29.9.10

MELONA

Cremoso, colorido e delicioso! Se você costuma passear pelo bairro da Liberdade, já deve certamente ter visto várias pessoas com um picolé verde claro, com formato diferente do convencional, vendido em uma embalagem verde bem fluorescente. Trata-se do MELONA, verdadeira febre entre os apreciadores de sorvete. Essa preciosidade gelada é feita na Coréia e, acredite, faz com que se formem filas de pessoas atrás dela. Com gostinho de melão, o sorvete é perfumado, com textura macia (quase aveludada) e quem prova vira fã.
-
A história
Tudo começou no início da década de 90 quando a Binggrae Co. Ltd, empresa fundada em 1967, e tradicional produtora de produtos derivados de leite como sorvetes, resolveu lançar na Coréia do Sul um novo produto que atendia pelo nome de MELONA. Era um picolé de melão ao leite, fruta bastante apreciada naquele país. O produto estreou no mercado em 1992 e se transformou em um fenômeno, sendo constantemente apontado como um grande case de marketing do setor, e que quebrou todos as recordes do segmento, incluindo o de vendas de um único item. Graças à sua suavidade, consistência, rico sabor e chamativa cor verde, o picolé tinha outro atrativo, o formato quadrado. A aceitação do produto pelos coreanos foi tamanha que já em 1994 foram vendidos mais de 280 milhões de unidades. Nos anos seguintes a marca MELONA continuou sendo um fenômeno de vendas; se transformou em um dos produtos mais vendidos do mercado coreano e rapidamente começou a ter seus picolés exportados para outros países asiáticos.
-
-
Chegou ao Brasil em 1998, importado em pequenas quantidades e vendido nas lojinhas de produtos coreanos em tradicionais bairros orientais na cidade de São Paulo. O responsável pela importação do produto era Choong Yeull Lee, um coreano que morava no Brasil já à algum tempo. Inicialmente as vendas eram simbólicas e restritas aos imigrantes coreanos da cidade. Durante anos as vendas do MELONA no Brasil permaneceram estacionadas em 80 mil unidades por ano. Em 2007, Henrique LEE, irmão mais novo de Choong, fundou a empresa M-CROSS para distribuir e disseminar o MELONA. Foram suficientes 10 novos pontos no bairro da liberdade em São Paulo, onde os “first adopters” puderam experimentar o produto e passear com o picolé verde pela feirinha de domingo que se realiza no bairro. Era o início de um grande fenômeno dos sorvetes de sabores suaves e marcantes, que começava acontecer sem estratégia ou planejamento de marketing.
-
-
Foi então que os responsáveis pela importação dos produtos resolveram investir na marca. Primeiro começou focando na comunidade coreana, depois realizou uma divulgação voltada para a colônia japonesa em festivais orientais, inclusive em 2008, quando a marca esteve presente em todos os eventos em comemoração ao centenário da imigração japonesa, e em um desses, no bairro paulistano da Liberdade, as pessoas faziam filas para degustar o MELONA. Foi um sucesso. Depois vieram reportagens em jornais da cidade, distribuição da notícia pela agência ESTADO, matéria em programas televisivos, e infinitas manifestações na internet, e que não param mais.
-
-
Rapidamente as geladeiras com o nome MELONA começaram a se espalhar para outros bairros de São Paulo, encontradas em restaurantes por quilo, lojas de conveniência e padarias. E era comum ver pessoas andando na rua degustando o picolé de cor prá lá de chamativa. O sucesso e a repentina popularidade fizeram com que a marca se expandisse para outras cidades do interior do paulista e também para outros estados. Enquanto isso na Coréia do Sul, a empresa aumentava a gama de produtos da marca com o lançamento de novos sabores do MELONA como banana, morango, manga, café, limão, tutti frutti e até feijão japonês. Além disso, a empresa desenvolveu o MELONA WAFFLE, duas deliciosas bolachas de waffles recheada com o tradicional sorvete cremoso de melão; e o MELONA MINICUP, o delicioso sorvete em potinhos de 135 ml.
-
-
Os slogans
Indulge in Refreshing. (Internacional)
A fruta em sua melhor forma. (Brasil)
-
-
Dados corporativos
● Origem:
Coréia do Sul
● Lançamento: 1992
● Criador:
Binggrae Co. Ltd.
● Sede mundial:
Namyangjoo City, Coréia do Sul
● Proprietário da marca:
Binggrae Co. Ltd.
● Capital aberto: Não
● CEO & Presidente: Kum Young Lee
● Faturamento: Não divulgado
● Lucro: Não divulgado
● Presença global: + 25 países
● Presença no Brasil: Sim
● Segmento:
Alimentos
● Principais produtos:
Sorvetes de frutas
● Ícones: A chamativa cor verde
● Slogan: Indulge in Refreshing.
● Website:
http://www.melona.com.br/
-
A marca no mundo
Atualmente a marca MELONA comercializa seus produtos em mais de 25 países ao redor do mundo, tendo presença marcante em países como a Coréia do Sul e outros países asiáticos, além do Brasil, Estados Unidos, Argentina, Austrália, Nova Zelândia e Canadá. Apesar da alta popularidade do produto em sua terra natal, os picolés são vendidos somente em lojas de conveniência. Internacionalmente os produtos são encontrados, em grande parte, nas lojas de produtos orientais.
-
Você sabia?
Atualmente, somente no Brasil, a MELONA chega a vender aproximadamente 100 mil picolés por mês.
-
-
As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Veja, Exame e Época Negócios), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas).
-
Última atualização em 30/9/2010

2 comentários:

Anônimo disse...

Inacreditável a quantidade de energia envolvida em um produto que nasce picolé na Coréia e vem até aqui para nosso "deleite"! Será que isso é sustentável?

Anônimo disse...

Se é sustentável eu não sei mas que o produto é bom isso é sem duvida