacionais ao inaugurar voos para a cidade de San Juan em Porto Rico, que é um estado americano. Isto culminou em julho de 2014 com o início de seus serviços internacionais, com voos para três destinos no Caribe (Oranjestad, em Aruba; Montego Bay, na Jamaica; e Nassau, nas Bahamas). Pouco depois começou a operar voos para Cancun e Cabo San Lucas, ambos os destinos no México. Em novembro, novas rotas: Cidade do México e Punta Cana, Na República Dominicana.


As inovações 
Entre muitas inovações e novidades que a SOUTHWEST AIRLINES introduziu no mercado algumas chamam a atenção: 
● Lançamento em 1972 de sua revista de voo chamada Spirit (chamada atualmente de SOUTHWEST THE MAGAZINE), e que atualmente tem mais de 3.5 milhões de leitores a cada edição. 
● Pioneira em oferecer serviço de fretes com entrega no mesmo dia da postagem em 1973. Esse serviço era chamado de RUSH CARGO. 
● Instalação de máquinas self-ticketing em 10 cidades americanas tornando a compra de passagens muito mais rápida e ágil em 1979. 
● Primeira companhia aérea a padronizar sua frota (Boeing 737) e com isso racionalizar o treinamento dos pilotos, mecânicos, estoque de peças, ferramentas, kits de manutenção, etc. 
● O sucesso da comemoração intitulada Love Southwest Style, com jogos e brincadeiras a bordo, deixando seus serviços ainda mais diferenciados em 1981. 
● O programa de milhagem, chamado Southwest Airlines Rapid Rewards, introduzido em 1987 com o nome de The Company Club. 
● Primeira companhia aérea com um programa de fidelidade que concedia crédito pelo número de viagens e não pelo número de milhas. 
● Primeira companhia aérea a oferecer um sistema de viagens sem passagem (Ticketless Travel) em 1994. 
● Primeira no segmento aéreo a lançar uma página na internet em 1995, batizada inicialmente Southwest Airlines Home Gate
● Pioneira em descontos seniores. 
● Introdução em 2000 do SWABIZ, uma ferramenta que dava assistência aos gerentes de agências de viagem na reserva e acompanhamento de viagens feitas pelo site da empresa. 
● Todos os assentos de seus aviões passaram a serem de couro em 2001. 
● A partir de 2010 disponibilizou rede wi-fi em seus aviões. 
● Em 2012 apresentou um novo design interior de cabine ecológico, com materiais sustentáveis e resistentes, batizado de EVOLVE. Este novo conceito interior, que será aplicado em todos os aviões de sua frota, além de diminuir o peso da aeronave e maximizar espaço, propicia um maior conforto aos passageiros com novos assentos, carpetes e uma nova iluminação.


Um modelo diferente 
Para começar, o modelo de negócios da empresa reza que ela deve competir com automóveis e ônibus, e não com outras companhias aéreas como era de se esperar. A SOUTHWEST AIRLINES não fala em comida e conforto. A razão pela qual é tão popular: faz um ótimo trabalho em prometer por baixo e oferecer por cima. A companhia aérea promete muito pouco e, mais importante, nunca falha. Dar-lhe-ão um pacote de amendoins e uma Coca-Cola e é, por isso, muito difícil causar alguma desilusão em seus passageiros. Por último, lhe promete que o transportará de um lugar para outro a preços razoáveis. Não por acaso, a companhia aérea foi eleita por sete anos, seis deles consecutivos, a Nº1 em satisfação de consumidores nos Estados Unidos.


Além disso, para a empresa o cliente vem em segundo lugar. Pode parecer estranho, mas em primeiro lugar vêm os colaboradores (funcionários). E segue uma lógica: se o trabalhador for bem tratado, o cliente é bem tratado. Se o cliente está feliz ele volta e deixa os acionistas felizes também. Por isso a SOUTHWEST é conhecida pelo ambiente de trabalho divertido, flexível e irreverente que oferece aos seus colaboradores.


Os fatores que a diferenciam de todas as outras empresas aéreas do mercado americano são inúmeros. Além de ser é a única entre as principais companhias aéreas americanas a oferecer a todos os clientes as duas primeiras bagagens despachadas (sujeito a limitações de peso e tamanho) e todas as trocas de passagens sem taxas adicionais, esses fatores vão da excelência operacional, com os “turn-arounds” (virar o avião em pista e prepará-lo para decolar novamente) mais rápidos da indústria (em média 20 minutos para um Boeing 737 lotado) ou outros que aparentemente o público não seria capaz de definir, embora possa sentir: por exemplo, para trabalhar na empresa, é realmente necessário vestir a camisa e, ter naturalmente, uma personalidade que combine com a companhia. Bom humor, informalidade e um espírito verdadeiramente voltado a trabalhar em equipe são alguns destes atributos. Na SOUTHWEST AIRLINES todo mundo está concentrado na satisfação do cliente. Não é raro ver pilotos ajudando agentes de pistas ou o vice-presidente auxiliando com as bagagens. Para assegurar a lealdade da sua equipe (entenda-se funcionários), considerada seu maior patrimônio e principal fator de seu extraordinário sucesso, a SOUTHWEST AIRLINES segue a receita: 
● Contrate com base na filosofia de vida e forneça treinamento específico para a função; 
● Faça com que todos absorvam a cultura da empresa imediatamente; 
● Mantenha todos em constante treinamento; 
● Pratique o “É dando que se recebe”; 
● Desperte a criança que toda pessoa tem dentro de si; 
● Realize mais com menos; 
● Ame seus colaboradores, principalmente nos momentos difíceis; 
● Faça somente o que você realmente considera certo; 
● Fortaleça a família corporativa.


Alguns números interessantes 
A SOUTHWEST AIRLINES serve anualmente em seus voos cerca de 90 milhões saquinhos de amendoins, 16 milhões de bebidas alcoólicas, 47 milhões de sacos de pretzels, 45 milhões de embalagens de snacks e 68 milhões de latas de refrigerante, suco ou água. Outros dados interessantes: 1.545 casais trabalham na SOUTHWEST AIRLINES; anualmente seus aviões consomem mais de 1.9 bilhões de galões de combustível; o voo mais curto é entre as cidades texanas de Austin e Houston com 148 milhas; e o mais longo é entre as cidades de Baltimore-Washington e Seattle com 2.335 milhas; aproximadamente 81% dos passageiros utilizam o check-in online ou quiosques de autoatendimento; e cada avião da companhia faz aproximadamente seis voos diários ou 11 horas e 4 minutos.


Um marketing irreverente no ar 
Entre as muitas inovações de marketing, as mais aparentes são as pinturas especiais que decoram seus Boeing 737, comemorando feitos e datas especiais da empresa. A prática começou em 1988 quando um avião foi pintado de “Orca”, conhecida como baleia assassina, para comemorar a parceria com o parque temático Sea World da cidade de San Antonio no Texas. Batizado de SHAMU ONE estreou sobrevoando o parque temático, em uma manobra surpreendente a apenas 762 metros do chão, sobre centenas de eufóricos funcionários do parque. Esse voo de estreia continuou depois para Houston e Dallas. Nos seis dias seguintes este avião completou uma turnê por 27 cidades, de costa à costa dos Estados Unidos, incluindo Nova York e cada cidade servida pela SOUTHWEST AIRLINES na época.


Desde o SHAMU ONE, a SOUTHWEST AIRLINES investiu mais de US$ 175 milhões em pinturas especiais de seus aviões: 
SHAMU TWO (1989) 
SHAMU THREE (1990) 
LONE STAR ONE (1990) pintado nas cores da bandeira do Texas para comemorar os 20 anos de fundação da empresa. 
ARIZONA ONE (1994) em homenagem ao estado do Arizona. 
CALIFORNIA ONE (1995) em homenagem ao estado da Califórnia. 
SILVER ONE (1996) para comemorar os 25 anos da empresa. 
NEVADA ONE (1999) em homenagem ao estado da Nevada. 
NEW MEXICO ONE (2000) em homenagem ao estado do Novo México. 
CANYON BLUE (2001) para celebrar o passado e o futuro da empresa. 
TRIPLE CROWN ONE, dedicado aos empregados que fizeram a SOUTHWEST vencer por cinco anos seguidos (1992 à 1996) o troféu Triple Crown (pontualidade, menor número de reclamações e de bagagens extraviadas). 
MARYLAND ONE (2005) em homenagem ao estado da Maryland. 
SLAM DUNK ONE (2005) para celebrar a parceria com a NBA (Liga Profissional de Basquete). 
ILLINOIS ONE (2008) em homenagem ao estado de Illinois. 
FLORIDA ONE (2010) em homenagem ao estado da Flórida. 
COLORADO ONE (2012) em homenagem ao estado da Colorado. 
PINGUIN ONE (2013) em homenagem aos 25 anos de parceria com o parque temático Sea World.


A parceria de 26 anos entre a SOUTHWEST AIRLINES e o parque temático Sea World não será renovada no final de 2014, quando o contrato atual expira. Isto porque, a empresa vinha enfrentando intensas e raivosas reações de ativistas de direitos animais, já que o parque temático abriga a exibição de espetáculos com animais como baleias e golfinhos. Como parte da parceria, três aviões da companhia aérea tinham baleias orcas e pinguins pintados. Estes aviões voltarão a ter a pintura tradicional da companhia aérea.


A evolução visual 
Ao longo de sua trajetória de sucesso a imagem visual da SOUTHWEST AIRLINES mudou radicalmente. Inicialmente utilizando um coração e a cor vermelha em seu logotipo, a marca foi sofrendo um primoroso processo de evolução. Em 1998 o coração deu lugar ao tradicional avião da companhia aérea em sua identidade visual.


Em 2001 ocorreu o lançamento de uma identidade visual representada pelo tradicional avião pintado nas novas cores da empresa, que teve a palavra AIRLINES definitivamente retirada do logotipo em 2007, além de uma pequena modernização. Em setembro de 2014 a marca apresentou sua nova identidade visual. A mudança foi radical. Começou com a adoção de uma nova tipografia de letra (escrita em minúsculo) e a retirada do avião. Mas a maior mudança foi novamente a adoção do tradicional coração em sua identidade visual, agora nas cores azul, vermelho e amarelo.


O visual de suas aeronaves também mudou ao longo dos anos. A mais acentuada dessas mudanças ocorreu em 2001 quando foi introduzida a pintura Canyon Blue, que gradativamente se tornou padrão de sua frota. Foi a primeira grande mudança visual em 30 anos. Apesar disso, uma aeronave ainda foi mantida com a antiga pintura (chamada de “Desert Gold”) para homenagear as três primeiras cidades servidas pela empresa.


Em 2014, com a adoção de uma nova identidade visual, a pintura de seus aviões também mudou. A nova pintura, batizada de “Heart” (coração), adotou um azul mais escuro, com nova tipografia de letra na fuselagem (e não mais na cauda) e corações pintados nas barrigas das aeronaves. O coração representa a total dedicação ao passageiro, mostrando a força dos 45.000 funcionários da maior companhia aérea doméstica do mercado americano. O primeiro avião com o novo visual foi batizado de “Heart One”. Aos poucos, toda a frota será padronizada com a nova pintura.


Os slogans 
Uma das principais características da SOUTHWEST AIRLINES é o inteligente humor utilizado em sua comunicação, especialmente em seus slogans criativos e muitas vezes irônicos: 
If it matters to you, it matters to us. (2013) 
It’s On. (2010) 
Bags Fly Free. (2010) 
Grab Your Bag. It’s On. (2009) 
Share the spirit. (2008) 
A Symbol of Freedom. (2001) 
Just Plane Smart. (1992) 
The Somebody Else Up There Who Loves You. 
Love Is Still Our Field. 
You Are Now Free To Move About The Country. 
The Low Fare Airline.


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 16 de março de 1967 
● Fundador: Herb Kelleher, Rollin King e John Parker 
● Sede mundial: Dallas, Texas 
● Proprietário da marca: Southwest Airlines Co. 
● Capital aberto: Sim (1975) 
● Chairman & CEO: Gary Kelly 
● Faturamento: US$ 17.7 bilhões (2013) 
● Lucro: US$ 754 milhões (2013) 
● Valor de mercado: US$ 23 bilhões (setembro/2014) 
● Frota: 676 aviões 
● Destinos: 96 
● Passageiros transportados: 133.200.000 (2013) 
● Presença global: 7 países 
● Presença no Brasil: Não 
● Funcionários: 45.500 
● Segmento: Aviação comercial 
● Principais produtos: Passagens áreas de baixas tarifas e transportes de carga 
● Concorrentes diretos: JetBlue, Virgin America, Frontier, Spirit Airlines, WestJet, Delta, American Airlines e United Airlines 
● Ícones: O alegre ambiente de suas aeronaves e a pintura personalizada de seus aviões 
● Mascote: TJ Love’s (um aviãozinho animado) 
● Slogan: If it matters to you, it matters to us. 
● Website: www.southwest.com 

A marca no mundo 
Apesar de ser uma companhia aérea mais focada em voos domésticos, a SOUTHWEST AIRLINES é a maior empresa aérea do mercado americano em volume de embarque, transportando mais de 133 milhões de passageiros (dados de 2013), servindo aproximadamente 90 cidades em 41 estados e operando mais de 3.600 pousos e decolagens diariamente. Os aeroportos com maior movimento de aviões da SOUTHWEST AIRLINES são os da cidade de Chicago, Las Vegas, Biltmore/Washington, Denver, Houston, Atlanta, Phoenix, Dallas, Orlando e Los Angeles. A empresa tem mais de 45 mil funcionários e 676 aviões modelos Boeing 737 (a maior operadora deste modelo no mundo) em sua frota, cuja média de idade é de 11 anos. A SOUTHWEST AIRLINES é hoje uma empresa que fatura mais de US$ 17 bilhões ao ano (em 2013 comemorou seu 41º ano de lucros consecutivos) e que normalmente obtém uma pontuação na avaliação de satisfação dos clientes mais alta que a concorrência, de acordo com o Departamento de Transporte dos Estados Unidos (DOT). Contando com sua subsidiária, a AirTran Airways (que até o final de 2014 será totalmente integrada a empresa), a SOUTHWEST é capaz de servir 96 destinos em 41 estados americanos, Porto Rico e cinco países próximos como México, Jamaica, Aruba, República Dominicana e Bahamas. A empresa também atua no segmento de transporte de cargas através da SOUTHWEST CARGO. 

Você sabia? 
Com exceção de três funcionários que foram dispensados em uma contenção de despesas no começo da década de 1970, e logo depois recontratados, a empresa nunca demitiu ninguém. 
A empresa envia anualmente pelo correio mais de 75 mil cartões, extremamente criativos, para seus clientes, funcionários e colaboradores, felicitando por eventos e datas especiais como aniversário, distribuição de lucros e nascimentos de bebês. 
A SOUTHWEST AIRLINES nunca sofreu um acidente fatal, nem sequer qualquer acidente mais grave em toda a sua história. 
Em 2012 a SOUTHWEST AIRLINES ficou em primeiro lugar entre as marcas mais desejadas pelos americanos (tanto homens como mulheres), de acordo com a pesquisa realizada pela Buyology. Além disso, em 2014 ficou em nono lugar entre as empresas mais admiradas do mercado americano segundo a revista Fortune. Apesar de seguir com preços populares em suas passagens, a companhia aérea não deixa de dar aos clientes “mimos” que parecem ter caído do céu, como uma política flexível para bagagens. 
Os uniformes dos comissários de bordo são outro show a parte: se está muito calor é facilmente visto homens e mulheres utilizarem bermuda e camisa polo. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Time, Exame e Isto é Dinheiro), jornais (Valor Econômico), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo do Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers. 

Última atualização em 26/9/2014

5 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns!

Gostei muito, essas informações me ajudaram em um trabalho sobre a cultura organizacional da Southwest.

Anônimo disse...

EXCELENTE TRABALHO!

ME AJUDOU MUITO...

ESTÁ BEM DIVIDIDO E FÁCIL DE VISUALIZAR...

PAULO SANTANA disse...

PARABÉNS PELA MATÉRIA...BEM REDIGIDA, LIMPA E OBJETIVA. NOS DÁ UMA NOÇÃO DE COMO A EMPRESA SE DESENVOLVEU E TORNOU-SE UMA DAS MAIORES EMPRESAS DO EUA...COM MUITA CRIATIVIDADE.

Anônimo disse...

Muito interessante!
Simples e objetivo.

Me ajudou muito num trabalho da faculdade.

Valeria Pianco disse...

Desde o início me apaixonei por essa companhia. Os dados foram essenciais para um trabalho da faculdade sobre cultura organizacional.