13.6.06

RAYOVAC


A RAYOVAC possui 100 anos de expertise na fabricação de pilhas, baterias e lanternas, e conquistou ao longo deste tempo a confiança de milhões de consumidores no mundo inteiro, utilizando tecnologia de ponta na fabricação de seus produtos, oferecendo sempre alta qualidade e máxima durabilidade. Além disso, a RAYOVAC possui uma linha completa para atender cada necessidade, incluindo as famosas e eficientes lanternas. Por todas essas razões, a marca pode afirmar que nenhuma outra pilha dura mais.

A história
As origens da tradicional marca datam do dia 17 de janeiro de 1906, quando com o nome de French Battery Company, na cidade de Madison, estado americano do Wisconsin, foi fundada uma empresa por James B. Ramsay, P.W. Strong e Alfred Landau que tinha como principal função produzir pilhas e baterias de alta qualidade. Seu primeiro produto era uma pequena pilha, vendida a 10 centavos de dólar, utilizada pelas operadoras em seus telefones. Em seu primeiro ano de operação a empresa vendeu 37 mil pilhas. No ano seguinte a empresa começou a formar uma equipe de vendedores e o negócio teve um grande crescimento. Em 1910 lançou no mercado suas primeiras pilhas para lanternas portáteis. Pouco tempos depois, em 1914, a empresa deu início à diversificação de sua linha de produtos com o lançamento de lanternas portáteis sob o marca FRECH FLASHER.


Inovação sempre foi a palavra de ordem na empresa, tanto no desenvolvimento de novos produtos como na disposição deles nos pontos de venda. E foi com esse pensamento que a empresa introduziu, em 1919, o primeiro display (na verdade um gabinete) para melhor exposição de seus produtos nos estabelecimentos. Dois anos mais tarde, o nome RAY-O-VAC foi utilizado pela primeira vez em uma linha de pilhas para rádios. Nos anos seguintes diversificou sua linha de produtos com a introdução da marca Ray-O-Spark (baterias de ignição) e Ray-O-Lite (pilhas para lanternas).


A empresa ganhou enorme visibilidade no mercado americano quando Charles Lindbergh cruzou no dia 20 de maio de 1927 o Oceano Atlântico levando como equipamentos de segurança duas lanternas Ray-O-Lite. Era a publicidade que a marca precisava para seus produtos. A década de 30 foi de vital importância para a empresa. Primeiro porque, a empresa adotou oficialmente o nome RAY-O-VAC COMPANY (o nome era uma alusão à nova tecnologia de tubos à vácuo e aos raios elétricos). Segundo, em 1937, Arthur Wenge, chefe do departamento eletrônico, patenteou o primeiro rádio portátil com grande fidelidade de recepção, que seria vital para a popularização do uso de pilhas e baterias. E terceiro, porque pouco tempo depois, em 1939, a RAYOVAC lançou a primeira pilha selada de aço e à prova de vazamento do mundo, que ganharam as tradicionais cores amarelo e azul.


Durante a Segunda Guerra Mundial, a empresa construiu sete novas fábricas, aumentou em mais de 1.000% seu quadro de funcionário e foi a principal fornecedora de pilhas e baterias para o exército americano. Suas pilhas eram usadas nos campos de batalha em lanternas, rádios, walkie-talkies, detectores de minas, sinalizadores e até em bazucas. No final da década, a RAYOVAC lançaria suas primeiras baterias, especialmente desenvolvidas para aparelhos de surdez, segmento que a empresa se tornaria líder nos anos seguintes. No início da década de 50, a RAYOVAC desembarcou oficialmente no Brasil. No ano de 1971 a empresa patenteou a baterias redondas prateadas e oxidadas.


Em 1985, foi iniciado um estudo para a redução do mercúrio nas pilhas alcalinas. Este componente foi retirado do processo de fabricação das pilhas alcalinas definitivamente em 1996. Foi nesta década que a RAYOVAC começou a utilizar grandes celebridades esportivas para divulgar seus produtos. Começou em 1992 com o golfista Arnold Palmer, e prosseguiu, em 1995, com o astro do basquete, Michael Jordan, que passou a ser o porta-voz da marca RAYOVAC. Em 1996 a empresa foi comprada pela Thomas H. Lee Company. No início do novo milênio a RAYOVAC começou uma onda de aquisições que a transformaram em uma empresa verdadeiramente global. Começou em 2002 com a compra da Varta, tradicional empresa alemã fabricante de pilhas e baterias; e prosseguiu com as aquisições da Ningbo Baowang na China e da Microlite no Brasil. No ano de 2004 passou a ser fabricante das pilhas Enercell, vendidas exclusivamente dentro da rede de lojas de produtos eletrônicos RadioShack.


Em 2005, a corporação já havia crescido a ponto de tornar-se uma companhia global de produtos de consumo em massa. Várias aquisições já haviam sido realizadas: 15 marcas que compreendem negócios como aparelhos para cuidados pessoais, produtos de controle de insetos e de cuidados com jardins e acessórios para animais de estimação. Devido à amplitude do negócio, a empresa entendeu que Rayovac Company era um nome restrito ao universo de pilhas e optou por adotar um nome mais amplo. Surgiu assim a SPECTRUM BRANDS CORPORATION. O plano era avançar globalmente a partir da impressionante força de distribuição da empresa, que sempre conseguiu colocar suas pilhas em qualquer ponto de venda, fosse numa tabacaria da Quinta Avenida, em Nova York, fosse num botequim de beira de estrada no interior do Brasil. Apesar da força da marca RAYOVAC, a empresa não conseguiu se tornar lucrativa, e, em fevereiro de 2009 pediu concordata para reorganizar suas finanças e passar por uma enorme reestruturação. Apesar das dificuldades a empresa conseguiu se recuperar e voltou com força para continuar fazendo da marca RAYOVAC um sunônimo de pilhas e baterias de longa duração.


Além de suas pilhas e baterias, a RAYOVAC é extremamente popular por suas lanternas, cuja linha oferece diversos modelos para atender a todas as situações e necessidades, para o meio urbano e rural, divididos em quatro categorias (Ar Livre, Interiores, Interiores/Conveniência e Profissional). E um dos grandes destaques da marca nesse segmento é a famosa Lanterna Indestrutível, utilizada pela polícia norte-americana. Essa lanterna possui design ergonômico e foi desenvolvida para oferecer máxima durabilidade e praticidade, resistindo a quedas de até 10 metros de altura. Além disso, conta com amortecedores de borracha nas extremidades, liga de alumínio com titânio, interruptor tático que auxilia na utilização da lanterna, LED de alto rendimento e duas intensidades de luz.


A linha do tempo
1949
Lançamento da bateria alcalina de coroa para aparelhos de surdez.
Lançamento da lanterna de aço para uso esportivo e ao ar livre com o nome SPORTSMAN.
1971
É concedida à RAYOVAC a patente das pilhas de botão de óxido de prata.
1972
Lançamento da pilha de zinco que utilizavam a tecnologia Zinc-Chloride, proporcionando assim mais energia do que as pilhas comuns de zinco-carvão. Era a escolha certa para equipamentos que requeriam descargas de energia leves e contínuas, como controle remoto, relógio de parede, rádio portátil e brinquedos.
1984
Lançamento das famosas lanternas WORKHORSE com lâmpadas fluorescentes, introduzidas no mercado com sua tradicional garantia ilimitada. Uma versão mais luminosa e fluorescente da lanterna foi lançada em 1992.
1988
Lançamento de uma nova pilha para os relógios de computadores pessoais.
1990
Lançamento de uma completa linha de baterias e pilhas para indústrias pesadas.
1993
Lançamento da RENEWAL, uma pilha alcalina recarregável de longa duração.
1996
Lançamento da SWIVEL LIGHT, uma lanterna do tipo “mãos livres”.
1997
Lançamento da linha RAYOVAC SPECIALITY BATTERY, compostas por baterias e pilhas para usos específicos.
Lançamento da embalagem com 12 baterias para aparelhos auditivos.
1998
Lançamento da embalagem com 36 baterias para aparelhos auditivos.
2001
Lançamento dos carregadores de 1 Hora e das pilhas que utilizavam a tecnologia níquel hidreto metálico. Essa tecnologia permitia que cada pilha fosse recarregada até 1.000 vezes.
2002
Lançamento das pilhas alcalinas de alto desempenho RAYOVAC MAXIMUN PLUS.
Lançamento no mercado brasileiro das pilhas de zinco – conhecidas como “As Amarelinhas” - sem mercúrio e cádmio, sendo a primeira empresa do país no setor a fabricar toda a linha de pilhas eliminando estes metais da composição, já que as alcalinas da empresa não trazem mercúrio e cádmio desde 1996. Após o uso, as pilhas podem ser descartadas em lixo doméstico. As pilhas com a nova composição podiam ser identificadas nos pontos de venda pelas embalagens com o selo verde e a inscrição “Fórmula sem Mercúrio e Cádmio”.
Lançamento do carregador de 15 Minutos (o mais rápido do mundo) acompanhado de duas pilhas recarregáveis, ideal para equipamentos de alta performance como câmeras digitais. Esse novo carregador possuía a revolucionária tecnologia IC-3, que permitia recarregar pilhas de forma muito mais rápida.
2006
Lançamento da RAYOVAC COCHLEAR, uma linha de baterias para implante coclear, um dispositivo eletrônico designado a ajudar pessoas com deficiência auditiva severa à profunda que não obtém um benefício significativo com os aparelhos auditivos.
Lançamento das pilhas recarregáveis com tecnologia NiMH (Nickel Metal Hydride), que ao contrário das pilhas recarregáveis comuns, já vinham carregadas e prontas para um uso imediato. Além disso, foram desenvolvidas com a nova tecnologia de retenção de elétrons, mantendo sua carga por até 4 vezes mais tempo que as recarregáveis comuns.
2007
Lançamento da linha de pilhas alcalina RAYOVAC ULTRA PRO, com uma duração extremamente longa e maior que suas principais concorrentes.


A evolução visual
Somente em 1988 a palavra RAYOVAC, até então escrita com dois hífens, passou a ser escrita da forma atual. No ano de 2002 a marca ganhou um novo visual em suas embalagens e também em seu logotipo.


Os slogans
More power of your money. (2007)
Batteries that turn people on.
We give you the power.
RAYOVAC. Agita seu mundo. (Brasil)
É muito mais força. É muito mais pilha. (Brasil)
A pilha do gato. (Brasil)


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação: 17 de janeiro de 1906
● Fundador: James B. Ramsay, P.W. Strong e Alfred Landau
● Sede mundial: Atlanta, Georgia
● Proprietário da marca: Spectrum Brands Inc.
● Capital aberto: Não (subsidiária)
● Chairman: John Bowlin
● CEO: David Lumley
● Faturamento: US$ 1 bilhão (estimado)
● Lucro: Não divulgado  
● Presença global: 120 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 5.900
● Segmento: Equipamentos elétricos
● Principais produtos: Baterias, pilhas e lanternas
● Concorrentes diretos: Duracell, Energizer e Panasonic
● Ícones: As pilhas “Amarelinhas”
● Slogan: More power of your money.
● Website: www.rayovac.com.br

A marca no Brasil
A RAYOVAC chegou ao Brasil em 1954, através de uma Joint Venture entre a empresa americana e a Microlite que adquiriu a licença para uso da marca no país. Nos anos seguintes a marca inovou no mercado brasileiro com o lançamento de vários produtos como as pilhas alcalinas (1978), pilhas com a tecnologia Zinc Chloride (1995) e pilhas com fórmula sem adição de Mercúrio e Cádmio (2002). Ao longo dos anos, a marca conquistou a liderança de mercado respeitando o consumidor e investindo em pesquisas e tecnologia para oferecer sempre o melhor. Cada pilha produzida é testada por um software especial. O laboratório de desenvolvimento e testes da RAYOVAC é o único do gênero da América Latina. Em 2004, a Microlite foi definitivamente adquirida pela RAYOVAC, que ganhou ainda mais força no mercado nacional. Em termos mercadológicos, a empresa decidiu modernizar seu portfólio de produtos repaginando as embalagens e a logomarca. A marca pioneira na fabricação de pilhas no Brasil continua a oferecer uma linha completa de pilhas: Zinco Carvão – “As Amarelinhas”, Alcalinas, pilhas recarregáveis e pilhas auditivas. Além disto, possui também a linha de lanternas mais completa do mercado. Por tudo isso, RAYOVAC é líder no mercado brasileiro de pilhas Zinco Carvão com 57% de participação.


A marca no mundo
A RAYOVAC é a terceira maior produtora de baterias e pilhas dos Estados Unidos, estando presente em mais de 120 países ao redor do mundo. A empresa tem 7 fábricas, sendo duas nos Estados Unidos e o restante espalhadas por países como Guatemala, Colômbia, Alemanha, Inglaterra e França.

Você sabia?
Atualmente, “As amarelinhas” lideram o mercado brasileiro e latino-americano da categoria de pilhas zinco carvão e ocupam segundo e terceiro lugares entre os europeus e americanos, respectivamente.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Time e Exame), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 3/7/2012

Um comentário:

Anônimo disse...

É isso mesmo "As Amarelinhas"vieram pra ficar!Muito boas mesmo!