28.7.06

DELTA AIR LINES

Mais de 160 milhões de passageiros transportados. Vôos para 368 destinos diferentes em mais de 70 países. Uma frota de 966 aviões. Uma verdadeira gigante dos ares. Não, não estou falando da American Airlines. A DELTA AIR LINES, quem diria, uma empresa caipira, é agora a maior companhia aérea norte-americana em vôos no Atlântico Norte, o mercado mais disputado e prestigioso na aviação comercial mundial, e para o continente africano. Afinal, quem transporta 200.000 passageiros por dia entre dezenas de países, deve saber uma ou duas coisas sobre aviação.
-
A história
Em meados da década de 20, uma praga na lavoura de algodão ameaçava devastar a economia de todo o sul dos Estados Unidos, uma região eminentemente agrícola. Mas foi justamente esta praga, um castigo que vinha dos céus, que acabou criando uma empresa que, pelos três quartos de século seguintes, faria fama, fortuna e encheria os céus do sul dos Estados Unidos de aviões, não de carunchos. Em 1924, C.E. Woolmann e seu parceiro B.R. Coad, fundaram uma empresa de combate e pulverização da praga, operando dois aviões do modelo Curtiss Jenny. De passagem pela área, um homem de negócios novaiorquino, George Post, viu a atividade e gostou da idéia. Em pouco tempo, convenceu seus empregadores, a Huff-Daland Airplanes, a fundar uma empresa especializada na mesma atividade. Nascia a Huff-Dalland Dusters, baseada em Macon, estado da Georgia. Em 1925, Woolman, que não só era entusiasta da aviação como engenheiro agrônomo, foi trabalhar nesta empresa. Baseada então na cidade de Monroe, era a empresa onde Woolman mexia seus cordéis junto ao governo para conquistar subsídios oficiais para a operação de transporte de correios.
-
-
Finalmente, em 1927, conseguiu assegurar o direito de explorar as rotas da América do Sul até Lima, Peru. E para lá se foi, vivendo na América do Sul por este período. De volta a Monroe, ele convenceu investidores locais a comprar os aviões da Huff -Daland. Afinal, era uma empresa yankee operando bem no coração Confederado e isso não podia ficar assim. A comunidade local tratou de corrigir esta disparidade e após efetivamente comprar os quase 25 aviões da Huff-Daland (a maior frota de aeronaves de uma empresa particular em todo o mundo), nascia a nova companhia aérea, batizada com um nome absolutamente sulista, como convinha: em homenagem ao delta do Rio Mississippi, no mês de dezembro de 1928, na cidade de Monroe, estado da Louisiana, foi fundada a DELTA AIR SERVICE. Três Travel Air 4000, com capacidade para 5 passageiros, formaram a frota inicial. Logo em seguida, dois Travel Air S-6000B foram adquiridos. O primeiro serviço regular da empresa decolou em 17 de junho de 1929, ligando Dallas a Jackson, Mississippi, com escalas em Shreveport e Monroe.
-
-
Somente no dia 18 de junho de 1930 é que a cidade de Atlanta seria integrada à malha, juntamente com Birmingham, Alabama. Mas para operar lucrativamente naqueles anos, era preciso assegurar os contratos dos correios. A empresa perdeu uma concorrência aberta pelo Governo Norte-Americano. A vencedora foi uma empresa que nos próximos 80 anos viria a ser uma de suas principais concorrentes: a American Airways (Airlines). A perda do contrato fez com que Woolman e sua empresa passassem os anos seguintes mais dedicados à caça de carunchos do que à caça de passageiros. Em 1934, o governo abriu nova concorrência na área, a Rota 24: Dallas-Monroe-Birmingham-Atlanta-Charleston. Desta vez, vitória da DELTA, que comprou seis Stinson SM 6000B para estes serviços. A vitória deu novo ímpeto à empresa, que começou a expandir seus serviços pela região. Mas havia forte competição: empresas como a Chicago & Southern e a Eastern, sem falar na própria American, disputavam passageiros com a DELTA. Para aumentar suas chances, Woolman adotou o caminho de oferecer as mais modernas aeronaves: começou a se reequipar sua empresa com Lockheed Vegas e Model 10s, mais rápidos que os DC-2 e Boeings 247 usados pelos competidores.
-
-
Somente em 1940 a DELTA adquiriu seus primeiros Douglas DC-2, numa ligação com o fabricante que perdura até hoje através dos modelos MD-11 e MD-88. Foi com a entrada em serviço dos DC-2 que surgiu na DELTA a necessidade de um terceiro tripulante a bordo: a aeromoça, como eram chamadas na época as comissárias. Em 15 de março de 1940, decolou o primeiro vôo com a presença de Miss Laura Wizark, uma ex-enfermeira, como era praxe na indústria então. Com a Segunda Guerra Mundial, a companhia aérea experimentava a possibilidade de ampliar serviços com os milhares de DC-3 que estavam sendo produzidos na época. Em 1941, a DELTA empregava 400 pessoas, voava com 5 DC-3 e 5 Lockheed 10s e neste mesmo ano, mudou sua sede de Monroe para Atlanta. Com o fim da Guerra, o Governo Norte Americano, senhor das decisões numa indústria totalmente regulamentada, autorizou a empresa a voar até Miami e Chicago. Em 18 de dezembro de 1945, a companhia mudou sua razão social para DELTA AIR LINES, ao invés de Delta Air Corporation, nome oficial utilizado nos anos anteriores. Nesta época a empresa recebeu seus primeiros quadrimotores, os C-54 Skymasters, versões militares dos conhecidos Douglas DC-4. Adaptados para transportar passageiros, entraram em serviço para Miami e Chicago em 6 de março de 1946.
-
-
Em primeiro de maio de 1953, o Civil Aeronautics Board, órgão regulador da aviação comercial norte-americana, transferiu as rotas da Chicago & Southern para a DELTA, efetivamente iniciando um processo de fusão, só completada em 1956. Este foi um período de grande crescimento para a empresa, com a entrada em vários mercados do nordeste e região central norte-americanas. Todo este crescimento, porém, não colocava a DELTA ainda ente as quatro grandes empresas do país, conhecidas como “Big Four” (United, TWA, Eastern, American). A Pan Am, outra gigante, só operava vôos internacionais. Se não era a maior, a DELTA era ágil: foi a primeira a receber e colocar em operação dois tipos de jatos: os Convair 880 e os Douglas DC-8 de 119 lugares. Na década de 60, absorveu a endividada Northeast. Esta compra foi decisiva para colocar a empresa de Atlanta no Big Team das grandes domésticas. Mais que isso: colocou a DELTA em posição privilegiada na briga feroz que travava com a Eastern, até então a maior empresa da Costa Leste e líder nas ligações norte-sul.
-
-
A companhia aérea era agora uma empresa fortíssima em toda Costa Leste dos Estados Unidos e na região sudeste. Durante o final dos anos 60 e todos os anos 70, o crescimento da DELTA foi gradual e contínuo. Em 1970, Atlanta já era o terceiro aeroporto mais movimentado do mundo e metade dos passageiros voavam DELTA. Sete anos mais tarde, já sentindo os ventos liberalizantes que começavam a soprar em Washington, a empresa foi agraciada com o direito de voar entre Atlanta e Londres, seu primeiro serviço internacional de longo curso. O vôo inaugural foi em 30 de abril de 1978, seguido logo depois por vôos para Frankfurt. Com a desregulamentação do setor de aviação nos Estados Unidos neste mesmo ano, a DELTA soube explorar bem as oportunidades: comprou a Southern, sua competidora local em Atlanta. Na década de 80, a companhia aérea continuou crescendo: comprou a Western em 1987 por US$ 860 milhões, passando a cobrir toda a costa oeste, até então pouco servida pela empresa; e passou a operar no continente asiático em 1988.
-
-
Com essas ações, a DELTA passou a ser a quarta maior empresa aérea norte-americana, quinta maior em todo o mundo e finalmente, uma empresa de âmbito nacional em todos os mercados. Com as dificuldades encontradas pela PanAm, em 1991 resolveu adquirir o controle das operações da mesma. O plano original era transformá-la em sua subsidiária para a América Latina, mas, com a difícil situação financeira da PanAm, a DELTA saiu do negócio e a empresa quebrou. Muitos ativos, a frota (Airbus A310), rotas e 7.800 funcionários acabaram nas mãos da DELTA, que com os direitos de tráfego da antiga empresa, invadiu a Europa. Não menos prestigiosa, a operação de Ponte Aérea entre Washington-New York-Boston, um dos orgulhos (e galinha dos ovos de ouro) da Pan Am foram transformados na divisão Delta Shuttle. Em 1996, invadiu a América do Sul, chegando ao Brasil em 1997. Apesar do tamanho a companhia aérea vivia com problemas financeiros, chegando a pedir concordata em 2005. Depois de 19 meses de uma enorme e dolorosa reestruturação a companhia aérea voltou a ser lucrativa em 2007, conseguindo assim sair da concordata.
-
-
A surpreendente recuperação da DELTA não parou por aí. No dia 14 de abril de 2008, anunciou uma enorme fusão com a Northwest Airlines, criando assim a maior empresa aérea do planeta. A nova companhia aérea tinha um valor na Bolsa de Valores de US$ 17.7 bilhões. Para entrar em vigência, o acordo teve que ser aprovado pelas autoridades que avaliaram que a fusão não causaria dano à concorrência do setor, criando assim a maior linha aérea dos Estados Unidos, financeiramente segura, com capacidade de investir em seus empregados e em seus clientes e criada para progredir em um mercado cada vez mais competitivo. Com a fusão a DELTA teve acesso a mais de 400 destinos em 105 países, com um volume de negócios de US$ 35 bilhões, uma frota de 800 aeronaves e cerca de 75 mil empregados. A partir de 2010 a fusão foi completada, e todas as aeronaves da Northwest Airlines passaram a voar com as pinturas e o logotipo da, agora, gigante DELTA.
-
-
A linha do tempo
1935

Passa a oferecer vôos noturnos.
1955
Pioneira na utilização de Hubs, aeroportos que a DELTA utilizava como ponto de conexão para transferir seus passageiros para o destino pretendido.
1956
Radares foram instalados no nariz de todos os aviões da companhia aérea.
1961
Realiza seu primeiro vôo sem escala entre as cidades de Atlanta e Los Angeles.
1981
Lançamento do seu programa de milhagem (Frequent Flyer Program) que passou a chamar-se Delta Sky Miles em 1995. Atualmente é considerado o maior programa de milhagem do planeta com mais de 74 milhões de membros.
1982
Comprou seu primeiro Boeing 767, o qual foi batizado de "The Spirit of Delta".
1985
Foi apontada como companhia aérea oficial da Disney World.
2000
Fundou a aliança de linhas aéreas globais SkyTeam juntamente com a Korean Air, AeroMéxico e Air France, oferecendo aos clientes diversos destinos, vôos e serviços em todo o mundo.
2009
Se tornou a única companhia aérea americana a voar para os seis continentes com a introdução de um vôo direto partindo de Los Angeles para a cidade de Sysdney na Austrália.
-

-
As rotas
A DELTA oferece a seus clientes serviços para mais destinos do que qualquer outra companhia aérea global. Juntas, DELTA AIRLINES e DELTA CONNECTION, operam rotas para 368 destinos em mais de 70 países. A DELTA AIR LINES adicionou mais rotas internacionais do que outras companhias aéreas nos últimos dois anos e é líder mundial de transporte entre os Estados Unidos e Europa, com vôos para mais de 38 destinos transatlânticos. Para a América Latina e Caribe, oferece aproximadamente 478 vôos semanais para 58 destinos diferentes. As alianças de mercado também permitem que os clientes da DELTA AIR LINES acumulem e aproveitem as milhagens no programa SkyMiles em mais de 16.400 vôos oferecidos pela SkyTeam e seus parceiros.
-
-
O espírito DELTA
No início da década de 80, a recessão jogou as empresas aéreas americanas numa situação ainda mais delicada. Aquelas que contraíram enormes dívidas, tentando expandir rapidamente seus serviços, se encontravam a beira da falência. Em questão de anos, começaram a fechar. A diretoria da DELTA AIR LINES, ao invés de demitir funcionários, pediu a eles que, juntos, encontrassem uma maneira de sair da tempestade. A resposta não poderia ser mais eloqüente: os funcionários fizeram uma verdadeira caixinha, retirando de suas próprias economias, e levantaram US$ 30 milhões. Com esse dinheiro pagaram à vista por um dos BOEING 767-200 que a empresa encomendara. Batizado desde então de The Spirit of Delta, ele ainda é o orgulho da companhia e simboliza a união dos empregados e da administração.
-
- -
As subsidiárias
A DELTA AIR LINES com sua fortaleza em Atlanta e hubs secundários em Los Angeles, Cincinnatti e JFK em Nova York, há muito descobriu o valor de uma rede de empresas aéreas regionais para alimentar estes vôos. Montou uma operação conhecida como Delta Connection, formada por várias empresas menores que operam serviços regionais e feeders. As duas maiores, Comair e ASA, alimentam a empresa com milhares de passageiros todos os dias. No setor doméstico, a empresa reagiu à “impertinência” das empresas low-cost e fundou sua própria versão, batizada de Delta Express. Começou operando em 1º de outubro de 1996, com nada menos que 54 Boeing 737-200, ligava principalmente a cidade de Orlando na Flórida com destinos na Costa Leste e no Midwest americano. Em 2003 a empresa foi substituída pela SONG que, três anos depois, foi totalmente absorvida pela DELTA AIR LINES.
-
- -
A evolução visual
O tradicional logotipo da companhia aérea, composto por um triângulo em azul e vermelho, foi adotado em 1958. No decorrer dos anos o logotipo passou por outras oito modificações. Clique na imagem abaixo para ampliar.
-
-
Em 2000 a empresa apresentou um novo logotipo, que tinha como principais mudanças a exclusão das palavras Air Lines. A última modificação aconteceu em 2007, quando a empresa apresentou sua nova identidade visual, depois de passar quase dois anos em concordata. O novo logotipo marca o renascimento da gigante americana.
-
-
Gradativamente todas as aeronaves da DELTA também ganharam a nova identidade visual.
-
-
Os slogans
Speed, Comfort and Safety. (1929)
Airline of the South. (1940)
The Air Line with the Big Jets. (1961)
Delta Best Thing That Ever Happened to Air Travel . (1966)
Delta is ready when you are. (1968)
That's the Delta Spirit DELTA. The Airline Run by Professionals. (1970)
Fly the best with Delta. (1972)
Delta is the Best. (1980)
Delta gets you there with care. (1984)
Delta Gets You There. (1984)
The Best Get Better. (1987)
We Love To Fly, And It Shows. (1987)
You'll love the way we fly. (1994)
On Top of the World. (1995)
Good Goes Around. (2005)
-
-
Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação:
1928
● Fundador:
C.E. Woolmann
● Sede mundial:
Atlanta, Georgia
● Proprietário da marca: Delta Air Lines, Inc.
● Capital aberto:
Sim
● CEO:
Richard Anderson
● Presidente:
Edward Bastian
● Faturamento: US$ 28 bilhões (2009)
● Lucro: - US$ 1.2 bilhões (2009)
● Valor de mercado: US$ 10.7 bilhões (junho/2010)
● Frota: 966 aviões
● Destinos:
368
● Hubs:
Atlanta, Sal Lake City, Cincinnati e New York
● Programa de milhagem: Sky Miles
● Passageiros transportados: 161 milhões (2009)
● Presença global: 70 países
● Presença no Brasil: Sim (3 vôos diários para os Estados Unidos)
● Funcionários:
81.100
● Segmento: Aviação
● Principais produtos:
Aviação cargueira e comercial
● Subsidiárias: Comair, Delta Shuttle, Delta AirElite, Delta Connection
● Slogan: Good Goes Around.
● Website:
www.delta.com
-
A marca no mundo
Maior companhia aérea do mundo suas 966 aeronaves (dos quais 673 próprias) servem mais de 368 cidades, 249 delas nos Estados Unidos e 119 em outros 70 países ao redor do mundo, empregando 81 mil pessoas (destas aproximadamente 9 mil são pilotos). Em 2009, depois da fusão com a Northwest Airlines, a empresa transportou mais de 161 milhões de passageiros. Atualmente, a companhia aérea realiza em média 6.200 vôos por dia. A companhia aérea conta ainda com mais de 45 Delta Sky Clubs (salas vips) espalhadas por vários aeroportos do mundo. Os seus maiores hubs de operação são o Aeroporto Internacional de Atlanta, o Aeroporto Internacional de Salt Lake City, o Aeroporto Internacional de Cincinnati/Northern Kentucky e o Aeroporto Internacional John F. Kennedy.
-
Você sabia?
A DELTA concentra mais de 75% por cento do tráfego na região de Atlanta, com mais de 1.000 vôos diários para 217 destinos. E olhe que Atlanta possui o aeroporto com maior número de passageiros no mundo.
-
-
As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).
-
Última atualização em 5/6/2010

Um comentário:

Ernandes disse...

Não é a tôa que a Delta estará explorando mais um nicho comercial importante atraves de seus novos vôos para o Norte e Nordeste do Brasil. Além de ganhar muito dinheiro, favorecerá o progresso dessas regiões que atualmente para uma viagem aos EUA teremos que ir pra Sao Paulo e agora será de forma direta e rápido. Já pensou voce almoça em Fortaleza (CE) e Janta em Nova York. PARABENS DIREÇÃO DA DELTA PELA ACERTADA DECISÃO. Voces vou ganhar bastante com isso.