1.12.10

CENTAURO


A rede CENTAURO se transformou em uma vitrine para qualquer produto esportivo. Os mais recentes lançamentos de tênis, vestuário e equipamentos esportivos de última geração desfilam por suas prateleiras e displays, reunidos em um mesmo ambiente entretenimento e experimentação de produtos quando o assunto é esporte. Seja ele qual for. 


A história 
Tudo começou com Sebastião Bonfim Filho (foto abaixo), um jovem de 26 anos, herdeiro de um varejista de tecido de Caratinga, uma pequena cidade no interior de Minas Gerais, e proprietário de uma fábrica falida de balanças industriais, que tinha uma ideia na cabeça e apenas US$ 10.500 no bolso. Era início dos anos de 1980, consolidava-se nos Estados Unidos o interesse pela forma física e culto ao corpo e à saúde, e praticantes de running (corridas) literalmente invadiam ruas e parques. Impressionado com o que viu no exterior, ele decidiu inaugurar uma loja de roupas e materiais esportivos, no dia 1 de abril de 1981, na vizinhança da badalada região da Savassi, em Belo Horizonte, para conquistar clientes de maior poder aquisitivo. A oferta de camisetas, calções, abrigos de moletom e tênis atraiu primeiro seus amigos, mas rapidamente a clientela cresceu. O jovem empreendedor escolheu o nome CENTAURO para seu novo negócio porque a criatura com corpo de cavalo e torso de homem tinha tudo a ver com o esporte. Afinal, é um ser que soma a inteligência humana com a força e resistência de um animal. Soube depois que, na mitologia, os centauros eram monstros cruéis, mas não recuou e manteve o nome de sua loja. Com apenas quatro funcionários, a pequena loja já nasceu com propostas de trabalho muito bem definidas. Alta qualidade no atendimento, lançamento de produtos de última geração e padrão inovador nas instalações caracterizavam o novo empreendimento.



Mas o começo não foi fácil. No aprendizado sobre estoques o jovem empresário quase quebrou. Isto ocorreu em 1982. Como o inverno do ano anterior havia sido extremamente rigoroso, o empresário literalmente entupiu seu depósito de agasalhos esportivos da marca Adidas. Só que o frio não veio. Com as duplicatas vencendo, ele chamou uma costureira e lhe pediu que cortasse as mangas de seis agasalhos. No dia seguinte, vendeu todas. Repetiu a dose com todas as peças. Em poucas semanas, liquidou o estoque de aproximadamente mil agasalhos. Ao saber desse fato inusitado, um diretor da Adidas visitou a loja. “Gastamos milhares de dólares para desenvolver essa peça e o senhor manda cortar as mangas”, queixou-se ele, antes de deixar o local. Mas, no ano seguinte, a própria Adidas lançou uma linha de agasalhos com mangas curtas. Já em 1983, a CENTAURO inaugurou sua primeira loja dentro de um shopping center, visando aproveitar o grande fluxo de pessoas. Nos anos seguintes, além de apostar na onda de cuidados com a saúde e o corpo, a CENTAURO firmou parcerias com grandes fabricantes esportivos para oferecer a seus clientes os mais modernos e avançados produtos. Em 1995, iniciou seu plano de expansão nacional com a inauguração da primeira loja no Rio de Janeiro. A rede chegou a São Paulo, somente no fim de 1999, e iniciou uma transformação no varejo esportivo da capital paulista.



Em menos de 20 anos, o jovem empreendedor se transformou no maior vendedor de artigos esportivos do Brasil. Em 2000, saíam das gôndolas de suas lojas aproximadamente 200 mil pares de tênis Nike e outros tantos da alemã Adidas. Pelas caixas registradoras passavam 1.3 milhões de clientes. Nesta época a CENTAURO inaugurou a primeira loja no conceito superloja (megastore) de artigos esportivos do país. Localizada no Shopping West Plaza, em São Paulo, eram aproximadamente 2.300 m², onde os consumidores podiam utilizar pequenas quadras de basquete, futebol e até um ringue de boxe - além de comprar produtos esportivos, é claro. A divisão dos produtos por modalidade esportiva foi outro modelo adotado pela rede. Os corredores da loja reproduziam uma pista de atletismo. O cliente passava do futebol ao tênis, do judô ao surfe, da ginástica aos esportes de aventura. Havia produtos com todo tipo de tecnologia e para todos os bolsos. Seguindo o exemplo de algumas grandes redes de livrarias e lojas de eletrodomésticos, a CENTAURO tinha um objetivo claro: proporcionar lazer aos clientes para que passassem o maior tempo possível na loja, e gastassem mais.



O sucesso deste conceito de loja foi tamanho, que a rede, em pouco mais de um ano, inaugurou mais cinco unidades em São Paulo. Em 2003 a empresa iniciou suas operações no comércio eletrônico. Disponibilizando aos clientes calçados esportivos das melhores marcas e produtos para futebol, natação, corrida, basquete, ciclismo, surfe, tênis, artes marciais, moda casual e fitness, a CENTAURO cresceu vertiginosamente a partir de 2006 inaugurando lojas em vários estados brasileiros. De 44 unidades, em pouco mais de quatro anos a CENTAURO quase triplicou de tamanho em número de lojas. Além disso, marcas consagradas como Nike, Mizuno e Adidas ganharam espaços exclusivos em suas lojas, o que aumentou ainda mais o fluxo de amantes de esportes a procura dos melhores equipamentos e materiais para praticar atividades físicas. Em 2015, ampliou seus canais de venda ao lançar um aplicativo de compras para tablets e smartphones. Além disso, a rede iniciou a inauguração de lojas no conceito de outlets. Em 2018 a rede anunciou um novo layout para suas lojas, focado e construído para oferecer experiências aos clientes. Essa nova geração de lojas oferece provador inteligente (as peças possuem um identificador e, ao entrar na cabine, os produtos são automaticamente detectados, passando a ser visualizados pelo cliente em uma tela), serviço personalizado para ajudar os consumidores a identificarem a bicicleta ideal de acordo com suas preferências e características, caixa móvel (os atendentes tem seus  próprios terminais móveis de pagamento) e o serviço de customização de peças (além da já tradicional estamparia de camisas de futebol, agora com a customização de chuteiras).


Além de ser ao maior vendedora brasileira de marcas como Nike, Adidas e Puma, a CENTAURO possui marcas próprias que complementam seu portfólio: Adams, com artigos de futebol, basquete e tênis; Nord Outdoor, com produtos para camping e atividades ao ar livre; Oxer, que inclui diversos segmentos esportivos (artigos para academia, corrida, natação, ciclismo, surfe e moda casual) e X-7, produtos para skate. Hoje em dia, com a missão de democratizar o esporte no país, a CENTAURO investe pesado no patrocínio de grandes eventos e atletas. Desde 2007, a marca é patrocinadora do tenista brasileiro Marcelo Melo, que em 2015 conquistou um feito importante para o país, ao alcançar a primeira posição do ranking mundial de duplas da ATP (Associação de Tenistas Profissionais). Foi patrocinadora da Copa do Brasil durante os anos de 2012 e 2013, e da Copa do Mundo da FIFA 2014. Em seu histórico, já investiu também em patrocínios como o do Campeonato Brasileiro/Série B, de todos os árbitros da Copa Libertadores da América e da Sul Americana (Conmebol), além das Seleções Africanas de Camarões, Costa do Marfim, Gana e Senegal. Além patrocinar mais de 100 corridas de rua em todo o país.



Dados corporativos 
● Origem: Brasil  
● Fundação: 1 de abril de 1981  
● Fundador: Sebastião Bonfim Filho  
● Sede mundial: São Paulo, Brasil 
● Proprietário da marca: Grupo SBF 
● Capital aberto: Não  
● CEO: Pedro Zemel 
● Faturamento: R$ 2 bilhões (estimado)  
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 187 
● Presença global: Não (presente somente no Brasil) 
● Funcionários: 8.000 
● Segmento: Varejo  
● Principais produtos: Tênis, vestuário, materiais e equipamentos esportivos 
● Concorrentes diretos: Decathlon, Bayard, Paquetá Esportes, Kanui e Netshoes 
● Ícones: A pista de atletismo interna de suas lojas 
● Slogan: Seu esporte, nossa paixão.  
● Website: www.centauro.com.br

A marca no Brasil 
Atualmente a CENTAURO, maior rede de artigos esportivos da América Latina, possui mais de 185 lojas espalhadas por 23 estados brasileiros, tendo São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro como seus maiores mercados. A grande maioria de suas lojas está localizada dentro de shopping centers. A rede ainda conta com um consolidado comércio eletrônico e aplicativo para dispositivos móveis. 


Você sabia? 
Atualmente, a cada cinco anos, novos layouts e padrões visuais são definidos e todas as lojas, inteiramente remodeladas. 
No final de 2012, a gestora GP Investimentos anunciou um investimento de R$ 450 milhões na aquisição de aproximadamente 30% do Grupo SBF, empresa que detém 100% da varejista de produtos esportivos CENTAURO. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Exame, Época Negócios e Veja), jornais (Valor Econômico, Folha, Estadão e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas).

Última atualização em 27/9/2018

3 comentários:

Unknown disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.

Renzo disse...

Empresa bacana , so não entendo por que a a sede fiscal da mesma foi para SP? É mais uma empresa de MG que coloca sua sede em SP. Algo difícil de entender.

Unknown disse...

just linked this article on my facebook account. it’s a very interesting article for all...



Aventura Jeep