29.5.06

HSBC

Para o HSBC, maior banco da Europa, o cliente é o bem mais precioso. É por isso que a instituição investe tanto para estar onde ele estiver, em qualquer momento da sua vida, oferecendo soluções de alto valor agregado por um preço justo. Por tudo isso, tanto no Brasil como no mundo, você sempre pode contar com o HSBC.

A história
A história do tradicional banco tem suas origens no dia 3 de março de 1865 em um posto árido do Império Britânico quando o escocês Thomas Sunderland, então superintendente peninsular e oriental da Companhia de Navegação a Vapor de Hong Kong, fundou o The Hongkong and The Shanghai Banking Corporation (o que explica de forma clara a origem da sigla HSBC) com o objetivo de financiar e servir comerciantes de chá da região, facilitando assim o comércio entre a China, Índia e a Europa. Um mês depois, em abril, foi aberta uma filial na cidade de Xangai. Ainda neste ano outra filial foi aberta na cidade de Londres. A expansão internacional começou já no ano seguinte com a abertura de um banco no Japão, e outro nas Filipinas em 1875; a inauguração de uma agência na Indonésia, em 1884, para auxiliar no comércio de açúcar; a implantação de um escritório na Malásia; e, em 1888, com a inauguração da primeira agência de um banco estrangeiro na cidade de Bangkok na Tailândia.


Seguindo as rotas de comércio dos seus clientes o banco foi se expandindo para outros países sob o comando de Thomas Jackson, e as características institucionais que adquiriu com essa experiência o tornou, já no final do século, uma das principais instituições financeiras da Ásia. Nas primeiras décadas do novo século o HSBC este envolvido com empréstimos para governos, especialmente na China; além de financiar a modernização e infraestrutura interna, como construção de ferrovias, em países da região. Com o início da Segunda Guerra Mundial, a grande maioria do alto escalão do banco se tornou prisioneiros de guerra, e o HSBC viveu sua pior fase desde a fundação. Com o final do conflito, o banco se reestruturou e imediatamente se tornou um dos principais líderes na reconstrução da economia de Hong Kong.


Nesse período de pós-guerra foi necessário que o HSBC fizesse alguns ajustes estratégicos, como por exemplo, fechar a grande maioria de seus escritórios na China, mantendo apenas um em Xangai; inaugurar agência nos Emirados Árabes Unidos em 1946, marcando assim presença no Oriente Médio; e fazer aquisições vitais para sua expansão no continente asiático, incluindo a região do Pacífico, como as compras, em 1959, do The Chartered Mercantile, primeiro banco aberto no Japão, e do The Mercantile Bank of India; ou assumindo o controle acionário do Hang Seng Bank Limited em 1965. Foi também em 1965, que o banco instalou seus primeiros computadores, ingressando assim na era da informatização, o que resultou em um grande aumento de sua eficiência.


Na década de 80 o HSBC se concentrou em expandir-se para mercados onde ainda não estava presente. Foi então que o banco ingressou no mercado chileno e grego (1981), paquistanês e espanhol (1982), australiano (1986), e no americano através da compra de participação acionária do Marine Midland Bank em 1987. Pouco depois, em 1989, o banco implantou o sistema de serviços e consultas telefônicas 24 horas por dia. No início da década de 90 o HSBC mudou sua sede para Londres na Inglaterra e constituiu uma holding, no ano de 1991, para controlar as empresas do grupo. Esta década foi marcada pela disposição enorme do HSBC para expandir-se, comprando o brasileiro Bamerindus, bancos em Seul, nos Estados Unidos, na Argentina, na Índia e até na ilhota de Malta, no Mar Mediterrâneo. Porém, uma das aquisições mais importantes ocorreu no dia 31 de dezembro de 1999, com a compra do Republic National Bank of New York, que se especializou em Private Banking e cresceu para se tornar um dos maiores bancos americanos.


Com a chegada do novo milênio o HSBC lançou novos e diferenciados serviços como o sistema eletrônico via Internet e o HSBC Premier, um pacote de serviços internacional premium para clientes de alto poder aquisitivo que requeriam depósitos ou investimentos superiores a US$100 mil, £50 mil ou €100 mil. Em 2002, o HSBC lançou uma campanha para diferenciar sua marca no mercado, ressaltando características únicas do banco: experiência internacional com conhecimento local. A campanha foi baseada na experiência adquirida e ampliada ao longo dos anos, nos quais o HSBC cresceu tanto organicamente quanto por meio de aquisições. O contato com diferentes culturas na Europa, Américas, Oriente Médio, África e região da Ásia-Pacífico moldou um currículo sem paralelo. Hoje, o HSBC pode se orgulhar de ser o banco local do mundo, oferecendo a seus clientes uma presença internacional com grande experiência nos mercados locais.


Em 2005, o banco lançou, primeiramente no mercado americano, o HSBC DiIRECT, um banco direto on-line. Recentemente, o HSBC anunciou que transferiu sua base de poder de volta a Hong Kong, focando suas iniciativas cada vez mais sobre a Ásia. No entanto, a matriz do grupo, HSBC Holdings, permaneceu com sede na Grã-Bretanha, no emblemático bairro de negócios de Canary Wharf. O banco afirmou em comunicado que continuará sendo um grupo britânico no que diz respeito à regulamentação fiscal.


A construção de uma marca global
O estabelecimento de uma única marca global para o HSBC, em 1999, foi um grande passo para que o símbolo hexagonal vermelho do Grupo fosse cada vez mais familiar ao redor do mundo. Esse símbolo hexagonal já era utilizado pelo HSBC desde 1983, como parte da identidade corporativa do The Hongkong and Shanghai Banking Corporation, cuja tradicional bandeira possuía um retângulo branco dividido diagonalmente para representar a forma de uma ampulheta vermelha. Assim como as bandeiras de várias outras companhias de Hong Kong no século XIX, seu design baseou-se na bandeira da Escócia, que traz a cruz de Santo André (St. Andrew). O tradicional símbolo do HSBC foi desenhado pelo artista gráfico Henry Steiner. Buscando mais acesso e reconhecimento nos mercados internacionais, o HSBC anunciou em novembro de 1998 a adoção de uma marca unificada. Desde então, as letras HSBC e o símbolo hexagonal estão sendo usados em todas as empresas do grupo ao redor do mundo, ampliando a percepção de seus princípios e valores por clientes, acionistas e colaboradores em todos os países e territórios em que a empresa está presente.


Os slogans
The World’s Local Bank.
(2002)
No Brasil e no mundo, HSBC. (Brasil)
Bank Simple. Get More. (HSBC Direct)


Dados corporativos
● Origem: Hong Kong
● Fundação:
3 de março de 1865
● Fundador:
Thomas Sunderland
● Sede mundial:
Londres, Inglaterra
● Proprietário da marca: HSBC Holdings plc
● Capital aberto: Sim
● Chairman:
Douglas Flint
● CEO:
Stuart Gulliver
● Faturamento: US$ 105.8 bilhões (2011)
● Lucro: US$ 17.9 bilhões (2011)
● Valor de mercado: US$ 159.9 bilhões (março/2012)
● Valor da marca: US$ 11.792 bilhões (2011)
● Agências bancárias:
7.500
● Clientes:
+ 100 milhões
● Presença global:
86 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 288.300
● Segmento:
Financeiro
● Principais produtos:
Banco de varejo, seguros empréstimos e financiamentos
● Concorrentes diretos:
Barclays, Lloyds TSB, ING, Santander e Citibank
● Ícones:
O hexágono vermelho
● Slogan:
The world’s local bank.
● Website: www.hsbc.com.br

O valor
Segundo a consultoria britânica Interbrand, somente a marca HSBC está avaliada em US$ 11.792 bilhões, ocupando a posição de número 32 no ranking das marcas mais valiosas do mundo. Além disso, o HSBC é a 46ª maior empresa do mundo de acordo com a Fortune 500 de 2011.

A marca no Brasil
O HSBC ingressou oficialmente no mercado brasileiro exatamente no dia 26 de março de 1997 quando assumiu as operações do antigo banco Bamerindus. Dois anos depois, passaria a se chamar HSBC Bank Brasil S.A., utilizando a logomarca do HSBC, seguindo o projeto de unificação mundial da marca no mundo. A carteira atual do HSBC no país é de aproximadamente 5.4 milhões de clientes Pessoa Física e 358 mil clientes Pessoa Jurídica. Atualmente o HSBC está presente em mais de 565 municípios brasileiros contando com 933 agências, 457 postos de atendimento bancários, 1.182 postos de atendimento eletrônicos e 2.000 ambientes de autoatendimento, além de 5.200 caixas automáticos. Os clientes contam ainda com 31 mil caixas automáticos da rede compartilhada com outros bancos e do Banco24Horas. O grupo ainda é proprietário da Losango, que possui participação de 24% no financiamento do consumo no país. Em 2011, o HSBC foi considerado pela Câmara Brasil-China como a instituição que mais contribuiu para o desenvolvimento dos negócios entre as duas nações. Além disso, a operação brasileira foi a quarta mais rentável para o grupo HSBC, atrás apenas de Hong Kong, Reino Unido e da China continental, e contribuiu com 5.5% do lucro global. O HSBC detém participação de 9% do fluxo de comércio entre os dois países. Com mais de duas décadas, as apresentações do “Natal do HSBC” já são consideradas evento oficial e cartão postal de Curitiba, atraindo turistas do Brasil inteiro. Todo ano, aproximadamente 200 mil pessoas assistem aos espetáculos, em que 160 crianças cantam nas janelas do Palácio Avenida. O coral é formado por crianças e jovens selecionados nas casas lares que fazem parte do Programa HSBC Educação e se destacam por seu desempenho escolar, dedicação, esforço e respeito.


A marca no mundo
A rede internacional do HSBC, segundo maior grupo financeiro do mundo, é composta por mais de 7.500 agências bancárias em 86 países e territórios na Europa, Ásia, Américas, Oceania, Oriente Médio e África. O maior número de agências está localizado na Europa (especialmente Reino Unido), na região da Ásia e do Pacífico, Estados Unidos, Brasil e México. O grupo emprega aproximadamente 290 mil funcionários e possui mais de 100 milhões de clientes (dos quais mais de 3.6 milhões são comerciais). Além disso, o HSBC possui mais de 100 milhões de cartões de créditos em circulação em mais de 50 países. Por meio de uma rede global, interligada por tecnologia de ponta, o HSBC oferece a seus clientes uma ampla gama de serviços financeiros: banco de varejo, comercial, corporativo, investimento e private banking; trade services; cash management; serviços de tesouraria e mercados de capital; seguros e previdência; empréstimos e financiamentos; fundos de pensão e investimento.

Você sabia?
Com ações cotadas nas Bolsas de Londres, Hong Kong, Nova York, Paris e Bermudas, o HSBC Holdings tem mais de 220 mil acionistas em aproximadamente 124 países e territórios.
O HSBC utiliza uma avançada tecnologia da informação, que consomem gastos anuais de US$ 4.4 bilhões, mantendo sua própria rede de telecomunicações, uma das maiores do mundo.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 23/3/2012

5 comentários:

*Isis disse...

Esse blog salvou minha vida...
tinha um trabalho p/ fazer onde tinha q falar a sede e a area d atuação d dezenas d empresas e encontrei a grande maisoria aki...

ADOREI...
Muitu bom mesmu!!

=D

Anônimo disse...

Apenas uma pequena correção, mas que para o mundo das marcas faz toda a diferença...

A Consultoria citada em "O Valor" é Interbrand.

Anônimo disse...

Parabéns pelo blog
Só uma correção, onde está "Em 1988 o banco inaugurou sua primeira agência estrangeira na Tailândia" o correto é 1888?
abs

Oscar disse...

Excelente Blog

Uma pequena correção o atual CEO não é mais Michael Geogham e sim Stuart Gulliver

Anônimo disse...

Ameii... Só gostaria de saber o nome do autor deste material, para poder usa-lo como referência em um trabalho acadêmico.