6.10.09

ANDORINHA


O azeite português ANDORINHA traz entre seus ingredientes mais de 80 anos de tradição, experiência e credibilidade. Características que se refletem diretamente na produção do mais nobre e delicioso azeite, que por sua qualidade, versatilidade e design atrativo da embalagem, é hoje um dos azeites de raízes portuguesas com presença mais forte entre os consumidores brasileiros e suas deliciosas receitas. 

A história 
A tradicional marca portuguesa ANDORINHA foi lançada no mercado em 1927 pela família Simão em Alferrarede, um vilarejo pertencente à cidade de Abrantes, em Portugal. A primeira embalagem do azeite, criado para suprir mercados internacionais com forte presença de imigrantes portugueses, era uma famosa latinha vermelha, que praticamente permaneceu inalterada até poucos anos atrás. Na década de 1980 a linha de produtos da marca foi ampliada com o lançamento das azeitonas em conserva, oferecidas nas versões verde e preta natural. Porém, a maior novidade foi o lançamento do azeite ANDORINHA embalado em garrafa de vidro. Na década seguinte ANDORINHA lançou no mercado uma nova versão da garrafa de vidro, com rótulo totalmente redesenhado. Nesta época, a marca mais uma vez expandiu sua linha de produtos com a introdução das conservas de peixes: sardinha portuguesa em óleo vegetal, sardinha portuguesa em azeite, sardinha portuguesa em tomate e atum em azeite.


Em 2004, depois de quase 70 anos no mercado, as embalagens e o logotipo da marca foram modificados, ganhando versões mais modernas. Neste mesmo ano, a marca foi adquirida pelo grupo Sovena, presente em mais de 70 países ao redor do mundo nos quais se dedica à produção e comercialização de azeites e óleos vegetais. Em 2005 a empresa introduziu no mercado o azeite ANDORINHA VINTAGE (feito com azeitonas colhidas à mão), lançado em edição limitada de apenas 49.900 garrafas, que conquistou rapidamente a reputação de melhor azeite produzido pela marca em toda sua história. Pouco depois, em 2007, os produtos da marca ganharam nova roupagem e visual. Entre as mudanças, além das latas que passaram a contar com bicos dosadores com cores diferentes de acordo com o tipo de azeite (oliva e extra virgem), ramos de oliveiras passaram a enfeitar e dar leveza a marca.


O ano de 2008 foi marcado por uma grande novidade com o lançamento exclusivo para o mercado brasileiro do ANDORINHA CITRUS, um azeite que combina a melhor seleção de azeitonas portuguesas com o limão genuinamente brasileiro, sendo ideal para temperar saladas e dar um toque especial em vários pratos, como por exemplo, um peixe grelhado ou consumido diretamente no pão. Já em 2009, a marca preparou outra grande novidade que agradou em cheio seus consumidores: o exclusivo bico dosador “Vai-e-Vem” para suas garrafas de vidro, que também ganharam um visual mais sofisticado. Para o lançamento desta novidade foram realizados dois anos de estudos em parceria com uma das maiores empresas de engenharia de plásticos injetados de alta qualidade e investidos €2 milhões. Inspirado nas clássicas embalagens que existia em Portugal, denominadas “almotolias”, o dosador é constituído por cinco peças independentes, um mecanismo único patenteado mundialmente, que impede que o azeite suje o exterior da garrafa e possui um sistema retrátil que se recolhe automaticamente assim que a tampa é fechada, deixando o recipiente sempre lacrado, preservando o sabor e qualidade do produto.


A novidade trazia ainda um sistema que permitia a entrada de ar, proporcionando total controle da quantidade desejada a ser usada, evitando assim o desperdício. Entre as principais especificações do bico dosador, que deram ao produto o prestigiado prêmio World Star Design Packaging, estão a prevenção de oxidação, impedimento do produto em sujar o exterior da garrafa, a forma angular que torna o fio de azeite mais fino e preciso, sistema retrátil que esconde o dosador ao fechar a garrafa e a já comentada entrada de ar no interior do invólucro. O azeite ANDORINHA foi o único representante a receber, pelo segundo ano consecutivo, o Monde Selection 2009, concurso realizado pelo International Institute for Quality Selections. A marca destacou-se com nota máxima em sabor, cheiro e odor - critérios de seleção avaliados pelo júri profissional, formado por profissionais nas áreas de gastronomia, jornalismo gastronômico e culinária francesa.


Finalmente, em 2010, depois de 83 anos fazendo sucesso em mercados internacionais, o azeite ANDORINHA foi lançado em Portugal. Uma curiosidade: no mercado português a marca decidiu utilizar o logotipo antigo, com a andorinha virada para a esquerda, passando a mensagem de “regressar para casa”. Nos anos seguintes a marca manteve seu veio de inovação ao lançar no mercado produtos como o azeite orgânico (2011), proveniente de olivais cultivados de acordo com a regulamentação europeia e que seguem preceitos importantes no que diz respeito às normas para esta modalidade de plantio, eliminando praticamente a utilização de produtos químicos; o ANDORINHA SELEÇÃO, com sabor mais frutado, intenso e com qualidade superior ao extra virgem comum; e o azeite em forma de spray (2014), capaz de reduzir desperdícios e cujo bico da embalagem permite ainda o uso em fio de azeite e em gotas. A inovação do spray permite ao consumidor facilidade na hora de temperar saladas, untar e dourar ingredientes de rápido preparo em frigideiras, sendo também uma ótima opção para a finalização de pratos mais sofisticados.


A comunicação 
A comunicação da marca reflete a preocupação com a qualidade de seus azeites. Durante mais de 80 anos a ANDORINHA conseguiu traduzir toda sua experiência e tradição em azeites nobres e deliciosos. Só assim é possível manter o sabor que o consumidor gosta e a qualidade que ele conhece. A qualidade sempre foi e será a principal preocupação da marca, desde a colheita das azeitonas até a escolha e concepção das embalagens. As azeitonas utilizadas são selecionadas à mão e apenas aquelas que estão em perfeitas condições são utilizadas na fabricação do azeite. Para que a qualidade do azeite não seja afetada, as azeitonas são lavadas e prensadas em até 24 horas após a colheita, para não correr o risco de perder as características de sabor aroma dos frutos. Com tantos cuidados, é claro que ANDORINHA tem um sabor especial. E foi justamente isso que a primeira grande campanha publicitária criada no Brasil resolveu comunicar aos fiéis consumidores do azeite português mostrando peças que falavam do carinho da marca com suas plantações e do rigoroso controle de qualidade. De forma lúdica, os comerciais ilustram o cuidado com os olivais. “Tem gente que acha que nós exageramos!”, afirma o locutor enquanto o filme mostra uma bela caixinha de música embaixo de cada árvore. “Gente, como é que nossas azeitoninhas vão pegar no sono?”. Em outro comercial, a câmera acompanha a queda de uma das azeitonas até uma almofada aconchegante que está colocada no pé da árvore. “Onde você acha que nossas azeitoninhas iriam cair?”, defende o locutor.


Em outra campanha, para anunciar o novo bico dosador de seus azeites, três anúncios diferentes apresentam frases bem-humoradas como “Se pingar algo a mais, é alguém que está babando”, “Faz o que suas amigas só prometem: sabe ficar de bico fechado” e “Agora você não vai mais chorar pelo azeite derramado”. Junto à imagem da garrafa de azeite e do novo dosador, as peças traziam o slogan da marca: “Andorinha. O Azeite deliciosamente suave”.


A mascote 
O ditado popular prega que uma andorinha só, não faz verão, mas a marca portuguesa vem mostrando há mais de oito décadas a força deste singelo passarinho migratório. Em março de 2011 no Brasil, para criar um relacionamento mais próximo e afetivo com seus consumidores a marca resolveu adotar uma simpática personagem como mascote: DORINHA, uma graciosa andorinha azul. A personagem passou então a ser a porta-voz da marca, principalmente nos ambientes digitais (onde reforça o posicionamento inovador da marca), ações de marketing e campanhas publicitárias. Inspirada na ave que estampa o logotipo da marca, a simpática personagem participou de merchandising no programa da Rede Globo “Mais Você”, onde foi apresentada como namorada do Louro José.


A evolução visual 
No decorrer dos anos a identidade visual da marca passou por algumas alterações. Há alguns anos atrás o tradicional logotipo da marca sofreu uma total remodelação: ganhou novas cores e a famosa andorinha passou a voar para o lado direito. No início de 2015 a marca apresentou sua nova identidade visual. Apesar de manter os elementos clássicos, o novo logotipo ganhou ares mais modernos e limpos, uma nova topografia de letra e mais destaque para a ave símbolo da marca.


Os slogans 
Andorinha, suave para ir bem com tudo. 
Azeite Andorinha, mais sabor e suavidade para sua mesa. 
Andorinha. O Azeite deliciosamente suave.


Dados corporativos 
● Origem: Portugal 
● Lançamento: 1927 
● Criador: Família Simão 
● Sede mundial: Algés, Portugal 
● Proprietário da marca: Sovena S.A. 
● Capital aberto: Não 
● CEO: António Simões 
● Faturamento: Não divulgado 
● Lucro: Não divulgado 
● Presença global: + 10 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Segmento: Alimentos 
● Principais produtos: Azeites de oliva e azeitonas em conserva 
● Concorrentes diretos: Gallo, Borges, Carbonell, Oliveira da Serra, Olivatto, Bertolli e Cocinero 
● Mascote: Dorinha 
● Ícones: O bico dosador “Vai-e-Vem” 
● Slogan: Andorinha, suave para ir bem com tudo. 

A marca no mundo 
O azeite ANDORINHA, que incrivelmente não era comercializado no mercado português até poucos anos atrás, é exportado para mais de 10 países ao redor do mundo, entre os quais Estados Unidos, França, Alemanha, Suécia, África do Sul, Moçambique e Macau, vendendo aproximadamente 5.5 milhões de litros de azeite todos os anos. No Brasil, segundo maior mercado mundial da marca, atrás somente dos Estados Unidos (ambos respondem por aproximadamente 90% das vendas), o azeite ANDORINHA é importado e distribuído pela Bunge Alimentos e está disponível em formatos perfeitamente adaptados às necessidades do consumidor brasileiro, como é o caso das tradicionais latas (250 ml e 500 ml), além das embalagens de vidro nas versões Azeite de Oliva, Extra Virgem, Seleção, Orgânico e Vintage. A marca também oferece a versão Spray. 

Você sabia? 
ANDORINHA possui seus próprios olivais, o que permite controlar de perto todas as etapas de produção do azeite. 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Época Negócios e Isto é Dinheiro), jornais (Valor Econômico e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Última atualização em 24/2/2015

3 comentários:

Anônimo disse...

Curioso este fato de ser pouco conhecida em Portugal, mas não é único. Lá há vários produtos mais
famosos no exterior, como como os calçados de luxo-95% exportados-e os sabonetes da Claus-PORTO (tbm de luxo) e suas embalagens 'art-noveau' belíssimas.Vale à pena conferir a Claus-Porto.Pra quem gosta de marcas,os portugas têm as imperdíveis e classudas porcelanas
centenárias da 'Vista ALEGRE' e da ALCOBAÇA-spal.Vale visitar os sítios.
saudçs., Dani L.

Anônimo disse...

è do grupo sovena. é da mesma marca do q a oliveira da serra. só q no brasil apostaram em andorinha

marli almeida disse...

Eu passei a usar, exclusivamente,o Azeite Andorinha desde que a Proteste testou os vários azeites comercializados no Brasil e apenas três marcas foram aprovadas:o Andorinha,o Qual Itália e uma marca excelente e escassa do Sul do Brasil.