8.5.06

HOOTERS


Alguém imaginaria que a combinação de asinhas de frango, cerveja gelada e mulheres bonitas, vestidas em sensuais uniformes laranja e branco, reunidos em um local rústico à beira mar poderia dar certo? A rede americana HOOTERS está aí para provar que sim, com seus restaurantes que servem boa comida, em um ambiente descontraído e acima de tudo, repleto das famosas e belas atendentes. Estes elementos combinados fazem do HOOTERS um local muito procurado por celebridades, atletas e todos aqueles que gostam de boa comida e muita, muita diversão. 

A história 
A empresa foi fundada no dia 1 de abril de 1983 na ensolarada cidade praiana de Clearwater, no estado da Flórida. A data era uma piada com o Dia da Mentira (April Fools’ Day, em inglês), porque os fundadores acreditavam que sua empreitada iria fracassar. O primeiro HOOTERS abriu as portas ao público no dia 4 de outubro desse mesmo ano, no local de uma antiga casa noturna decadente que havia sido adquirida por um preço baixo. Foi idealizado por seis jovens empresários, amantes da diversão, mas sem nenhuma experiência no ramo da alimentação. Os chamados “Hooters Six” eram: Lynn D. Stewart (proprietário de uma firma de pintura), Gil DiGiannantonio (um vendedor de bebidas), “Uncle Billy” Ranieri (um aposentado), Ed Droste (um executivo), Dennis Johnson (um comerciante de tijolos) e Ken Wimmer (sócio de L.D. Stewart na firma de pintura). Eles queriam um lugar aonde pudessem se encontrar, comer, beber e se divertirem e assim inauguraram um restaurante que tinha como principal objetivo oferecer uma ótima comida, em um ambiente descontraído, irreverente e com muito bom humor.


O novo estabelecimento, que tinha como símbolo uma coruja e adotava o conceito de restaurante de bairro, possuía como principais atrativos um ambiente descontraído (com mesas e balcões em madeira, que se tornariam características marcantes do HOOTERS) e decorado com peças divertidas, música dos anos de 1950 e 1960, esportes como futebol, basquete e beisebol rolando solto nas diversas televisões espalhadas pelo local, belas garçonetes vestidas em pequenos shorts laranja e mini-blusas decotadas, asinha frita de frango (conhecida em inglês como Chicken Wings) e uma boa e geladíssima cerveja, servida em grandes canecas. No início, toda ajuda que receberam foi a de um amigo que os ensinou como operar as fritadeiras para preparar as asinhas de frango. Apesar das asinhas de frango serem a marca registrada do restaurante, os frutos do mar, por estar localizado em uma cidade de praia, eram também sua especialidade. Além disso, o cardápio contava com as famosas batatas-fritas retorcidas (chamadas de Curley Fries). Durante sua história o conceito do HOOTERS mudaria muito pouco: serve basicamente “finger food” (comida para se comer com a mão). Os uniformes, o cardápio e o ambiente atual são muito similares ao que existiu na loja original, com pequenas adaptações ao tempos atuais.


No ano de 1985 (edição de 1986) foi lançado o tradicional calendário da rede (HOOTERS CALENDAR), onde suas garçonetes posavam em trajes sensuais e praianos, que se tornou um enorme sucesso da marca ao longo dos tempos, sendo muito disputado pelos consumidores. O calendário aumentou a popularidade da marca e ainda é um produto incrivelmente bem sucedido. Hoje, cada calendário apresenta mais de 200 Garotas Hooters. Em 1991, a rede ganhou enorme reconhecimento nacional ao patrocinar uma escuderia da Nascar (categoria de automobilismo mais popular dos Estados Unidos). Pouco depois, em 1995, com um enorme crescimento e sucesso dentro do mercado americano, impulsionado em parte pelos atributos físicos de suas garçonetes, a rede inaugurou suas primeiras unidades internacionais, a primeira delas em Cingapura. Além disso, lançou seu próprio cartão de crédito. Em 1997 os molhos e pimentas da marca passaram a serem vendidos em inúmeras lojas de alimentos pelo país afora. Era a fama de seu cardápio se espalhando por outros canais de vendas.


No ano de 2002 a rede inaugurou na cidade de São Paulo, sua primeira unidade no Brasil. Esta unidade seria fechada no final da década, e reaberta pouco depois, em 2010, em outro local da cidade, no bairro da Vila Olímpia. Repleta de televisores (ao todo eram 42), uma das atrações da unidade era a mesa de shuffleboard, jogo que é febre nos Estados Unidos e similar ao curling, onde duplas se enfrentam arremessando discos de um lado para outro. Para reverter a ideia de que se trata de um ambiente exclusivamente masculino, foi criada uma área envidraçada dedicada às crianças, equipada com DVD e videogames. A unidade brasileira da rede se tornou a terceira de melhor resultado no mundo, depois de Tóquio e Cidade de Cingapura. E o sucesso foi tanto, que a rede inaugurou mais duas unidades no país. Mas, com problemas culturais e de localização de suas unidades, a rede recentemente fechou três das suas quatro lojas no Brasil. Além disso, há a questão das atendentes. A rede é famosa por exibir garotas com decotes e shorts curtos como atrativos. Como parte da ambientação e do entretenimento da marca está ligada às Garotas Hooters, a rede atrai um público mais masculino e mais machista. E parece que aqui no Brasil está dando errado.


A rede resolveu estender seus tentáculos por outras áreas, fundando em 2003 uma companhia aérea diferenciada que funcionava no mesmo molde e filosofia dos restaurantes, batizada de HOOTERS AIR. Infelizmente a empreitada não vingou e, no dia 17 de abril de 2006, a companhia aérea, que chegou a ter sete aeronaves e voar para 17 cidades, entre elas Nassau (Bahamas) e Las Vegas, encerrou suas operações. Nesse mesmo ano, no dia 2 de fevereiro, a marca inaugurou o HOOTERS CASINO HOTEL, com 696 quartos, na cidade de Las Vegas, no antigo lugar onde era localizado o San Remo Hotel. Resta saber, e o tempo irá dizer, se esta empreitada não seguirá o destino da companhia aérea. Até 2018 o hotel continua funcionando.


Nos últimos anos, a marca licenciou uma linha de comidas congeladas, composta pelas famosas asinhas de frango, camarões e tirinhas de frango, para serem vendidas em supermercados e mercearias dos Estados Unidos. Além disso, a rede lançou uma campanha de marketing nos Estados Unidos para reposicionar a marca como algo além de um lugar para ser servido por belas mulheres. O plano de cinco anos era readequar as lojas e a publicidade para atrair um público mais amplo, jovem e inclusive mulheres, estancando assim a queda de faturamento de suas unidades. O primeiro restaurante com o novo design foi inaugurado na cidade de Nova Orleans no mês de julho de 2013.


A rede também trabalha com um calendário de comemorações e promoções, que conta com: St. Patrick’s Day (dia do padroeiro da Irlanda), Aniversário Hooters (comemorado sempre no dia 1 de abril, quando a empresa foi oficialmente fundada), Dia Internacional da Mulher (nesse dia, as belas garotas dão lugar á um time de “Garotos Hooters”, e o público alvo são as mulheres da região, que acabam voltando ao restaurante com uma turma de amigos ou namorado), Dia das Bruxas e Super Bowl (final do futebol americano profissional). Além dessas comemorações, a rede realiza outros eventos em datas esporádicas, mantendo sempre os restaurantes lotados, como por exemplo, o National Chicken Wing Day, onde no dia 29 de julho, por um preço fixo, o consumidor pode comer asas de frango à vontade. Atualmente, HOOTERS é mais do que uma rede de restaurantes casuais, apoia comunidades locais e eventos com sua própria revista, calendário e concursos de beleza internacional, além de oferecer oportunidades as Garotas Hooters de desenvolverem carreira de modelo.


O cardápio 
O cardápio da rede é composto por pratos como frutos do mar (entre eles camarão, lula, ostras e patinhas de caranguejos), frangos, saladas (entre elas a Hooters Cobb, com bacon, tomate, ovos, queijo e pequenos pedaços de frango frito), hambúrgueres (Hooters burguer), suculentas costelas de porco marinadas ao molho barbecue (Giant Ribs Hooters) e aperitivos (popularmente conhecidos como Hooterstizers). O prato mais famoso é o consagrado Hooters Chicken Wings (asas de frango crocantes), que pode ser pedido em porções de 8, 10, 20 e 50 unidades, com onze opções de molhos apimentados (Classic BBQ, Medium, Hot, Hot Chipotle BBQ, Chipotle Garlic, 9-1-1, entre outros), além da versão Daytona Style Wings, que são asinhas de frango sem empanamento, banhadas em molho daytona e depois grelhadas. Os aperitivos também ganham destaques no cardápio: batatas fritas retorcidas com molho cheddar (Curley Fries), rodelas de cebolas empanadas na farinha (Onion Rings), camarões empanados e cobertos com molho de pimenta (Buffalo Shrimp), tiras de peixe empanadas na farinha (Buffalo Fish Strips) e palitinhos de queijo empanados. Além das deliciosas saladas, como a tradicional Hooters Original Buffalo Chicken (mix de folhas com frango empanado banhado em molho, coberta de tomates em cubos, queijo gorgonzola, cebola e coentro).


No Brasil os pratos do cardápio passaram por uma “tropicalização” dos sabores e produtos, como novos cortes de carne, a porção de pastel e a inclusão da tradicional caipirinha. Tudo foi adaptado ao paladar do brasileiro, mas a apresentação se manteve nos padrões americanos. O cardápio apresenta vários pratos e porções à base de frutos do mar (como mariscos, anéis de lulas e camarões) e peixes, além das famosas chicken wings – marca registrada da rede – e das várias opções de sanduíches com carne e frango, além dos famosos Hooters Burger e saladas. Para o almoço, grelhados de peixe, carne e frango servidos com as opções de salada escolhidas pelo cliente. As sobremesas estão concentradas nas famosas tortas do HOOTERS: chocolate, limão e cheesecake de caramelo. A cerveja ou chope também merece comentário: são servidos em gigantes “canecas” estupidamente geladas ou em jarras de 1.8 litros. E os refrigerantes possuem refil grátis. A rede também possui cardápios especiais para deficientes visuais.


As sensuais garotas Hooters 
O elemento de apelação feminino é um dos maiores atrativos da rede americana, que emprega quase 15.000 belas e estonteantes mulheres. Batizadas de HOOTERS GIRLS, como são identificadas e conhecidas essas belas garçonetes (termo que a empresa execra), elas precisam ter certos atributos para ocupar o cargo: corpo malhado e definido, beleza e desenvoltura para escapar das cantadas. Desde sua fundação em 1983, a empresa já empregou mais de 300 mil HOOTERS GIRLS, que se transformaram no maior meio de comunicação e elemento de atração da marca pelo mundo afora. A primeira HOOTERS GIRL foi Lynne Austin (foto abaixo), que se tornou Playmate da revista Playboy em julho de 1986. O uniforme das meninas consiste em pequenos e cavados shorts alaranjados e uma camiseta branca curta, justa e com decote provocante, o que contribuiu, e muito, para que 60% dos frequentadores dos restaurantes da rede sejam homens entre 25 e 54 anos. A aparência física das garotas é o aspecto mais controlado pela empresa. Segundo relatos, elas precisam estar sempre maquiadas, usar o cabelo solto, com acessórios pequenos e não muito chamativos e cobrir suas tatuagens. Para combater o assédio, que é complicado impedir que aconteça, há também uma parte no treinamento dedicada a isso, onde as Garotas Hooters aprendem a se desvencilhar de cantadas e gracinhas sem perder a clientela.


E a rede sabe como ninguém explorar esses atrativos. Como em um badalado concurso de miss, todos os anos a rede elege as funcionárias mais encantadoras. Na categoria Hooters Girl Americana (com direito a ser televisionado) concorrem apenas candidatas dos Estados Unidos, enquanto a Hooters Girl International é escolhida entre as atendentes das lojas distribuídas pelo mundo. Em 2012, a brasileira Ivy, da unidade Vila Olímpia, foi uma das selecionadas pela diretoria da rede e levou o título internacional. 2017 marcou a 21ª celebração do concurso Hooters International Swimsuit Pageant.


A evolução visual 
Em 2013, como parte da comemoração de seus 30 anos, a marca resolveu modificar sua identidade pela primeira vez. Apesar de manter a mesma tipografia de letra rústica, o principal símbolo da rede, uma coruja conhecida como Hootie (cuja imagem original teria sido retirada das páginas de um dicionário), foi totalmente remodelada. A nova coruja possui linhas mais limpas e delicadas.


Os slogans 
Hooters makes you happy! 
Delightfully Tacky, Yet Unrefined. 
More than a Mouthful!


Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 1 de abril de 1983 
● Fundador: Lynn D. Stewart, Gil DiGiannantonio, “Uncle Billy” Ranieri, Ed Droste, Dennis Johnson e Ken Wimmer 
● Sede mundial: Atlanta, Geórgia, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Hooters of America LLC 
● Capital aberto: Não 
● CEO: Terry Marks 
● Faturamento: US$ 1.2 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Lojas: 420 
● Presença global: 29 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 25.000 
● Segmento: Restaurantes casuais 
● Principais produtos: Asas de frango, cervejas, frutos do mar e sanduíches 
● Ícones: Hooters Girls, Wing Bucket (balde com asas de frango) e o calendário Hooters 
● Mascote: A coruja Hootie 
● Slogan: Hooters makes you happy! 
● Website: www.hootersbrasil.com.br 

A marca no mundo 
A rede, cujo posicionamento é de bar esportivo, possui mais de 420 restaurantes localizados em 42 estados americanos e em mais 28 países como Canadá, Inglaterra, Alemanha, Aruba, Costa Rica, China, México, Cingapura, Taiwan, Argentina, Brasil, Austrália, Suíça e Japão. A rede de restaurantes casuais, que fatura estimados US$ 1.2 bilhões anualmente, emprega aproximadamente 25 mil pessoas, sendo aproximadamente 15 mil delas as belas e sensuais atendentes. Em média 68% de suas vendas são geradas pelos alimentos, 5% de mercadorias e merchandising (que incluem camisetas, bonés, canecas, chaveiros, entre outros itens) e 28% da cerveja e do vinho. 

Você sabia? 
A palavra “hooters” tem duplo sentido e por isso é polêmica. Ela se refere ao barulho ou pio emitido pela coruja (em inglês “hooting”). Mas essa palavra também é uma gíria americana para seios. Isso surgiu da palavra “hooter” que significa buzina. Antigamente, existiam grandes buzinas de borracha nos primeiros automóveis que “lembravam” seios de mulher. Ou seja, o que era buzinar, virou a gíria “apertar os seios”
Um breastaurant (algo como “tetaurante” é um restaurante que tem atendestes femininas vestidos em roupas curtas, decotadas e sensuais. O termo “breastaurant” data do início dos anos de 1990, época em que a rede HOOTERS se tornou popular nos Estados Unidos. 
Bill Gates e Warren Buffett, que estão entre os três homens mais ricos do mundo, podem comer de graça em qualquer restaurante da rede. Isto porque eles foram presenteados com o HOOTERS VIP CARDS, que lhes concede este direito. 
A marca HOOTERS é vista pelos consumidores como um restaurante de entretenimento e diversão, voltado para o ramo esportivo, que o público frequenta para assistir jogos, beber e comer bem. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek, Exame e Isto é Dinheiro), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 

Última atualização em 11/4/2018

4 comentários:

Anônimo disse...

Eu já fui numa loja que no Morumbi, adorei, o clima é legal, os telões em canais de esporte são o máximo, e não me senti constrangida pela presença das Hooters Girls, pelo contrário elas foram super profissionais e muito atenciosas comigo e meus amigos.
Eu recomendo, o frango frito é uma delícia!
tks.
Lindi

Betelnet disse...

Em plena Zona Sul de SP você se sente num ambiente que parece um Saloom. Muito Agradável, isso sem contar com as belas garçonetes...

Anônimo disse...

Ótimo! Ótimas!

Patrick disse...

A rede é fantástica. E sua filial em São Paulo, não deve em nada a original americana.