3.3.11

VIKTOR & ROLF

Imagine uma grife de moda que estabelece suas próprias regras e cria sua própria realidade, sem ligar para as tendências e os críticos, e cujas criações beiram o exótico chique com peças impactantes e conceituais. Assim pode ser definida a VIKTOR & ROLF, uma das marcas queridinhas dos fashionistas e atualmente referência de estilo do ícone pop do momento, a cantora Lady Gaga.
-
A história
A aparência quase idêntica e o nome em estilo sertanejo dão margem a perguntas sobre o parentesco de Viktor e Rolf. Mas, na verdade, os criadores de uma das marcas mais inovadoras do cenário fashion nasceram no mesmo ano, em 1969, mas em cidades e famílias diferentes. Viktor Horsting, que nasceu em Geldrop; e Rolf Snoeren, da cidade de Dongen; se conheceram na faculdade de arte e moda de Arnhem, localizada a 80 quilômetros de Amsterdã, e nunca mais se desgrudaram. Já formados, seguiram para a cidade de Paris, onde apresentaram a primeira coleção com destaque no Festival de Jovens Talentos de Moda e Fotografia de Hyères (Salon Européen des Jeunes Stylistes), em 1993. Ganhadora de três prêmios logo em sua estréia, a grife VIKTOR & ROLF já nasceu com a prerrogativa de uma moda de vanguarda, em que proporções distorcidas, formas esculturais e um quê de surrealismo eram o ponto alto.
-
-
Mas a dupla era realmente diferente. Por exemplo, em 1996, cansados de sofrer com a obrigatoriedade de ter que produzir uma coleção a cada estação, eles decidiram se auto-promover enviando pôsteres para editores de tradicionais revistas de moda anunciando que estavam em greve. Em outra ação, aderindo definitivamente a reputação de intrigar e fascinar de suas criações, a dupla criou uma edição limitada de apenas 250 vidros de perfumes com tampas que não podiam serem abertas, evitando que o líquido evaporasse e a fragrância fosse sentida, transformando o “La Parfum” em uma pura promessa. Ou seja, uma eterna promessa. O primeiro desfile na alta costura em Paris aconteceu em janeiro de 1998. Deste momento em diante, apresentaram mais quatro coleções impecáveis, que reafirmaram a linguagem excêntrica de suas roupas, além das formas do corpo e da funcionalidade, transpondo-se em arte e em uma beleza divertida. Um desses trabalhos marcantes aconteceu na coleção de primavera-verão de 1999, permeada por visuais inspirados nas bonecas russas, conhecidas como “Matrioska”, com um verdadeiro e autêntico show de criatividade em sobreposição.
-
-
Rapidamente os desfiles da marca se tornaram verdadeiros espetáculos, cujas passarelas foram colocadas literalmente de cabeça para baixo, contaram com efeitos pirotécnicos, e até brincaram com chroma-key (aquele fundo verde/azul usado para efeitos especiais em cinema); tornando suas coleções inesquecíveis para quem participa da experiência. Tecidos, penteados e maquiagem são trabalhados com uma precisão irrepreensível pela dupla que já teve seus trabalhos incluídos em várias exposições internacionais, como no Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles, no Mori Art Museum em Tóquio, e no Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris. Foi somente em março de 2000, que a dupla de estilistas apresentou sua primeira coleção “ready-to-wear” (pronto para vestir) com base na bandeira americana, em uma acertada estratégia para atrair a atenção do país mais forte das Américas e seu enorme mercado consumidor. Essa nova coleção, com peças mais funcionais como jeans e camisetas, rapidamente estreou nas araras de lojas de departamento famosas como a exclusiva Barneys New York.
-
-
Mas o que realmente fez com que seus nomes, e conseqüentemente sua marca, não fossem mais esquecidos foi o perfume Flowerbomb, lançado no mercado em outubro de 2004 pela marca de cosméticos L'Oréal, que detém os direitos para comercialização dos perfumes da grife. Além disso, a marca inaugurou uma loja conceitual na cidade de Milão em 2005, marcada pela decoração inversa (de ponta cabeça), que acabou fechada três anos depois; e uma coleção criada para a varejista sueca H & M, e colocada à venda nas araras das lojas em 2006, transformou definitivamente a marca VIKTOR & ROLF em ícone adorado por jovens moderninhos do mundo inteiro. Mais recentemente, em 2008, Renzo Rosso, proprietário da Diesel, adquiriu a maior parte da VIKTOR & ROLF. Com isso, os estilistas holandeses podem se dedicar exclusivamente às criações da marca, enquanto o grupo italiano cuidará da expansão internacional e lançamento de novos produtos. O ano de 2011 começou mais que bem: além de anunciar a inauguração de lojas próprias em Paris e Nova York, o perfume Flowerbomb ingressou para a lista dos 15 mais vendidos no mundo.
-
-
A linha do tempo
2003
Lançamento da VIKTOR & ROLF MONSIEUR, primeira coleção ready-to-wear (pronto para vestir) masculina da grife.
2006
Lançamento do ANTIDOTE, primeiro perfume masculino da marca.
2008
Lançamento da primeira coleção de malas para a marca Samsonite. As mentes criativas da grife se inspiraram no glamour do jet set e seu estilo na hora de viajar das décadas de 50 e 60. A estampa das malas é vintage, com aviõezinhos.
Lançamento, em colaboração com a marca Shu Uemura, de uma coleção de cílios postiços.
Lançamento, em colaboração com a marca Swarovski, de uma coleção de jóias.
2009
Lançamento do novo perfume EAU MEGA, com aroma floral e toques verdes, para mulheres contemporâneas e versáteis. O nome do perfume é uma brincadeira com a letra grega Omega. Quando idealizaram esta fragrância os estilistas pensaram em inovar, em criar um perfume refrescante, que passasse longe da esportividade e expressasse toda a feminilidade. Lendo os nomes separadamente, Eau Mega significa: “Eau” de refrescância, como um splash; e “Mega” para o toque glamoroso e elegante deste perfume. A campanha publicitária de lançamento foi protagonizada pela linda modelo Rachel Zimmermann.
Lançamento da primeira coleção de óculos.
Lançamento da primeira coleção de sapatos masculinos.
-
-
A história contada através de bonecas
Em 2008, para comemorar os 15 anos de carreira, a Barbican Art Gallery, em Londres, associou-se à dupla de estilistas para apresentar a “The House of Viktor&Rolf”, uma coleção de 30 bonecas, que serviram de manequins e tinham cabelos naturais, vestidas com algumas das peças mais emblemáticas do famoso duo holandês desde a criação da marca em 1993. Cada boneca vestida com criações icônicas da dupla representava uma coleção diferente. Entre os visuais, era possível admirar o vestido de inspiração gótica que garantiu o primeiro prêmio da marca; ou o famoso quimono com travesseiro acoplado, desenvolvido na temporada outono-inverno 2005. Dentre os incontáveis méritos da exposição, era admirável a perfeição dos detalhes: cada boneca (que tinha o nome da modelo) trazia exatamente o mesmo penteado de cabelo e maquiagem utilizado no respectivo desfile real. A exposição foi apresentada em uma gigantesca casa de boneca, com uma estrutura palaciana de três andares.
-
-
Dados corporativos
● Origem: Holanda
● Fundação: 1993
● Fundador: Viktor Horsting e Rolf Snoeren
● Sede mundial: Amsterdã, Holanda
● Proprietário da marca:
Only the Brave Fashion Group
● Capital aberto: Não
● CEO: Birgit Adels
● Estilistas: Viktor Horsting e Rolf Snoeren
● Faturamento: Não divulgado
● Lucro: Não divulgado
● Lojas: Não tem
● Presença global:
40 países
● Presença no Brasil: Sim (perfumes)
● Funcionários: 120
● Segmento:
Moda de luxo
● Principais produtos: Roupas, acessórios e perfumes
● Ícones: O perfume Flowerbomb
● Website: www.viktor-rolf.com
-
A marca no mundo
Atualmente a VIKTOR & ROLF, marca que produz algumas das roupas mais conscientemente extravagantes da moda, estampa seu nome em perfumes, óculos escuros, sapatos e bolsas, vendidos em mais de 50 países ao redor do mundo através de sofisticadas lojas de departamento e boutiques multimarcas.
-
Você sabia?
Os dois estilistas holandeses são a mais pura personificação de sua grife: suas roupas são lúgubres, assim como seu comportamento. Pálidos, suas barbas parecem vir da Transilvânia do final do século 19, além do ar cuidadosamente romântico e de outro mundo.
-
-

As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).
-
Última atualização em 3/3/2011

2 comentários:

Thiago Luiz disse...

Cara, Parabéns pelo Blog, espero que que você continue com esse trabalho que me ajuda bastante nas minhas pesquisas.E,como você falou sobre moda que tal um artigo de John Galliano e a repercussão do escândalo com a Dior?

victoria oliveira disse...

Me ajudou muito! Só estava achando a história deles em ingles. Parabéns pelo blog! <3