23.9.14

JOHN JOHN


Com nome e slogan em inglês, cheia de estilo e atitude, além de campanhas estreladas por astros teen internacionais, como Zac Efron, JOHN JOHN é, para muitos, incluindo seus consumidores, uma marca americana ou inglesa. Mas na verdade, a marca cujas calças jeans com caimento impecável e visual descolado, cobiçadas por moderninhos e celebridades, é na verdade 100% brasileira. Recortes inesperados e detalhes surpreendentes, nada passa despercebido em uma peça da JOHN JOHN, que adota um posicionamento despojado chique. 

A história 
A história começou com João Foltran, que na adolescência se apaixonou por cortes, tecidos e cores ao trabalhar em uma pequena confecção na cidade de Tietê, no interior paulista. Após a morte de seu pai, aos 18 anos ele se mudou para São Paulo e começou a fabricar roupas para grandes lojas populares como Mappin, Mesbla e Besni. Já com experiência na confecção de roupas, iniciou a fabricar calças jeans para marcas consagradas como Carmin, Animale e Daslu. E foi então, que o empresário percebeu uma lacuna no segmento de jeans premium no Brasil. Afinal os endinheirados sempre compravam suas calças jeans no exterior. Em 2006, depois de muita pesquisa em busca de novas técnicas de lavagem, costura e modelagem, ele resolveu criar a JOHN JOHN, cujo nome foi inspirado no apelido que os amigos mais próximos o chamavam. O conceito da marca era oferecer um jeans de qualidade, feito a mão e em linha com tudo que acontece nas melhores lavanderias de jeans da Itália.


Desde o início o empresário teve enorme preocupação com qualidade, que ia desde o corte e a lavagem até os acabamentos. Inicialmente as calças jeans eram enviadas em consignação para lojas multimarcas da região do interior paulista. Como o empresário não dispunha de verba para campanhas publicitárias resolveu vestir (entenda-se, presentear) celebridades com suas calças. E foi então que outras lojas multimarcas, de várias regiões do país, passaram a ter interesse em vender os jeans da JOHN JOHN. E não demorou muito para as calças jeans da marca se tornarem objetos de desejo entre os endinheirados. O caimento perfeito, o design, as lavagens, o visual descolado e o conforto das peças também foram parar nas páginas de importantes revistas de moda. E conquistaram um público jovem ávido por peças descoladas, mas com muita qualidade.


Em julho de 2011, mesmo ano em que a marca inaugurou um showroom para lojas multimarcas, a JOHN JOHN foi adquirida por aproximadamente R$ 30 milhões pelo grupo Restoque, proprietário das grifes Le Lis Blanc, Bo.Bô e Rosá Chá. O fundador da JOHN JOHN continuou envolvido na operação do negócio como responsável pela linha de produtos jeans da marca. Sob essa nova gestão, teve início o processo de expansão do mix de produtos da marca, antes concentrado mais em peças jeans. Com isso, a JOHN JOHN lançou no mercado tops, peças bordadas, camisetas estampadas, moletons, camisas, bermudas, calçados, lingeries, acessórios, roupas infantis, uma linha de óculos e os famosos bonés, sempre mantendo a cultura jovem e despojada do jeanswear. E investiu muito em comunicação com campanhas publicitárias estreladas por grandes astros internacionais, como por exemplo, Zac Efron, Lindsay Lohan e Joshua Bowman.


Além disso, no mês de fevereiro de 2012, a marca inaugurou sua primeira flagship store, na badalada rua Oscar Freire, em São Paulo. Nos anos seguintes a marca inaugurou várias outras lojas em importantes cidades do país, sempre localizadas em locais de alto poder aquisitivo. As lojas da marca têm características interessantes que proporcionam entretenimento. Letreiros luminosos gigantes. Internamente, pouca iluminação, mas focada estrategicamente nos produtos. Decoração que mistura um estilo vintage com tecnologia, criando assim um espaço harmônico. Além disso, o atendimento, de um jeito profissional e displicente ao mesmo tempo, faz o consumidor se sentir dentro de um clube noturno.


Mais recentemente, a JOHN JOHN, além de lançar seu comércio eletrônico, ingressou em novas categorias de produtos, como por exemplo, com o lançamento de sua primeira linha de maquiagem, que inclui pó compacto, blush, batons, lápis para os olhos, sombras, delineadores e máscaras de cílios. E não parou por aí. A marca ainda lançou produtos para as unhas que conta com inovação. Além dos esmaltes, a linha oferece a caneta corretora, que hidrata a cutícula, faz a limpeza rápida e prática do excesso do esmalte e ainda é enriquecida com óleo de Jojoba e extrato de algas marinhas.


Hoje em dia a JOHN JOHN é composta de três linhas: John John, com peças básicas e essenciais, indispensáveis em qualquer guarda roupa; John John Black, que traz uma linha de roupa para noite e eventos especiais; e John John Made in Italy, linha de calças jeans desenvolvidas e fabricadas na Itália, com as três características essenciais para tornar um jeans premium (Fit, Fabric & Finish).


Além de desenvolver técnicas únicas de lavagem alinhadas com as mais novas e avançadas tecnologias do segmento, cada calça jeans da JOHN JOHN é repleta de detalhes. Plaquinhas douradas brincam com o mote da calça “Made in Heaven”. O gosto por encher as calças de aviamentos únicos, como por exemplo, dezenas de etiquetas, desenhos do lado de dentro e tags com botões - vem acompanhado do receio da pirataria. Com tudo isso as peças sempre têm novidades e se diferenciam. Apesar das calças femininas, masculinas e infantis serem o carro-chefe da marca, os produtos mais vendidos são shorts e minissaias. Em todas as peças é perceptível a preocupação com o conforto. Nas peças nada é justo demais. Para alcançar essa excelência, cada peça pode ser lavada até quatro vezes, o que dá aos tecidos mais maleabilidade e um toque leve, muito semelhante ao moletom.


Dados corporativos 
● Origem: Brasil 
● Fundação: 2006 
● Fundador: João Foltran 
● Sede mundial: São Paulo, Brasil 
● Proprietário da marca: Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. 
● Capital aberto: Não 
● CEO: Livinston Bauermeister 
● Faturamento: Não divulgado 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 55 
● Presença global: 10 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 500 
● Segmento: Moda urbana 
● Principais produtos: Calças jeans, roupas e acessórios 
● Concorrentes diretos: 7 For All Mankind, J Brand, Diesel, Ellus, Forum e Zoomp 
● Ícones: Os bonés 
● Slogan: Jeans Made in Heaven. 
● Website: www.johnjohndenim.com 

A marca no mundo 
Atualmente a JOHN JOHN, que faz parte do grupo Restoque, vende calças jeans, roupas e acessórios através de 55 lojas próprias e outras 400 selecionadas lojas multimarcas em boa parte do território nacional. A marca também está presente em mais de 50 lojas multimarcas no exterior, em países como Estados Unidos, França, Dubai e Líbano. A fábrica da marca, localizada em Tietê, cidade a 140 km de São Paulo, produz mais de 16 mil peças por mês. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Exame e Época Negócios), jornais (Meio Mensagem e Valor Econômico), sites de moda (PureTrends), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 23/9/2014

10 comentários:

Frederico disse...

caramba... não sabia que era brazuca! não vou mais comprar !!!!
(haha, brincadeira... mas COM CERTEZA muitos funkeiros e 'futebolers' pensariam assim se descobrissem, se lessem blogs informativos como esse...).
Abraços.

Anônimo disse...

Prova de que o Brasil pode fazer produtos de qualidade, basta esforço.

Anônimo disse...

Legal

Sandra Sousa disse...

Tenho um site de Outlet no interior do Brasil e gostaria de poder usar essas informações disponibilizadas através do seu blog (com o devido crédito claro!) na divulgação conceitual dos produtos à venda.. Agradecida

SL store disse...

A marca é muito bacana e é um orgulho saber que é 100% brasileira!
Compre aqui John John Original: www.slstore.com.br

Anônimo disse...

Não existe calça jeans mais confortável!

leandro oliveira pereira disse...

poxa, podia ser joão joão, afinal o produto é brasileiro, e deve ter muita gente comprando achando que é estrangeira ou até mesmo comparando a john john surfista campeão na etapa do rio

Anônimo disse...

Eu tenho curiosidade de saber porque a maioria das camisetas da marca te símbolo de cruz e made in heaven.

Anônimo disse...

Foi uma grande surpresa saber que a marca é brasileira, haja vista a qualidade da mesma, o que não é vista em outras marcas brasileiras do segmento. Independente das campanhas publicitarias, que com certeza ganham muito público, ainda acredito que o principal motivo da marca está fazendo tanto sucesso é a qualidade(tecido, caimento, beleza, etc.) dos produtos.

Anônimo disse...

tem outra marca que tambem é brasileira e bastante conhecida colcci