10.10.06

BÉNÉDICTINE

De cor dourada, delicioso sabor e buquê complexo, a receita dessa delícia, chamada BÉNÉDICTINE, conta com 27 ervas e é guardada em segredo a mais de cinco séculos. Por sua individualidade e tradição, o BÉNÉDICTINE transformou-se num dos mais famosos licores do mundo, só comparável em personalidade, talvez ao Chartreuse.

A história
O BÉNÉDICTINE é considerado o licor mais antigo do mundo. Sua criação data de 1510 quando o monge beneditino que o inventou, Dom Bernardo Vincelli, habitava um mosteiro na pitoresca cidadezinha litorânea de Fécamp, na Normandia, França. Ele misturou uma enorme variedade de ervas e plantas dos quatro cantos do mundo para criar um elixir medicinal único, destilado no próprio mosteiro. Durante séculos os monges guardaram sigilosamente a receita do delicioso elixir. O local foi saqueado durante a Revolução Francesa em 1789 e a fórmula do delicioso elixir ficou desaparecida até 1863, quando caiu nas mãos de um comerciante de vinhos local, Alexandre le Grand, descendente distante do mosteiro, que encontrou a receita em um velho grimoire (livro de poções e magia) na biblioteca de sua família, e resolveu decifrar a fórmula e retomar sua fabricação com a ajuda de um químico, mantendo a tradição de que somente três pessoas podiam conhecer sua fórmula secreta.


Após várias tentativas, ele conseguiu aperfeiçoou a fórmula original e começou a fabricar novamente o licor, agora batizado de BÉNÉDICTINE em homenagem aos monges beneditinos, lançando-o no mercado em uma garrafa com forma e rótulos facilmente reconhecíveis. Em 1873 já eram produzidas mais de 150 mil garrafas do famoso licor. As letras D.O.M. que aparecem no rótulo da garrafa do licor são abreviatura de DEO OPTIMO MAXIMO (“para Deus, só o melhor e o maior”). O sucesso do licor era tanto que Alexander resolveu construir um extravagante palácio e um museu de arte para abrigar a destilaria, que foi inaugurado em 1882. Atualmente transformados em atrações turísticas locais e onde o licor é produzido, o Palais Bénédictine, onde é possível fazer um tour guiado para ver alambiques com mais de 150 anos ainda em uso, a sala dos barris onde o licor é envelhecido e a moderna galeria de arte que contém uma das maiores coleções mundiais de Juan Miró, recebe mais de 150 mil visitantes anualmente.


Nos anos seguintes o licor ficou extremamente famoso na França por ser considerado um ótimo digestivo, foi introduzido em muitos outros países do mundo, e conquistou enorme popularidade, especialmente entre os lordes e nas forças armadas da Grã Bretanha durante a Primeira Guerra Mundial. Na década de 30, um dos descendentes de le Grand ficou impressionado por um coquetel feito pelo barman chefe do famoso Club 21 em Nova York, que misturava o tradicional licor com um pouco de conhaque para torná-lo mais seco. Foi então, que por volta de 1937, a empresa lançou no mercado o B&B (abreviação de Bénédictine e Brandy), que nada mais era que o tradicional licor misturado a conhaque com graduação alcoólica de 43%.


No final dos anos 70, em 1977, a empresa lançou o Café Bénédictine, uma mistura do tradicional BÉNÉDICTINE com licor de café. Depois de passar pelas mãos da italiana Martini & Rossi, no início da década de 90 a tradicional marca foi adquirida pela Bacardi Limited, ganhando assim uma melhor distribuição global. A marca ainda produz o BÉNÉDICTINE SINGLE CASK, um variação do tradicional licor, com graduação alcoólica pouco maior (43%), embalado em uma garrafa preta, e que somente é encontrado na loja localizada na sede da empresa na França. O licor BÉNÉDICTINE é composto por 27 ervas, plantas e cascas de árvores, entre as quais se destacam melissa, canela, chá, tomilho, coentro e noz-moscada. A extração das essências aromáticas é feita por complicados processos de maceração e infusão em álcool, em várias etapas e em rígida seqüência. A produção de uma garrafa leva três anos, seguidos de quatro outros anos de envelhecimento.


Dados corporativos
● Origem:
França
● Lançamento: 1863
● Criador:
Alexandre le Grand
● Sede mundial: Fécamp,
França
● Proprietário da marca:
Bacardi Limited
● Capital aberto:
Não
● Chairman:
Facundo Bacardi
● CEO & Presidente:
Séamus McBride
● Faturamento: Não divulgado
● Lucro: Não divulgado
● Presença global:
90 países
● Presença no Brasil:
Sim
● Segmento:
Bebidas alcoólicas
● Principais produtos: Licores
● Principais concorrentes:
Drambuie, Cointreau e Grand Marnier
● Ícones:
A forma da garrafa
● Slogan:
A zest of eternity.
● Website:
www.benedictine.com

A marca no mundo
Atualmente o BÉNÉDICTINE, um dos licores mais famosos e sofisticados do mundo, com forte presença especialmente nos países europeus e nos Estados Unidos, é comercializado em mais de 90 países. Aproximadamente 90% de sua produção é exportada.

Você sabia?
O BÉNÉDICTINE é o típico licor de fórmula secreta, e inimitável, ainda que os alemães insistam em copiá-lo com uma série de licores chamados diktiner.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 24/10/2011

Nenhum comentário: