1.12.10

CENTAURO


A rede CENTAURO se transformou em uma vitrine para qualquer produto esportivo. Os mais recentes lançamentos de tênis, vestuário e equipamentos esportivos de última geração desfilam por suas prateleiras e displays, reunidos em um mesmo ambiente entretenimento e experimentação de produtos quando o assunto é esporte. Seja ele qual for. 


A história 
Tudo começou com Sebastião Bonfim Filho (foto abaixo), um jovem de 26 anos, herdeiro de um varejista de tecido de Caratinga, uma pequena cidade no interior de Minas Gerais, e proprietário de uma fábrica falida de balanças industriais, que tinha uma ideia na cabeça e apenas US$ 10.500 no bolso. Era início dos anos de 1980, consolidava-se nos Estados Unidos o interesse pela forma física e culto ao corpo e à saúde, e praticantes de running (corridas) literalmente invadiam ruas e parques. Impressionado com o que viu no exterior, ele decidiu inaugurar uma loja de roupas e materiais esportivos, no dia 1 de abril de 1981, na vizinhança da badalada região da Savassi, em Belo Horizonte, para conquistar clientes de maior poder aquisitivo. A oferta de camisetas, calções, abrigos de moletom e tênis atraiu primeiro seus amigos, mas rapidamente a clientela cresceu. O jovem empreendedor escolheu o nome CENTAURO para seu novo negócio porque a criatura com corpo de cavalo e torso de homem tinha tudo a ver com o esporte. Afinal, é um ser que soma a inteligência humana com a força e resistência de um animal. Soube depois que, na mitologia, os centauros eram monstros cruéis, mas não recuou e manteve o nome de sua loja. Com apenas quatro funcionários, a pequena loja já nasceu com propostas de trabalho muito bem definidas. Alta qualidade no atendimento, lançamento de produtos de última geração e padrão inovador nas instalações caracterizavam o novo empreendimento.



Mas o começo não foi fácil. No aprendizado sobre estoques o jovem empresário quase quebrou. Isto ocorreu em 1982. Como o inverno do ano anterior havia sido extremamente rigoroso, o empresário literalmente entupiu seu depósito de agasalhos esportivos da marca Adidas. Só que o frio não veio. Com as duplicatas vencendo, ele chamou uma costureira e lhe pediu que cortasse as mangas de seis agasalhos. No dia seguinte, vendeu todas. Repetiu a dose com todas as peças. Em poucas semanas, liquidou o estoque de aproximadamente mil agasalhos. Ao saber desse fato inusitado, um diretor da Adidas visitou a loja. “Gastamos milhares de dólares para desenvolver essa peça e o senhor manda cortar as mangas”, queixou-se ele, antes de deixar o local. Mas, no ano seguinte, a própria Adidas lançou uma linha de agasalhos com mangas curtas. Já em 1983, a CENTAURO inaugurou sua primeira loja dentro de um shopping center, visando aproveitar o grande fluxo de pessoas. Nos anos seguintes, além de apostar na onda de cuidados com a saúde e o corpo, a CENTAURO firmou parcerias com grandes fabricantes esportivos para oferecer a seus clientes os mais modernos e avançados produtos. Em 1995, iniciou seu plano de expansão nacional com a inauguração da primeira loja no Rio de Janeiro. A rede chegou a São Paulo, somente no fim de 1999, e iniciou uma transformação no varejo esportivo da capital paulista.



Em menos de 20 anos, o jovem empreendedor se transformou no maior vendedor de artigos esportivos do Brasil. Em 2000, saíam das gôndolas de suas lojas aproximadamente 200 mil pares de tênis Nike e outros tantos da alemã Adidas. Pelas caixas registradoras passavam 1.3 milhões de clientes. Nesta época a CENTAURO inaugurou a primeira loja no conceito superloja (megastore) de artigos esportivos do país. Localizada no Shopping West Plaza, em São Paulo, eram aproximadamente 2.300 m², onde os consumidores podiam utilizar pequenas quadras de basquete, futebol e até um ringue de boxe - além de comprar produtos esportivos, é claro. A divisão dos produtos por modalidade esportiva foi outro modelo adotado pela rede. Os corredores da loja reproduziam uma pista de atletismo. O cliente passava do futebol ao tênis, do judô ao surfe, da ginástica aos esportes de aventura. Havia produtos com todo tipo de tecnologia e para todos os bolsos. Seguindo o exemplo de algumas grandes redes de livrarias e lojas de eletrodomésticos, a CENTAURO tinha um objetivo claro: proporcionar lazer aos clientes para que passassem o maior tempo possível na loja, e gastassem mais.



O sucesso deste conceito de loja foi tamanho, que a rede, em pouco mais de um ano, inaugurou mais cinco unidades em São Paulo. Em 2003 a empresa iniciou suas operações no comércio eletrônico. Disponibilizando aos clientes calçados esportivos das melhores marcas e produtos para futebol, natação, corrida, basquete, ciclismo, surfe, tênis, artes marciais, moda casual e fitness, a CENTAURO cresceu vertiginosamente a partir de 2006 inaugurando lojas em vários estados brasileiros. De 44 unidades, em pouco mais de quatro anos a CENTAURO quase triplicou de tamanho em número de lojas. Além disso, marcas consagradas como Nike, Mizuno e Adidas ganharam espaços exclusivos em suas lojas, o que aumentou ainda mais o fluxo de amantes de esportes a procura dos melhores equipamentos e materiais para praticar atividades físicas. Em 2015, ampliou seus canais de venda ao lançar um aplicativo de compras para tablets e smartphones. Além disso, a rede iniciou a inauguração de lojas no conceito de outlets. Em 2018 a rede anunciou um novo layout para suas lojas, focado e construído para oferecer experiências aos clientes. Essa nova geração de lojas oferece provador inteligente (as peças possuem um identificador e, ao entrar na cabine, os produtos são automaticamente detectados, passando a ser visualizados pelo cliente em uma tela), serviço personalizado para ajudar os consumidores a identificarem a bicicleta ideal de acordo com suas preferências e características, caixa móvel (os atendentes tem seus  próprios terminais móveis de pagamento) e o serviço de customização de peças (além da já tradicional estamparia de camisas de futebol, agora com a customização de chuteiras).


Além de ser ao maior vendedora brasileira de marcas como Nike, Adidas e Puma, a CENTAURO possui marcas próprias que complementam seu portfólio: Adams, com artigos de futebol, basquete e tênis; Nord Outdoor, com produtos para camping e atividades ao ar livre; Oxer, que inclui diversos segmentos esportivos (artigos para academia, corrida, natação, ciclismo, surfe e moda casual) e X-7, produtos para skate. Hoje em dia, com a missão de democratizar o esporte no país, a CENTAURO investe pesado no patrocínio de grandes eventos e atletas. Desde 2007, a marca é patrocinadora do tenista brasileiro Marcelo Melo, que em 2015 conquistou um feito importante para o país, ao alcançar a primeira posição do ranking mundial de duplas da ATP (Associação de Tenistas Profissionais). Foi patrocinadora da Copa do Brasil durante os anos de 2012 e 2013, e da Copa do Mundo da FIFA 2014. Em seu histórico, já investiu também em patrocínios como o do Campeonato Brasileiro/Série B, de todos os árbitros da Copa Libertadores da América e da Sul Americana (Conmebol), além das Seleções Africanas de Camarões, Costa do Marfim, Gana e Senegal. Além patrocinar mais de 100 corridas de rua em todo o país.



Dados corporativos 
● Origem: Brasil  
● Fundação: 1 de abril de 1981  
● Fundador: Sebastião Bonfim Filho  
● Sede mundial: São Paulo, Brasil 
● Proprietário da marca: Grupo SBF 
● Capital aberto: Não  
● CEO: Pedro Zemel 
● Faturamento: R$ 2 bilhões (estimado)  
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 187 
● Presença global: Não (presente somente no Brasil) 
● Funcionários: 8.000 
● Segmento: Varejo  
● Principais produtos: Tênis, vestuário, materiais e equipamentos esportivos 
● Concorrentes diretos: Decathlon, Bayard, Paquetá Esportes, Kanui e Netshoes 
● Ícones: A pista de atletismo interna de suas lojas 
● Slogan: Seu esporte, nossa paixão.  
● Website: www.centauro.com.br

A marca no Brasil 
Atualmente a CENTAURO, maior rede de artigos esportivos da América Latina, possui mais de 185 lojas espalhadas por 23 estados brasileiros, tendo São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro como seus maiores mercados. A grande maioria de suas lojas está localizada dentro de shopping centers. A rede ainda conta com um consolidado comércio eletrônico e aplicativo para dispositivos móveis. 


Você sabia? 
Atualmente, a cada cinco anos, novos layouts e padrões visuais são definidos e todas as lojas, inteiramente remodeladas. 
No final de 2012, a gestora GP Investimentos anunciou um investimento de R$ 450 milhões na aquisição de aproximadamente 30% do Grupo SBF, empresa que detém 100% da varejista de produtos esportivos CENTAURO. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Exame, Época Negócios e Veja), jornais (Valor Econômico, Folha, Estadão e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas).

Última atualização em 27/9/2018

3 comentários:

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.

Renzo disse...

Empresa bacana , so não entendo por que a a sede fiscal da mesma foi para SP? É mais uma empresa de MG que coloca sua sede em SP. Algo difícil de entender.

Miami Ram disse...

just linked this article on my facebook account. it’s a very interesting article for all...



Aventura Jeep