9.5.07

AZZARO


Além de uma moda que valorizou o glamour e a beleza da mulher em primeiro lugar, os perfumes assinados por Loris Azzaro (pronuncia-se “Aza-RRÔ”) lhe trouxeram repercussão e fama mundial. Hoje sua moda e fragrâncias de sucesso ganham o mundo e conquistam cada vez mais admiradores. 

A história 
As invasões francesas e suas colônias inspiraram muitos imigrantes de países pobres da África, que partiram para Paris na esperança de fazer fama e fortuna, levando na bagagem o novo para o velho continente. Essa é a história de muitos, em particular de Loris Azzaro (foto abaixo), filho de pais italianos (sicilianos), que nasceu no dia 9 de fevereiro de 1933, em Túnis, capital da Tunísia. Passou a infância e a adolescência nesse exótico país localizado no norte da África. Já adulto, rumou para a França, com o objetivo de estudar ciências políticas em Toulouse, mas abandonou a vida acadêmica e mergulhou de cabeça no universo da moda. Em 1962, inaugurou sua Maison no emblemático endereço da capital parisiense que sedia até hoje a primeira loja da grife: número 65 da Rue du Faubourg Saint Honoré.


No começo da carreira, ele desenhava acessórios bordados com contas e joias para sua esposa, até que, em 1968, um vestido com círculos vazados no decote lhe garantiu o reconhecimento do mundo da moda. Batizado de “8”, o estilo de decote usado nesse vestido tornou-se uma das maiores marcas registradas da costura de Azzaro até os dias de hoje. Rapidamente, e por força da ousadia, o estilista conquistou fama, respeito e admiração, criando vestidos para festas luxuosas, destinados exclusivamente a elite da sociedade francesa. O corte ousado, os ornamentos de contas, os vestidos justos e os corpetes drapeados ou plissados tornaram-se genes de seu DNA. O final dos anos de 1960 pregava uma moda simples e futurista, o que não o impediu de trazer de volta o strass e as lantejoulas, já que a mulher AZZARO era um objeto de sedução e, por isso, tinha de ser glamorosa e sexy.


Loris também seguiu os passos de costureiros famosos que presenteavam atrizes e celebridades com seus vestidos na esperança de que, assim, pudessem sair do anonimato, ser citado em colunas sociais e, em particular, em publicações que sempre fizeram a cabeça de outras mulheres, como as tradicionais revistas Vogue, Elle e Marie Claire. As origens africanas nunca abandonaram a visão desse estilista, e, ao contrário, era essa capacidade de aliar novos materiais a desenhos exóticos e sensuais, o que, desde o início, permitiu a ele crescer em um disputado mercado francês da indústria da moda. Com esse perfil, agradou em cheio um público que lhe garantiu muito retorno: as estrelas do cinema, mulheres sedentas de glamour e brilho. Ele vestiu belas e famosas mulheres como as divas Brigitte Bardot, Sophia Loren, Raquel Welsh, Claudia Cardinale, Jane Birkin, Angie Bowie, Isabelle Adjani e, mais recentemente, Nicole Kidman.


Em meados da década de 1970, após descobrir o mundo da perfumaria sofisticada, Azzaro passou a criar perfumes famosos pela originalidade de seus frascos, de seus nomes e pela qualidade de suas essências. Após uma vida de trabalho, conquistas e muito glamour, o estilista morreu de câncer, no dia 20 de novembro de 2003, aos 70 anos de idade. Após sua morte, suas criações se valorizaram e tornaram-se tesouros vintage (termo que vem do inglês, usado originalmente na cultura de vinhos para denominar o ano de uma colheita de uvas, mas que na moda define peças antigas e originais, em geral, únicas, e que expressem claramente o estilo de uma época ou de seu estilista).


As novas criações da grife também povoaram os tapetes vermelhos de eventos famosos, como por exemplo, a badalada noite de entrega do Oscar, desenhados pela sucessora de Loris Azzaro, a argentina Vanessa Seward (que assumiu em 2004 o cargo de diretora criativa da grife, depois de experiências com Chanel e Yves Saint Laurent). Ela incorporou ao legado de Azzaro a sua visão pessoal, e mantendo assim inalterada a visão do estilista, mesclando-a com mais conforto e modernidade de forma que os vestidos possam ser usados tanto durante a noite como durante o dia, sem perder o glamour, reservando-se apenas para as coleções de gala, os brilhos com os quais Loris emprestava exótica elegância a corpos femininos. A marca voltou aos holofotes. Prova disso foi a inclusão de cenas de um desfile da grife no aclamado filme “O Diabo Veste Prada”. Depois de uma meteórica passagem (que não durou nem um ano) da estilista franco-brasileira Mathilde Castello Branco, os espanhóis Arnaud Maillard e Alvaro Castejon assumiram a direção criativa da grife francesa, apresentando a primeira coleção em junho de 2013.


Apesar do glamour de suas criações, Loris Azzaro nunca integrou o universo da alta costura francesa. A melhor definição para o seu trabalho é prêt-à-porter de luxo. Tanto que, atualmente, as roupas da linha de maior padrão da grife recebem a assinatura de Azzaro Couture. Além dessa série top, o universo AZZARO é composto de prêt-à-porter feminino e masculino (este instituído pelo criador no ano de comemoração de 30 anos da marca, em 1992), moda praia, sapatos, perfumes e acessórios como lenços, bijuterias, óculos, relógios e gravatas.


A linha do tempo 
1975 
Lançamento do perfume feminino COUTURE, primeira fragrância da marca AZZARO. Recentemente o perfume, que se tornou assinatura da grife, foi reinterpretado pela então estilista da marca Vanessa Seward. 
1978 
Lançamento do perfume masculino AZZARO POUR HOMME, que além de se tornar um ícone da grife, foi um dos mais vendidos na história da perfumaria. O perfume, que leva em sua composição 320 ingredientes, entre eles o chá mate e a raríssima lavanda da Hungria, foi inspirado em um homem sedutor, viril e clássico. Suas notas combinam gerânio de Bourbon, âmbar, sândalo, vetiver e musgo de carvalho. O perfume é um sucesso internacional até os dias de hoje. Número três na França, número cinco na Europa, número dez no mundo, número dois no Brasil. Um líder indiscutível no território masculino. 
1984 
Lançamento do perfume feminino AZZARO 9, uma fragrância doce, elegante e contemporânea. 
1989 
Lançamento do perfume ACTEUR, uma água de colônia masculina com uma mistura exótica de madeiras e especiarias. 
1993 
Lançamento do perfume feminino OH LA LA, uma fragrância com mistura oriental, preparada com mais de 70% de componentes naturais, um recorde absoluto, uma vez que as essências são tão raras e caras, que a maioria prefere recorrer às substâncias sintéticas, desenvolvidas em laboratório. 
1995 
Lançamento do perfume EAU BELLE, uma combinação perfeita entre o cítrico e o floral. O resultado é um aroma refrescante e delicioso, perfeito para adolescentes ou para mulheres que se sentem eternamente jovens. 
1996 
Lançamento do perfume masculino CHROME, feito com os mais diversos aromas, é indicado para quem procura algo surpreendente. 
1999 
Lançamento do perfume feminino AZZURA, composto por notas de bergamota, flor de lótus, misk branco e âmbar, criando um aroma indescritível. 
2000 
Lançamento da colônia masculina PURE VETIVER, composto por notas de gengibre, grapefruit, vetiver do Haiti e jasmim, resultando em um aroma delicioso e refrescante. Perfeito para homens que gostam de se sentirem cheirosos o dia todo. 
2001 
Lançamento da colônia masculina PURE LAVENDER
2002 
Lançamento da colônia masculina PURE CEDRAT, uma combinação perfeita entre notas de jasmim, cardamomo, gengibre e patchouli. Perfeita para usar diariamente, tanto em encontros profissionais ou passeios. 
Lançamento do perfume feminino ORANGE TONIC com uma combinação suave e refrescante entre notas de laranja, bergamota, gengibre, limão, jasmim, mandarina, âmbar e cedro. Perfeito para o uso diário, pois possui alto poder de fixação. 
2003 
Lançamento do perfume VISIT FOR MEN com uma fragrância masculina classificada como sensual. Possui nos moscada, cardamomo, âmbar e madeiras preciosas. 
2004 
Lançamento do perfume masculino ONYX, composto por notas de bergamota, anis, limão, cardamomo, vertiver, musk e patchouli. Perfeito para homens decididos, provocantes e que gostam de deixar seu toque por onde passam. 
2005 
Lançamento do perfume feminino VISIT FOR WOMEN, uma distinta fragrância com composição original, um regresso à feminilidade resplandecente e harmoniosa. Elegante, tem uma dimensão “chique” qualitativa no que se refere à eleição das matérias-primas. 
Lançamento do SILVER BLACK, perfume masculino que reinventa a sedução e representa o retorno do “chic”, criando uma sutil combinação de elegância e masculinidade. 
2006 
Lançamento do perfume feminino PINK TONIC, uma homenagem à juventude e feminilidade. Um frescor vivo e radiante em um frasco moderno e límpido. Composto por notas de rosa, magnólia, baunilha, cedro, framboesa, flor de cedro, entre outros, é ideal para mulheres românticas. Gotas de alegria e espontaneidade definem esse novo universo da marca AZZARO. 
Lançamento do perfume masculino BRIGHT VISIT, especialmente desenvolvido para aquele consumidor leal, exigente e conhecedor de fragrâncias. O perfume traz uma nova dimensão luminosa e radiante como a luz do verão. Na nota de saída, carambola, mandarina e toranja são os responsáveis pela luminosidade que a fragrância visa transmitir. A noz-moscada e o cedro do Líbano que compõem a nota de coração são responsáveis pelo frescor da fragrância, perfeita para o verão. Na nota de fundo, âmbar e almíscar criam uma base amadeirada que se fixa na pele sensualmente. 
2007 
Lançamento do CHROME LEGEND, perfume masculino refrescante, feito para conquistar novos horizontes. Com um aroma fresco, frutal e amadeirado, ele reúne notas cítricas, folhas verdes, âmbar e almíscar. Um perfume que evoca os valores de AZZARO, personificando o espírito de conquista do homem arrojado. A versão feminina foi lançada neste mesmo ano. 
Lançamento do perfume AZZARO NOW nas versões feminina e masculina, criando uma conexão mágica e imediata entre um homem e uma mulher que compartilham os mesmos códigos. A embalagem conta com um design diferenciado e um forte apelo à sensualidade. Os frascos das duas versões, criados pela designer Emmanuelle Royer, têm formato anatômico e lembram tanto um mouse, como um celular, além de se encaixarem quando colocados um sobre o outro. 
Lançamento do perfume feminino BLUE CHARM em edição limitada. O perfume possuía uma fragrância floral frutal com notas de bergamota, flores brancas de pêssego, flor de cerejeira, lótus, daphne, lírio, cedro branco, musgo branco e âmbar branca. 
2009 
Lançamento do AQUA, perfume masculino refrescante, leve e sedutor. Sua nota de entrada é uma mistura de Bergamota com Grapefruit e Manjericão, que dão frescor ao perfume, o segundo acorde é uma fusão de castanha com madeira de cedro e seu aroma amadeirado é finalizado pelo toque de vertiver e âmbar. 
Lançamento dos perfumes TWIN MEN (contemporâneo, elegante, profundo e intenso. Com notas frescas, frutadas e aromáticas) e TWIN WOMEN (suave, que transmite um ar de inocência, feminilidade e ao mesmo tempo, sensualidade). 
2011 
Lançamento do perfume masculino AZZARO DECIBEL
2015 
Lançamento do AZZARO POUR ELLE, um perfume feminino que chega ao mercado com a missão de repetir em vendas o que a versão masculina de AZZARO conquistou nas últimas décadas. O perfume foi lançado em primeira mão no Brasil, com a top brasileira Ana Beatriz Barros como estrela.


Os perfumes 
Os perfumes são um capítulo à parte na história de sucesso de Loris Azzaro, que considerava inadmissível criar uma roupa sem o toque final de uma fragrância. Ele costumava dizer: “É importante seduzir. Para mim, o perfume é uma arma de sedução indispensável e da qual não poderia me privar”. Sua obsessão por aromas vinha do mar Mediterrâneo, fonte eterna de sua inspiração, e que banha a sua Tunísia natal. No segmento de perfumaria, obteve consagração mundial. Nos últimos 40 anos, muitos de seus perfumes integram a lista dos dez mais vendidos em várias partes do mundo, a ponto de muitas pessoas, até hoje, ignorarem a sua força como criador de moda, acreditando que Loris Azzaro seja apenas sinônimo de perfume. O grande sucesso deve-se ao Azzaro pour Homme, lançado em 1978 e que se tornou um ícone da perfumaria mundial, usado tanto por homens quanto mulheres. De 1975 a 2006, foram lançados mais de 20 perfumes, entre eles os campeões de vendas Azzaro pour Homme, Chrome (moderno e masculino, é azul com os olhos de Azzaro, e que nos últimos anos teve como garoto-propaganda Enrique Iglesias) e Acteur e os femininos Eau Belle e o novo Pink Tonic (primeiro investimento da marca no público feminino jovem). E a saga perfumada de AZZARO continua até os dias de hoje.


A evolução visual 
A identidade visual da marca AZZARO passou por algumas mudanças ao longo dos anos, adquirindo uma imagem mais moderna e sofisticada.


Dados corporativos 
● Origem: França 
● Fundação: 1962 
● Fundador: Loris Azzaro 
● Sede mundial: Paris, França 
● Proprietário da marca: Reig Capital Group e Groupe Clarins (fragrâncias) 
● Capital aberto: Não 
● Presidente: Carlos Reig 
● Diretor de criação: Arnaud Maillard e Alvaro Castejon 
● Faturamento: €100 milhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas:
● Presença global: 120 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 700 
● Segmento: Moda 
● Principais produtos: Perfumes, roupas e acessórios 
● Concorrentes diretos: Pierre Cardin, Kenzo, Paco Rabanne, Cerruti e Davidoff 
● Ícones: Os perfumes 

A marca no mundo 
Os produtos da grife francesa são vendidos em mais de 120 países ao redor do mundo, através de sua única loja própria, localizada na cidade de Paris, e nas melhores e mais chiques lojas de departamento e lojas especializadas em moda e perfumaria. A divisão de perfumes é de propriedade do Groupe Clarins desde 1995. 

Você sabia? 
A marca AZZARO ao longo dos anos lançou moda que virou ícone de um segmento como os vestidos de noite, o vestido “8” (com círculos vazados no decote em forma de um número oito), os corpetes drapeados, os bordados com contas, o Strass e a lantejoulas, os tecidos fluidos como jérsei e chiffon, e o perfume Azzaro pour Homme. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Exame), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 7/12/2015

4 comentários:

ironhorse disse...

DESDE QUANDO CONHECI O AZZARO EM 1979,FIQUEI SEDUZIDO POR SUA FRAGRÂNCIA E,ME TORNEI UM USUÁRIO FIEL E TAMBEM DIVULGADOR INFORMAL.NÃO HÁ NADA PARECIDO.VIDA LONGA AO AZZARO!!!

Susete Evaristo disse...

Trabalhei na Maison Azzaro em 1973 em Paris. Inclusive tomei parte na festa das Catrinetas desse mesmo ano.
Ainda recordo com saudades todos os colegas Madame Obri, Madame Visdá (turca) Eisim (Turca) Louise e António (espanhóis) Roseline e Jeanine (francasas) eu e Jacinta (portuguesas)

Mario disse...

Também uso o perfume Azzaro masculino a anos e não pretendo trocá-lo. É um perfume excelente!

Roberto Cruzie disse...

Esse perfume faz parte,do meu dna,uso desde 1986,sou fiel desde então!