2.5.06

EBAY


450 mil vendedores. Mais de 50 milhões de itens na vitrine. 43 mil diferentes categorias de produtos. US$ 70 bilhões em vendas. 100 milhões de clientes registrados (todos com uma coisa fixa na cabeça: comprar ou vender). O EBAY, que reinventou o antigo leilão atingindo muito mais possíveis compradores, é o local perfeito para se achar de tudo, de tudo mesmo. Desde veículos, ilhas particulares, fósseis, vilas até grampos de cabelos. Um verdadeiro fenômeno na história do capitalismo recente.

A história
A ideia surgiu na sala de estar do programador de computador Pierre Omidyar na cidade de San Jose, estado da Califórnia. Ele começou a trabalhar em cima da idéia de um site que não apenas vendesse coisas, mas conectasse pessoas. O EBAY (introduzido originalmente com o nome de AuctionWeb) foi lançado oficialmente no dia 3 de setembro de 1995, em pleno feriado do dia do trabalho nos Estados Unidos, com o propósito de ser um mercado de vendas para qualquer tipo de produtos na Internet. Na verdade era parte de um site pessoal maior que incluía entre outras coisas uma página sobre o vírus Ebola, escrito na sua própria língua primária (iraniano, uma vez que Pierre, nascido em Paris, era filho de iranianos). Ele anunciou o AuctionWeb principalmente através de postagens em grupos do Usenet.


O sistema de funcionamento do novo negócio era simples, permitindo que o internauta colocasse um item à venda com um título, descrição e preço inicial. Um dos primeiros itens que Pierre vendeu no site foi uma caneta laser quebrada (que serviria se estive funcionando para apontar uma luz vermelha nos painéis de palestras e apresentações) por US$ 14.83. Maravilhado pelo negócio que fez, ele contatou o vencedor do leilão e perguntou se ele entendeu que o laser estava quebrado. Em resposta ao e-mail o comprador explicou: “Eu sou um colecionador de lasers quebrados”. Além da caneta laser, outros itens á venda incluíam um par de roupas-íntimas autografado por Marky Mark, uma lancheira do Super-Homem de 1967, uma velha estação de trabalho Sun-1 e um armazém de 3.252 m² localizado no estado de Idaho. Logo o novo negócio se tornaria um grande sucesso, como revelaria uma pesquisa poucos anos depois, cujo resultado apontava que as pessoas passavam mais tempo no site do que em qualquer outro da rede mundial de computadores. O site rapidamente tornou-se tão popular que vendedores começaram a listar todo tipo de produtos. E o melhor, havia compradores. O site foi projetado para receber uma pequena taxa em cada venda concretizada, e este era o dinheiro que Pierre utilizava para expandir o novo negócio. As taxas rapidamente somavam mais do que seu salário, e então ele decidiu largar seu emprego e trabalhar no desenvolvimento do site em tempo integral.


Com apenas um ano de vida já contava com mais de 400 mil usuários que vendiam e compravam produtos divididos em categorias, como por exemplo, colecionadores, filatelia, informática, eletrônicos, entre outras. A chave do sucesso estava no modelo de negócios do site. A ideia sempre foi intermediar negociações entre pessoas, usando a Internet como local comum. Compradores e vendedores se reuniam em um ambiente virtual, que permitia divulgar itens e facilitava a busca por produtos. Em novembro deste ano, o EBAY entrou na sua primeira disputa de licenças contra terceiros, com uma companhia chamada Eletronic Travel Auction para usar a tecnologia de Smartmarket, e assim vender tickets e outros produtos de agências de viagens. Somente no mês de setembro de 1997 o site, que já possuía 24 milhões de itens a venda, passou a se chamar EBAY. Originalmente, o nome pertencia a Echo Bay Technology Group, uma empresa de consultoria do próprio Pierre Omidyar. Ele tentou registrar primeiramente um domínio chamado Echobay.com, mas soube que esse nome já estava registrado pela Echo Bay Mines, uma empresa de mineração e extração de ouro. Então, resolveu encurtar o nome de ECHO BAY para apenas EBAY e registrou a segunda opção.


Foi também neste mesmo ano que surgiram as famosas “Feedback Stars”, tradicionais estrelinhas amarelas, que permitiam a compradores e vendedores se avaliarem uns aos outros para fazer com que as compras e vendas fossem mais seguras e confiáveis. Além disso, o EBAY comemorou o item de número um milhão comercializado: uma versão de brinquedo do Big Bird da turma do Vila Sésamo. Em 1999, além de lançar sites locais no Reino Unido, Alemanha e Austrália, a empresa introduziu o EBAY MOTORS, especificamente voltado para a comercialização de acessórios e peças automotivas, incluindo carros, novos e usados. O site fez tanto sucesso, já comercializou mais de 3 milhões de veículos, que atualmente vende um carro a cada dois minuto.


No início do novo milênio, outros sites locais foram lançados, como por exemplo, na Áustria, Canadá, França e Taiwan. Nesse mesmo ano introduziu o tradicional “Buy It Now” (“Compre já”), que permitia aos internautas comprarem itens sem a necessidade de disputar um leilão. Atualmente este sistema de negociação corresponde a mais de 65% das transações concretizadas no EBAY. Nesta época, a empresa realizou uma de suas primeiras aquisições ao comprar o site half.com, que vendia via Internet livros, CDS e DVDS usados. Em outubro de 2001, o Mercado Livre firmou um acordo estratégico exclusivo com a empresa, mediante o qual a EBAY se tornou principal acionista da empresa, tornando-se sócio para todo o continente latino-americano. Neste mesmo ano a empresa ampliou sua presença com a compra do iBazar na Itália, França, Holanda e Espanha. Nos anos seguintes o apetite do EBAY só aumentou, e entre suas aquisições mais significativas estavam o PayPal, comprado em 2002 por US$ 1.5 bilhões e que permitia a qualquer indivíduo ou empresa, com um endereço de e-mail, enviar e receber pagamentos de uma forma segura, fácil e rápida; a EachNet, site de leilão on-line chinês, adquirido definitivamente em 2003; e o Skype, provedor de serviços de comunicação de voz através da Internet com 54 milhões de clientes, adquirido em 2005 por US$ 2.6 bilhões (e do qual vendeu 70% em 2009 e o restante recentemente para a Microsoft).


Em 2004 a empresa expandiu suas operações no continente asiático com o lançamento de site locais na Malásia e Filipinas. Com o objetivo de criar algo que permitisse ao consumidor comprar novos produtos muito rapidamente, no dia 24 de abril de 2006 a empresa resolveu expandir seus serviços lançando o EBAY EXPRESS, sua loja virtual de artigos novos, com 10 milhões de itens, dos quais boa parte procedente de comerciantes que já vendiam pelo sistema tradicional do EBAY. No novo sistema não havia lances como em leilões, o cliente compra o item que deseja e paga via cartão de crédito ou PayPal - serviço de pagamento on-line da empresa.O EBAY EXPRESS foi totalmente desativado dois anos mais tarde. Em 2007, mais uma novidade: lançamento dos famosos vales presentes. No ano seguinte a empresa lançou um aplicativo para iPhone e outros dispositivos móveis, permitindo assim que milhões de pessoas pudessem comprar no EBAY via celular e notebooks. Esse aplicativo já foi baixado mais de 100 milhões de vezes e responsável por US$ 10 bilhões em transações desde então.


Recentemente a empresa relançou o EBAY CLASSIFIEDS, que se foca na oferta de uma experiência sob medida a usuários locais, através de seus sites de classificados online, marcando presença agora em mais de 25 países e 1.000 cidades. Apesar de vender uma infinidade de produtos, o EBAY proíbe a comercialização de itens como cigarros, bebidas alcoólicas, drogas, armas de fogo e munição, pornografia infantil, serviços sexuais, equipamentos policiais e de serviços de emergência, roupas íntimas usadas, tíquetes de loterias ou qualquer item relacionado a jogos de azar, além de itens restritos das Forças Armadas. Durante anos o EBAY se autointitulou “The World’s Online Marketplace”.


Campanhas que fizeram história
Você acha possível criar um comercial extremamente emocional para uma empresa dot.com? Pois foi justamente isso que a agência americana Goodby Silverstein & Partners de San Francisco fez no ano de 2002 para o EBAY. Os criativos resolveram emocionar os telespectadores contando uma história linda, mas sem deixar de transmitir um forte conceito. O comercial intitulado de “Toy Boat” mostrava um jovem garoto na praia com o seu barquinho de brinquedo, na beira da água. Na tela estava escrito Cape Cod 1972, referindo-se ao lugar e ao ano da cena. Cape Cod fica no estado americano de Massachusetts. De repente alguém o chama e ele vai embora largando o barquinho na beira da água. O mar acaba levando o brinquedo que afunda. Anos depois, o barquinho vai parar na rede de um pescador que o coloca no site EBAY para ser vendido. O tal menino, agora já um homem, navegando no site, encontra o seu barquinho dos tempos de criança. Enquanto observa seu barquinho no EBAY, uma locutora, interpretada por Rosanna Arquette, fala “What if nothing was ever forgotten? What if nothing was ever lost?” (Se nada for esquecido? Se nada for perdido?). Entra então o slogan “The Power Of All Of Us” (O poder de todos nós). Para assistir ao comercial clique no ícone abaixo.

 

A evolução visual
No mês de setembro de 2012, pela primeira vez em sua história, o EBAY apresentou sua nova identidade visual. O redesenho do logotipo reflete o novo foco em criar uma experiência consistente aos seus usuários através de compras convencionais, em vez de leilões e itens colecionáveis. O novo logotipo mantém o esquema de cores anterior (com alteração sutil), mas traz as letras (em nova fonte) organizadas em linha, sem sobreposições, assumindo um visual mais minimalista que busca se adequar à tendência no design contemporâneo.


Os slogans
Connect to the things you love. (2012)
Connecting buyers and sellers globally. (2010)
Do It Ebay. (2004)
The Power of All of Us. (2002)
Buy it. Sell it. Love it.
The world’s online marketplace.
Whatever it is, you get it on EBAY.
Shop victoriously!
Come to think of it, eBay.


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação: 3 de setembro de 1995
● Fundador: Pierre Omidyar
● Sede mundial: San Jose, Califórnia
● Proprietário da marca: Ebay Inc.
● Capital aberto: Sim (1998)
● Chairman: Pierre Omidyar
● CEO: John Danahoe
● Presidente Devin Wenig
● Faturamento: US$ 11.65 bilhões (2011)
● Lucro: US$ 3.22 bilhões (2011)
● Valor de mercado: US$ 64.4 bilhões (setembro/2012)
● Valor da marca: US$ 9.805 bilhões (2011)
● Membros ativos: 100 milhões
● Acessos: 23º site mais visitado da Internet
● Presença global: 170 países
● Presença no Brasil: Sim (através do MercadoLivre)
● Maiores mercados: Estados Unidos, Alemanha e Inglaterra
● Funcionários: 27.770
● Segmento: Internet
● Principais produtos: Leilões e loja on-line
● Concorrentes diretos: Amazon, Yahoo, Google e Overstock
● Outros negócios: MercadoLivre, Ebay Motors e PayPal
● Slogan: Connect to the things you love.
● Website: www.ebay.com

O valor
Segundo a consultoria britânica Interbrand, somente a marca EBAY está avaliada em US$ 9.805 bilhões, ocupando a posição de número 36 no ranking das marcas mais valiosas do mundo. A empresa também ocupa a posição de número 228 no ranking da revista FORTUNE 500 de 2012 (empresas de maior faturamento no mercado americano).

A marca no mundo
O EBAY, maior site de leilão do mundo com mais de 100 milhões de membros ativos e 25 milhões de vendedores, possuí páginas locais em 38 países (como Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Coréia do Sul, Holanda, Nova Zelândia, Singapura, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido), além da América Latina, onde atua com o nome de MercadoLibre. O volume de negócios em 2011 foi de US$ 68.6 bilhões, ou US$ 2.100 por segundo, fazendo com que o faturamento superasse os US$ 11.6 bilhões. O EBAY é o 23º site mais visitado da Internet e todos os dias 5 milhões de novos itens são colocados à venda. Uma pesquisa realizada há poucos anos atrás descobriu que aproximadamente 725.000 pessoas que vivem nos Estados Unidos ganharam toda ou parte de sua renda com produtos comercializados no EBAY, e outros 1.5 milhões usavam regularmente o site para ganhar uma renda extra. Os bens mais vendidos no EBAY são: computadores e tecnologia, em primeiro; objetos para casas e jardins, em segundo; e roupas e acessórios, em terceiro. Apenas nos Estados Unidos um celular é vendido a cada 21 segundos, um par de sapatos a cada 8 segundos, um vídeo-game a cada 17 segundo e algum aparelho de alto valor a cada minuto. Aproximadamente 70% dos itens anunciados são produtos novos.

Você sabia?
O site recebe entre 1.25% a 5% dos negócios efetuados, dependendo do valor do produto vendido. Aproximadamente 70% das vendas realizadas no EBAY são efetuadas nos Estados Unidos.
Com quase 5 milhões de anúncios novos por dia, é impossível para o site assegurar que nenhum deles viole a lei. Em 1999, o EBAY cancelou um leilão de um rim humano (que havia alcançado um preço de oferta de US$ 5.7 milhões) e vários leilões de armas de fogo de grande porte, incluindo um lançador de foguetes e uma bazuca. Outra curiosidade: em 2011 um jato executivo da Gulfstream foi vendido no site pelo valor de US$ 4.9 milhões.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 17/9/2012

Nenhum comentário: