13.9.10

PACO RABANNE


Na história da moda, Paco Rabanne ficou famoso por suas roupas futuristas, que fizeram o guarda-roupa das moderninhas na década de 1960. Sua grife é sinônimo de perfumes campeões de vendas. Hoje em dia, a moda PACO RABANNE é tímida no badalado mundo fashion, mas a marca continua muito forte com seus perfumes, relógios e óculos.



A história

Paco Rabanne (imagem abaixo) nasceu no dia 18 de fevereiro de 1934 na cidade espanhola de Passaia, na região basca, com o nome verdadeiro de Francisco Rabaneda y Cuervo. Ainda enquanto jovem, a sua família mudou para França, para a região da Bretanha, onde esteve exilada a partir do momento em que o ditador Franco tomou o poder na Espanha. Enquanto a mãe se tornou uma colaboradora do conceituado estilista espanhol Cristóbal Balenciaga, Paco, então com 17 anos, se inscreveu no curso de arquitetura da Escola Nacional Superior de Belas Artes de Paris, onde se licenciou três anos depois. O espanhol, contudo, optou pela moda e deu os primeiros passos no mundo da alta-costura como produtor de botões, em casas renomadas como Dior, Givenchy, Nina Ricci e Balenciaga. Depois, vieram os bordados, que revolucionavam o que existia na época, com seus desenhos geométricos, sapatos, que desenhou para Charles Jourdan, e gravatas, desenvolvidas para Pierre Cardin.




Em 1964, se tornou independente e começou a criar suas próprias peças de vestuário, lançando seus primeiros vestidos experimentais, feitos de materiais contemporâneos. Ainda neste ano, no mês de julho, Paco Rabanne foi o primeiro estilista a escolher modelos negras para desfilar nas passarelas. Dois anos mais tarde, apresentou uma coleção muito original, sugestivamente chamada “12 vestidos impossíveis de usar em materiais contemporâneos”. Desde essa época, Paco Rabanne revolucionou por várias vezes as tradicionais tendências da moda, principalmente por recorrer a materiais pouco usais na confecção de roupa como o plástico, couro fluorescente, alumínio, papel, cabos de fibra ótica, penas de avestruz, puxadores de portas, correntes metálicas, entre muitos outros.




Logo surgiram críticos diante de tanta inovação. A diva Coco Chanel o chamou de “metalúrgico”, criticando as desconfortáveis criações do estilista basco. A resposta de Paco era que as mulheres devem vestir roupas cômodas, mas para conquistar um homem, não deve haver limites para o sacrifício. Ganhou projeção em 1967 quando desenhou o vestido futurista usado por Jane Fonda no filme de ficção científica “Barbarella”, de Roger Vadim. A atriz norte-americana passou a integrar, juntamente com as colegas Brigitte Bardot, Audrey Hepburn e Ursula Andrews, o grupo de vedetes que vestiam as criações de Paco Rabanne.




Em 1969 o estilista ampliou sua área de atuação ao lançar Calandre, primeiro de uma série de bem sucedidos perfumes com a sua marca, que chamou a atenção por usar chipre como nota básica, enquanto a moda era utilizar essências cítricas. Graças às suas coleções de alta-costura, o estilista espanhol recebeu, em 1977, o prestigiado prêmio Dedal Dourado (L’Aiguille d’Or). Na década de 1980, a grife PACO RABANNE ganhou projeção internacional e passou a ser mais reconhecida por sua linha de perfumes. Além disso, Paco Rabbane lançou coleções de móveis e toalhas de mesa, linhas de cosméticos masculinos, relógios e óculos. O estilista era tão ousado que, em 1989, na segunda Nuit du Chocolat, Paco foi o primeiro a apresentar um vestido feito inteiramente de chocolate. Em 1990, além de lançar sua primeira coleção de roupas para mulheres, a grife inaugurou sua primeira loja em Paris.




Em junho de 1994, para celebrar o seu 60º aniversário e o 30º de sua carreira como costureiro, Paco Rabanne apresentou de uma só vez 200 criações originais. A linha prét-a-porter Paco, destinada a clientes mais jovens foi lançada no mês de novembro de 1997. Pouco depois, em 1999, Paco Rabanne se retirou, quase que totalmente, do mundo da moda ao apresentar as suas últimas criações de alta-costura. A partir daí passou a se dedicar apenas à supervisão de suas linhas de prét-a-porter e sportswear. Nesta época, a grife PACO RABANNE brilhava em letras de prata no mundo inteiro com 140 contratos de licença nos mais variados segmentos.




Após mais de quatro décadas produzindo criações futuristas, ele decidiu encerar sua marca (especialmente a produção de roupas) em 2006 por motivos financeiros. As vendas das coleções da grife despencaram no mercado de moda que, desde 2005, era assinada pelo estilista Patrick Robinson. Coberto de honras e reconhecimento, tendo desfilado no mundo inteiro, de Berlim a Sevilha, ele pertenceu à linhagem dos costureiros-criadores: o importante para ele era criar volumes, modelos únicos concebidos como móbiles no espaço, vestidos “piquenique” enfeitados com talheres de plástico, boleros feitos de tampas de garrafas ou túnicas de plaquetas articuladas. A partir de então, a marca PACO RABANNE, sob propriedade da espanhola PUIG desde 2000, também proprietária de grifes como Carolina Herrera e Jean Paul Gaultier, existiria durante alguns anos somente nos segmentos de perfumes (coube a eles manter viva a tradicional marca), relógios e óculos.


Mas aos poucos, a marca seria relançada no universo da moda. Primeiro, em 2010, com uma coleção de bolsas, que incluía o icônico modelo tipo carteiro, originalmente feito de correntes e que já foi usado por personalidades como a atriz Brigitte Bardot na década de 1960. As novas versões eram feitas de metal, osso, couro vegetal e camurça. Nos anos seguintes a PACO RABANNE lançou coleções de roupas femininas (primeiro sob a direção do estilista indiano Manish Arora, e a partir de 2013 com Julien Dossena), linhas de acessórios (incluindo sapatos e itens de couro), voltou aos desfiles e as semanas de moda, criou o projeto Paco Lab (onde estilistas colaboradores desenvolvem edições limitadas de peças e acessórios) e lançou seu comércio eletrônico.


Além disso, inaugurou no ano início de 2016 uma moderna loja âncora na luxuosa Rue Cambon na cidade de Paris, no mesmo quarteirão onde Coco Chanel começou seu império. O ambiente da nova loja transmite simplicidade e um ar minimalista, que refletem as características da marca, considerada jovem e atemporal. Era o retorno em grande estilo ao mercado de varejo depois de um hiato de quatorze anos. E também foi o verdadeiro ressurgimento da grife PACO RABANNE no mundo da moda, que já anunciou lojas físicas em Londres e Los Angeles para os próximos anos. 



A linha do tempo

1973

Lançamento do PACO RABANNE POUR HOMME, primeiro perfume masculino da marca.

1979

● Lançamento do perfume METAL.

1981

● Lançamento da coleção de móveis e toalhas de mesa.

1983

● Lançamento da coleção de roupas masculinas.

1984

● Lançamento da linha de cosmético masculina.

1985

● Lançamento dos perfumes LA NUIT e SPORT.

1988

● Lançamento do perfume TENERE.

1990

● Lançamento da coleção de roupas para mulheres (women’s ready-to-wear).

1991

Lançamento da linha de acessórios em couro.

1993

Lançamento do XS, perfume masculino com suaves notas florais.

1996
Lançamento do PACO, primeiro perfume unissex da marca apresentado em um frasco de material reciclado.

1998

● Lançamento do perfume PACO ENERGY.

1999
Lançamento do perfume feminino ULTRAVIOLET. A versão masculina foi lançada dois anos depois.

2005

● Lançamento do perfume masculino BLACK XS. A versão feminina foi lançada dois anos mais tarde.

2008

Lançamento do perfume masculino 1 MILLION, cujo frasco possui o formato de uma barra de ouro. O perfume foi um verdadeiro sucesso em muitos países, sendo o mais vendido na França no ano de 2011.

2010

Lançamento do perfume feminino LADY MILLION, cujo frasco possui o formato de um diamante. A modelo Dree Hemingway era o rosto da nova fragrância. 
2013

● Lançamento do perfume masculino INVICTUS. Em 2015 foi o perfume masculino mais vendido na França. 
2015
Lançamento do perfume feminino OLYMPÉA. Criado pelo designer Marc Ange, o frasco do perfume combina uma estética moderna com símbolos emprestados da antiguidade, incluindo asas e folhas de louro. Para encarnar a nova fragrância, a marca escolheu a bela modelo brasileira Luma Grothe.


A evolução visual 
Como parte do relançamento da marca no universo fashion, em 2016, a marca apresentou seu novo logotipo. Com uma nova tipografia de letra personalizada, batizada de Paco Sans, o logotipo ficou mais leve e contemporâneo. As letras ganharam um espaço maior entre si.


O tradicional monograma da grife também ganhou um novo design, mais limpo, leve e moderno. A letra R ganhou uma nova e ousada tipografia, mais arredondada.



Dados corporativos

● Origem: França
● Fundação: 1964

● Fundador: Paco Rabanne

● Sede mundial: Paris, França

● Proprietário da marca: Puig Beauty & Fashion Group S.L.

● Capital aberto: Não

● CEO: Marc Puig Guasch

● Diretor criativo: Julien Dossena

● Faturamento: Não divulgado

● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 1

● Presença global: 100 países

● Presença no Brasil: Sim 

● Segmento: Moda

● Principais produtos: Roupas, sapatos, bolsas, perfumes, relógios e óculos 
● Concorrentes diretos: Pierre Cardin, Moschino, Kenzo, Courrèges, Donna Karan, Saint Laurent, Christian Dior e Calvin Klein
● Ícones: Os perfumes

● Website: www.pacorabbane.com

A marca no mundo

Hoje em dia, a marca que pertence a espanhola PUIG, comercializa seus famosos e populares perfumes, roupas e acessórios, além de relógios e óculos, em mais de 100 países ao redor do mundo através de badaladas lojas de departamento. A marca possui apenas uma loja própria, localizada em Paris.



Você sabia?

● No mês de agosto de 1999, Paco Rabanne se viu envolvido em uma história curiosa que quase acabou manchando a imagem conquistada ao longo de mais de três décadas de carreira. O estilista, que é também astrólogo, resolveu fechar sua casa em Paris porque estava convencido que no dia 11 desse mês a estação espacial russa MIR iria cair sobre a capital francesa. Tal fato não aconteceu e Paco Rabanne foi alvo da chacota geral da mídia. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Elle, Isto é Dinheiro e Exame), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 2/8/2016

3 comentários:

divya chirsty disse...

Great article..learn a lot of useful information..
Web Designing Company Bangalore
Web Development Company Bangalore
Web Design Company Bangalore

sophia disse...

Interesting information..really i enjoyed..to read..
Distressed Oak Flooring
Oak Doors
Barn Conversions Yorkshire

perfumes Paco Rabanne disse...

Que bacana bem completo a historia do paco rabanne, com sua permissão quero publicar parte do conteúdo no meu blog, parabéns pela dedição, abçs