2.2.15

YVES ROCHER


A marca francesa YVES ROCHER sempre adotou a filosofia de tornar a beleza acessível a todas as mulheres, através das plantas. Por isso, se tornou sinônimo de Cosmétique Végétale e é uma referência mundial em matéria de beleza acessível, segura e qualitativa. Graças ao seu “savoir-faire”, a marca extrai o melhor das plantas para oferecer cosméticos e produtos de beleza cada vez mais inovadores, eficazes e de alta qualidade. 

A história 
Tudo começou em meados da década de 1950 no pitoresco vilarejo francês de La Gacilly, encravado no coração da Bretanha, quando uma curandeira revelou a Yves Rocher o segredo da receita de um creme contra hemorróidas à base de uma planta chamada Ranunculus Ficaria. Foi então que ele passou a fabricá-lo de forma artesanal e disponibilizou-o às pessoas da região através de pequenos anúncios. Inicialmente o sótão de sua casa tornou-se, ao mesmo tempo, o seu laboratório e o seu centro de distribuição. Com o sucesso obtido, ele decidiu vendê-lo por correspondência em 1959, surgindo assim oficialmente a marca YVES ROCHER. As cartas não paravam de chegar e as encomendas multiplicavam-se dia após dia. Com isso uma fábrica foi construída para atender a demanda. Apaixonado por vegetais e, acima de tudo, fascinado por um herbário construído pelo seu avô, Yves aprofundou, pouco a pouco, os seus conhecimentos e desenvolveu outros produtos de beleza, como por exemplo, cremes para o rosto, cabelos e corpo.


Em 1965 Yves editou o seu primeiro Livro Verde da Beleza, uma espécie de catálogo para vender seus produtos cuja distribuição era feita por via postal. Hoje o livro, que além de divulgar os produtos e a marca, oferece dicas de beleza, é editado em 22 línguas, incluindo a versão em Braille. Pouco depois, em 1969, com o objetivo de estar ainda mais próxima das consumidoras, a YVES ROCHER inaugurou sua primeira loja, localizada no Boulevard Haussmann, em Paris. Esta primeira loja marcou o início de um novo ciclo para a empresa, que nas décadas seguintes iria inaugurar centenas e centenas de unidades (batizadas de Centros de Beleza). Em 1974 a marca lançou no mercado sua primeira linha de Cuidados do Rosto anti-rugas, cujas fórmulas continham dez óleos vegetais que se associam para nutrir, regenerar e alisar os traços da pele. Pouco depois, em 1978, introduziu sua primeira linha de maquiagem. Em 1980 a YVES ROCHER lançou seu primeiro perfume (batizado de Cléa), à base de elegantes fragrâncias de Ylang, Musgo, Jasmim e Patchouli. Nesta época os produtos YVES ROCHER já eram vendidos em muitos países, com mais de 7 milhões de clientes no mundo inteiro.


Continuamente investindo em pesquisas, no ano de 1985 os Laboratórios de Biologia Vegetal descobriram o A.D.N., vegetal essencial á regeneração celular, e o A.R.N., um potente fator de ativação. Essas descobertas seriam utilizadas na formulação de produtos da marca. Pouco depois, em 1987, a empresa lançou um terceiro canal de distribuição: a venda direta (através de revendedoras, que são conhecidas em português como Conselheiras de Beleza). A década de 1990 iniciou com o lançamento da primeira linha de produtos de cuidados do rosto com Pro-Rétinol Vegetal, extremamente eficiente no combate ao envelhecimento. Em 1993, seguindo sua filosofia e consciente do impacto que as embalagens têm no meio-ambiente, a YVES ROCHER lançou a primeira Eco-Recarga para o xampu Hamamélis, o que permitiu uma economia de 75% na produção de embalagens desse produto. Esta revolução nas embalagens não parou por aí e, a partir de 1996, outros produtos foram adaptados para aceitar Eco-Recargas. Todos os anos a empresa vende aproximadamente 2.8 milhões de recargas. Em 1999, outra inovação: o lançamento da primeira linha de cuidados do rosto para peles maduras à base de extrato de Shiitaké, cogumelo utilizado na medicina tradicional chinesa.


Com a chegada do novo milênio, a YVES ROCHER introduziu produtos inovadores, como por exemplo, em 2001 com o lançamento da Yria, uma linha de maquiagem tratamento para mulheres acima dos 40 anos, adaptada a todos os tons de pele, além de um novo perfume feminino; ou em 2002, com a introdução da linha Bio-Specific, cujas moléculas ativas atuam nos mecanismos de nutrição e re-hidratação da pele. No final de 2013, a YVES ROCHER voltou a operar no Brasil inaugurando sua primeira loja em São Paulo, localizada no Shopping Morumbi, com direito a “personal room” (um espaço para atendimento personalizado, com esteticista, incluindo dicas de beleza, e que também conta a história da marca) e um “perfume bar” (com informações sobre o processo de criação de cada fragrância). Quase simultaneamente foi lançado seu comércio eletrônico. Outras lojas da marca seriam inauguradas em território nacional. No mercado brasileiro a marca vende aproximadamente 600 produtos de sua linha, entre fragrâncias, cremes para o rosto e corpo, sabonetes e maquiagem. A YVES ROCHER já havia atuado no Brasil entre 1994 e 1999, adotando o sistema de vendas diretas, a partir de consultoras de beleza, em vez de inserir os produtos no varejo.


Hoje em dia, o portfólio da marca é composto por mais de 800 itens, entre produtos faciais para cada tipo de pele e anti-rugas, sabonetes líquidos, loções hidratantes e desodorantes para o corpo, protetores solares, produtos para diversas necessidades dos cabelos, perfumes (alguns dos quais estão entre os mais vendidos do mundo) e uma linha completa de maquiagem.


Os campos biológicos da YVES ROCHER, localizados em La Gacilly, estendem-se por mais de 55 hectares e são certificados pelo Ecocert. Desde 1997, a marca cultiva seus campos em agricultura orgânica, isto é, sem componentes químicos, como adubos, pesticidas ou herbicidas. A empresa utiliza apenas inseticidas e fungicidas naturais e possui autorização para a manutenção manual e mecânica de suas culturas. Nesse processo, não é realizado nenhuma remoção química da cobertura vegetal. Atualmente, são utilizados mais de 200 extratos, derivados de 2.800 matérias-primas, e dos quais, são conseguidos em média, cerca de 20 novos ativos por ano que resultam em cinco patentes.


Um modelo de negócio único 
A YVES ROCHER é a única marca mundial de produtos de beleza que escolheu controlar todas as fases de sua atividade: agricultura, investigação botânica e científica, desenvolvimento de ingredientes inovadores, formulação, aprovisionamento de matérias-primas, fabricação, acondicionamento, expedição e distribuição. Dessa forma, torna-se, simultaneamente, produtora (colhe as plantas nos seus próprios campos cultivados em agricultura orgânica, em La Gacilly, na Bretanha), fabricante (elabora seus próprios produtos em suas cinco fábricas localizadas na Bretanha) e distribuidora (através de seus próprios canais de distribuição, eliminando assim intermediários e evitando a acumulação de lucros, tornando a beleza acessível ao maior número de pessoas). E graças a tudo isso a empresa pode, ao mesmo tempo, reduzir o seu impacto sobre o meio-ambiente e fazer com que a consumidora possa tirar proveito do melhor da beleza ao menor preço.


Além disso, o jardim botânico da Yves Rocher, inaugurado em 1975, é um verdadeiro reservatório vivo do mundo vegetal com mais de 1.100 espécies, locais ou exóticas, e uma coleção de artemísias, que são uma referência nacional na França. Este é um local de conhecimento do vegetal por excelência e uma fonte inesgotável para a investigação da Cosmétique Végétale Yves Rocher, junto com outros 400 jardins em todo o mundo. O local é aberto à visitação pública. Todas as pesquisas feitas pela empresa são realizadas em 20 laboratórios especializados, onde equipes pluridisciplinares (biologistas, químicos, físicos, dermatologistas, farmacêuticos, botânicos) trabalham em conjunto para descobrir, isolar e formular, a partir do vegetal, novos ativos, texturas, cores e perfumes.


O respeito à natureza 
A YVES ROCHER compromete-se a criar e a produzir respeitando a natureza: 
● Concebendo todos os seus produtos a partir do vegetal; 
● Recusando a utilização de ingredientes geneticamente modificados; 
● Criando produtos recarregáveis para lutar contra o desperdício - os belos catálogos da marca são impressos em papel produzido a partir da polpa de árvores retiradas de áreas controladas de reflorestamento e as encomendas são enviadas em caixas recicláveis de papel cartão reciclado; 
● Suprimindo a utilização de sacos de plástico e promovendo o uso de sacos reutilizáveis; 
● Criando produtos biodegradáveis e vendendo todos os seus produtos em embalagens recicláveis; 
● Não fazendo testes em animais (desde 1989, uma atitude pioneira no segmento).


A evolução visual 
A identidade visual da marca francesa passou por algumas remodelações ao longo dos anos. A última ocorreu em 2008 quando um novo logotipo foi adotado e apresentou uma nova tipografia de letra, novas cores e um símbolo formado pelas iniciais da marca (Y e R), que representa de forma estilizada um caule e uma folha.


Os slogans 
The no. 1 in Botanical Beauty. (2012) 
Reinvent Themselves Every Day. 
Creator of Botanical Beauty since 1959. 
The beauty by the plants. (1981) 
Os Especialistas em Cosmética Vegetal.


Dados corporativos 
● Origem: França 
● Fundação: 1959 
● Fundador: Yves Rocher 
● Sede mundial: La Gacilly, França 
● Proprietário da marca: Yves Rocher S.A. 
● Capital aberto: Não 
● Chairman & CEO: Bris Rocher 
● Faturamento: €2.5 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 4.000 
● Presença global: 88 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 13.500 
● Segmento: Cosméticos 
● Principais produtos: Cremes, xampus, sabonetes, maquiagens e perfumes 
● Concorrentes diretos: Nivea, The Body Shop, L’Occitane e Lush 
● Slogan: The no. 1 in Botanical Beauty. 

A marca no mundo
A YVES ROCHER, uma das maiores empresas de cosméticos do mundo, comercializa sua vasta linha de produtos em mais de 88 países através de 4.000 lojas próprias e franqueadas (das quais 3.000 também oferecem serviços como depilação, massagem e tratamento para o rosto), catálogos, internet e vendas diretas. A marca, segunda mais vendida no mercado francês atrás apenas da L’Oréal, mas líder em produtos de cuidados com a pele, e cujo faturamento estimado é superior a €2.5 bilhões por ano, vende 10 produtos por segundo no mundo inteiro. As operações internacionais representam mais de 60% do faturamento da YVES ROCHER. Com seus produtos de alta qualidade a marca francesa “seduz” mais de 30 milhões de mulheres no mundo inteiro. A empresa também é proprietária de marcas como Daniel Jouvance, Pierre Ricaud, Isabel Derroisné, Kiotis e Galérie Noémie. 

Você sabia? 
O atual presidente da empresa, Bris Rocher, é um dos netos do fundador Yves Rocher, que faleceu no dia 26 de dezembro de 2009 aos 79 anos em decorrência de um acidente vascular cerebral. 
Yves Rocher sempre rechaçou os cosméticos fabricados com matérias animais. Em vez disso, defendia “a beleza através das plantas”. Ao mesmo tempo, fomentou a proteção do meio-ambiente. Para isso, criou a fundação Yves Rocher – Institut de France, que concede a cada ano um prêmio às mulheres que se dedicam especialmente à natureza. 
Yves Rocher inventou uma “nova beleza” (batizada de Cosmétique Végétale®), com o maior e o mais puro respeito pela natureza e pelas mulheres. É uma cosmética única, à serviço da beleza e do bem-estar de todas as mulheres. Aliança entre o conhecimento da natureza e a investigação científica, ela estuda os vegetais mais ativos para dar a todos os tipos de pele resultados visíveis e de qualidade, limitando o impacto ao meio ambiente. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Iasto é Dinheiro), jornais (Valor Econômico), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 2/2/2015

Um comentário:

Márcia félix disse...

Olá essa marca Yves rocher e organica? Mesmo.