30.4.07

LAMY

A marca alemã LAMY é sinônimo de qualidade, inovação e design moderno quando o assunto é escrever. Graças à sua tecnologia de altíssima qualidade e estilo, os instrumentos de escrita produzidos pela marca são objetos extremamente desejados por pessoas que possuem paixão em escrever.
-
A história
A história começou em 1930 na cidade de Heidelberg com Carl Josef Lamy, então representante de vendas das canetas americanas Parker na Alemanha, quando este resolveu comprar a fabricante de canetas Orthos Füllfederhalter-Fabrik, para produzir e comercializar canetas tinteiros de alta qualidade. As primeiras canetas eram muito similares as americanas da Parker. Em 1939 a empresa já alcançava produção de 200.000 canetas anualmente. Somente depois da Segunda Guerra Mundial a empresa resolveu lançar uma linha de canetas de luxo sob a marca Artus, utilizando de forma pioneira, plástico sintético em sua fabricação. Era o início de uma inovadora história que utilizava materiais diversos em instrumentos de escrita. Em 1948, a empresa adotou oficialmente o nome de C. Josef Lamy GmbH. Porém, as primeiras canetas a conter a marca LAMY só seriam lançadas no mercado em 1952 com a introdução da linha de canetas tinteiros LAMY 27, compostas por modelos clássicos para concorrer com marcas famosas como Montblanc e Pelikans, e que possuíam avançado sistema de recarga, além de proporcionarem uma escrita mais suave e macia.
-
-
Em 1964, com o lançamento da LAMYexact, uma caneta esferográfica com grande capacidade de tinta e corpo em aço inoxidável, a marca alemã se firmou como uma produtora de instrumentos de escrita de alta qualidade. A tradição de criatividade e designer moderno da marca teve início de 1966 com o lançamento da inovadora LAMY 2000, desenvolvida em cooperação com o designer Gerd Alfred Müller, e fabricada utilizando uma combinação de Macrolon (fibra de vidro fabricado pela Bayer) e aço inoxidável com acabamento escovado, e pena em ouro. Esta linha de caneta, que ganhou algumas variações, além da versão tinteiro surgiram a esferográfica, roller, lapiseira 0,5 e 0,7 mm e multi-color (4 cores) no sistema de pêndulo, vem sendo produzida desde então com poucas modificações em relação ao modelo original.
-
-
A partir deste momento, a marca alemã adotou uma filosofia única: “Um instrumento de escrita LAMY não tinha o propósito de servir ao exibicionismo do designer, engenheiro ou técnico. Suas características técnicas e design focavam nos requerimentos daqueles que as iriam usar, assim como nos critérios básicos que a marca estabelecia para seus produtos”. Nos anos seguintes, o design buscava aumentar o valor prático dos produtos da marca alemã, tornando-os mais inteligentes na forma em que desempenhavam suas funções. Conforto e ergonomia se tornaram prioridade com características de suas canetas. A década de 80 tem início com o lançamento das famosas canetas LAMY SAFARI, que nos anos seguintes eram comumente vistas nos bolsos das camisas de estudantes e professores de design.
-
-
Em 1982, com o slogan “White is nice”, a LAMY WHITE, uma caneta com corpo inteiramente branco, se tornou uma boa opção para o mercado corporativo. Isto porque, a possibilidade de estampar logotipos e nome da empresa, tornou essa linha excelente para ser utilizada como instrumento de comunicação. Pouco depois, em 1984, a empresa viveu uma fase de grande expansão internacional, com suas exportações aumentando em 33%. A partir deste momento, as canetas LAMY podiam ser vistas em abundância em países como Estados Unidos, Austrália e Japão.
-
-
Em 1996 foi lançada a LAMY 2000 na versão comemorativa dos 30 anos com acabamento em madeira resinada especial e detalhes em prata. Com a chegada do novo milênio, a caneta mais famosa da marca alemã ganhou uma edição com acabamento em aço escovado e pena em ouro 18 K. Atualmente a fama e o sucesso das canetas LAMY são baseados no design, procurando constantemente acompanhar, renovando a cada dia, a tendência de acabamentos com a utilização de materiais modernos.
-
-
Dados corporativos
● Origem:
Alemanha
● Lançamento: 1952
● Criador:
Carl Josef Lamy
● Sede mundial: Heidelberg, Alemanha
● Proprietário da marca: C. Josef Lamy GmbH
● Capital aberto: Não
● Chairman: Manfred Lamy
● CEO & Presidente: Bernhard Rösner
● Faturamento: €60 milhões (estimado)
● Lucro: Não divulgado
● Presença global: 100 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários:
900
● Segmento: Instrumentos de escrita
● Principais produtos:
Canetas
● Ícones:
O design de suas canetas
● Slogan: My LAMY.
● Website:
www.lamy.com
-
A marca no mundo
Com produção anual acima de 6.5 milhões de unidades, a empresa alemã fatura mais de €60 milhões comercializando seus produtos em mais de 100 países ao redor do mundo, tendo na Europa seu maior mercado, fazendo enorme sucesso nos Estados Unidos e Japão.
-
Você sabia?
O atual logotipo da marca foi introduzido em 1983 e criado por Wolfgang Fabian.
-
-
As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).
-
Última atualização em 5/4/2010

7 comentários:

aurelio macoli- Educador em cortes disse...

Eu sou Aurélio Macoli e nao abro mao da minha Caneta Lamy!
Eu indico!

Como a empresa diz, É um instrumento da escrita!

Lamy Forever!!

Monka disse...

Sou usuária das canetas Lamy, há mais de 15 anos.
Para mim, este instrumento de escrita é sinônimo de bom gosto e elegância.

j disse...

Eu sou usuário de uma caneta lamy, mas não encontro as cargas para a caneta lamy safari, se alguem sabe, peço o favor de me facultar aonde há cargas para a lamy. Muito obrigado.

Anônimo disse...

Amigo j, procure no ebay que você encontrará tanto os cartuchos como o conversor Z24 para a Lamy Safari.

Anônimo disse...

Comprei uma Lamy Safari Amarela e Pena Fina, já que su pena original é média!
Estou ansiosa para experimentar minha Lamy,pois há pouco mais de 1 mês, tornei-me uma apaixonada por canetas tinteiro!

Anônimo disse...

Eu sou Fagner Lamy e jamais usaria outra caneta.

Luiz Perrone disse...


Estou procurando uma Lamy Safari cor da primeira edição (Laranja Fosco) se alguem tiver e quiser vender estou a disposição inclusive para trocas.